/

Hungria arranca empate com Islândia

Tibor Illyes / EPA

O islandês Birkir Saevarsson foi autor do auto-golo que empatou o jogo Islândia 1-1 Hungria no Euro 2016

O islandês Birkir Saevarsson foi autor do auto-golo que empatou o jogo Islândia 1-1 Hungria no Euro 2016

A Hungria segurou este sábado a liderança do Grupo F do Euro 2016, que também engloba Portugal, ao empatar a um golo com a Islândia, que confirmou que continua determinada em apurar-se para os oitavos de final.

No encontro realizado em Marselha, a formação islandesa adiantou-se no marcador aos 40 minutos, numa grande penalidade convertida por Gylfi Sigurdsson, mas, aos 88, os húngaros chegaram à igualdade quando a Islândia cedeu o empate a dois minutos do fim, com um golo na própria baliza de Birkir Saevarsson.

Com dois pontos no grupo, a Islândia está a uma vitória sobre a Áustria, que joga este sábado com Portugal, de se apurar num dos dois primeiros lugares. Um terceiro empate dos islandeses até lhes poderá ser favorável, mas aí terá de entrar em linha de conta com resultados de terceiros.

A exemplo do que tinham feito com Portugal, os islandeses reforçaram a sua postura defensiva, sobretudo na segunda parte, só sendo traídos pela infelicidade de Saevarsson, que falhou o alívio de um centro do ataque húngaro e enviou a bola para a própria baliza.

Já com o histórico Gudjohnsen em campo, a Islândia teve uma ocasião muito forte para empatar, nos descontos, mas o antigo jogador do FC Barcelona não conseguiu uma recarga vitoriosa, depois de um livre frontal de Sigurdsson que embateu na barreira dos magiares.

A primeira parte ficou marcada pelo erro do guarda-redes Gabor Kiraly, que deixou fugir uma bola após um cruzamento, numa jogada que depois prosseguiu com uma falta na área de um defesa húngaro.

A perder, a Hungria foi obrigada a reforçar o ataque e apostou num futebol mais ofensivo, com os islandeses totalmente a defender, isto enquanto o ambiente nas bancadas aquecia, uma vez mais, com petardos e tochas no setor húngaro. O capitão Balazs Dzsudzak conseguiu acalmar os adeptos magiares e impedir que o jogo fosse suspenso.

No campo, era notório que a Hungria não estava confortável com a posse de bola, já que, tal como a Islândia, é uma formação que se dá melhor com o contra-golpe em vez de criar ocasiões.

A pressão húngara não foi muito eficaz e para o golo precisou do infortúnio de Saevarsson, mas o empate final acaba por ser justo.

Pouco antes do início do jogo, adeptos húngaros envolveram-se em confrontos com assistentes de recinto desportivos.

De acordo com a agência AFP, os húngaros tentaram subir uma vedação no estádio Vélodrome, em Marselha, para se juntarem a outros compatriotas.

A situação levou à ação dos stewards, com troca de agressões, antes de a polícia intervir para repor a ordem.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Na classificação do agrupamento, a Hungria passou a contar quatro pontos, contra dois da Islândia, um de Portugal e nenhum da Áustria, sendo que, a partir das 21h locais (20h em Lisboa), a formação das quinas defronta os austríacos.

Programa da jornada:

Quarta-feira, 15 de Junho de 2016
Rússia – Eslováquia, 1 – 2
Roménia – Suíça, 1 – 1
França – Albânia, 2 – 0

Quinta-feira, 16 de Junho de 2016
Inglaterra – País de Gales, 2-1
Ucrânia – Irlanda do Norte, 0-1
Alemanha – Polónia, 0-0

Sexta-feira, 17 de Junho de 2016
Itália – Suécia, 1-0
Rep. Checa – Croácia, 2-2
Espanha – Turquia, 3-0

Sábado, 18 de Junho de 2016
Bélgica – Rep. Irlanda, 3-0
Islândia – Hungria, 1-1
Portugal – Áustria, 0-0

ZAP / Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.