Irlanda do Norte faz história ao vencer a Ucrânia

CJ Gunther / EPA

-

A Irlanda do Norte conquistou hoje os seus primeiros pontos na fase final de um Europeu de futebol, ao bater a Ucrânia por 2-0, em jogo da segunda jornada do grupo C, disputado em Lyon, França.

Gareth McAuley, que alinha nos ingleses do West Bromwich, inaugurou o marcador aos 49 minutos, e Niall McGinn, que joga no escocês Aberdeen, fechou a contagem aos 90+6, numa altura em que o combinado de leste tudo tentava para chegar à baliza adversária.

São os três primeiros dos pontos irlandeses na prova, suficientes para fazer sonhar com a qualificação para a fase seguinte, mas convém recordar que o próximo adversário será a Alemanha, um dos mais fortes candidatos ao título.

O futebol da primeira parte foi frenético, já que as duas equipas precisavam de amealhar pontos, por terem sido derrotadas na primeira ronda, mas faltaram oportunidades dignas desse nome.

Quatro minutos após o reatamento, Gareth McAuley assinou o primeiro golo norte-irlandês na competição continental, materializando o melhor esclarecimento ofensivo da sua equipa.

A resposta chegou de Yevhen Seleznyov, que, aos 51 minutos, rematou à figura do guardião McGovern, na sequência de uma reação algo ‘pálida’ da Ucrânia.

Aos 57, Conor Washington tentou a sua sorte, mas a bola saiu ao lado e o jogo foi interrompido logo a seguir, devido à intensa chuva e ao granizo que se abateram sobre o Estádio de Lyon.

Um intervalo forçado de dois minutos, que serviu para Michael O’Neill reorganizar a sua equipa, de tal modo que, só 20 minutos depois é que os ucranianos voltaram a criar perigo: primeiro por Viktor Kovalenko, do Shakhtar Donetsk, que apareceu isolado na grande área, mas rematou ao lado, e depois pelo médio Yarmolenko, do Dínamo de Kiev, cujo remate foi defendido por Michael McGovern.

Quando a equipa de arbitragem mostrou a placa com seis minutos de período de descontos, e todos pensaram que se iria assistir a um vendaval ofensivo da Ucrânia, os irlandeses passaram a exercer pressão logo à saída da área contrária.

E voltaram a marcar, por Niall McGinn, a poucos segundos do termo do encontro, à custa de uma tática pouco usual em equipas teoricamente mais fracas, apanhadas a defender uma vantagem mínima nos últimos instantes das partidas.

Programa da jornada:

Quarta-feira, 15 de Junho de 2016
Rússia – Eslováquia, 1 – 2
Roménia – Suíça, 1 – 1
França – Albânia, 2 – 0

Quinta-feira, 16 de Junho de 2016
Inglaterra – País de Gales, 2-1
Ucrânia – Irlanda do Norte, 0-1
Alemanha – Polónia, 0-0

Sexta-feira, 17 de Junho de 2016
Itália – Suécia, 14:00
Rep. Checa – Croácia, 17:00
Espanha – Turquia, 20:00

Sábado, 18 de Junho de 2016
Bélgica – Rep. Irlanda, 14:00
Islândia – Hungria, 17:00
Portugal – Áustria, 20:00

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

"Surreal". Problema informático na DGS atrasa resultados dos eventos-teste

Para já, ainda não foram tiradas conclusões dos quatro eventos-piloto de abril e maio, organizados pelo Governo em articulação com a DGS. Um problema informático pode estar na origem do atraso. Há uns meses foi avançado …

Costa contraria Marcelo, mas este avisa que o "Presidente nunca é desautorizado pelo primeiro-ministro”

O Presidente da República disse na segunda-feira que “por definição, o Presidente nunca é desautorizado pelo primeiro-ministro”, depois de António Costa ter dito que ninguém pode garantir que não se volta atrás no processo de …

Um em cada quatro portugueses deixou de recorrer ao SNS por receio da pandemia

Um em cada quatro portugueses deixou de recorrer ao Serviço Nacional de Saúde no ano passado, por medo de contagio com o novo coronavírus, e mais de dois terços consideram que o SNS tem respondido …

Evolução genética pode estar a tornar-se cada vez mais obsoleta

Um novo estudo sugere que a evolução humana já não está estritamente ligada aos genes e supõe que a cultura pode estar a conduzir a evolução mais rápido do que as mutações genéticas podem funcionar. Tendo …

ALMA descobre a primeira gigantesca tempestade de buracos negros

O telescópio Atacama Large Millimeter Array (ALMA) detetou um forte vento galático impulsionado por um buraco negro supermassivo há 13,1 mil milhões de anos. Os investigadores salientam que este é o exemplo mais antigo alguma vez …

NASA vai construir telescópio espacial capaz de detetar asteroides ameaçadores

A NASA aprovou a produção de um telescópio espacial infravermelho para detetar asteroides que possam representar uma ameaça para a Terra. A agência está a desenvolver o telescópio espacial Near-Earth Object Surveyor - ou NEO Surveyor …

Muco marinho na costa da Turquia ameaça ecossistemas. E é só a ponta do icebergue

Esta semana, a Turquia lançou a maior limpeza marítima da sua história para fazer face à proliferação sem precedentes de muco marinho no Mar de Mármara, um sintoma de um problema ambiental muito maior. Debaixo das …

Fotografia da Rainha Isabel II removida da Universidade de Oxford devido à "história colonial"

Um grupo de estudantes da Universidade de Oxford removeu uma fotografia da Rainha Isabel II da sua área comum devido aos seus laços com a “história colonial”. A atitude gerou uma onda de controvérsia. A imprensa …

Espanha 0-0 Suécia | Muro amarelo trava fúria espanhola

A Espanha e a Suécia empataram hoje 0-0 em jogo da primeira jornada do Grupo E do Euro2020 de futebol, naquela que foi a primeira partida sem golos na competição até ao momento. No estádio La …

Covid-19. Variante indiana causa doença mais grave, dizem médicos chineses

A Delta está a causar doença mais grave e mais rapidamente do que durante a primeira vaga, informaram médicos na zona de Guangzhou, no sudeste da China, onde surgiu um surto recente provocado por esta …