França vence Albânia e já está apurada

Filip Singer / EPA

Dimitri Payet, aos 89 minutos, marcou o golo do triunfo da França frente à Roménia

Dimitri Payet

A França venceu hoje a Albânia por 2-0, na segunda jornada do Grupo A do Euro2016 de futebol, mas marcou apenas aos 90 e 90+6 minutos, num castigo severo para uma seleção albanesa que justificou o empate.

A seleção francesa, que foi a primeira a assegurar um lugar nos ‘oitavos’, voltou a ter grandes dificuldades para se impor à Albânia, depois de nos últimos dois jogos frente aos albaneses ter empatado em casa a um golo, em 2014, e ter perdido fora por 1-0, a 13 de junho de 2015, precisamente há um ano.

O selecionador francês Didier Deschamps operou duas importantes alterações em relação ao jogo da primeira jornada, frente à Roménia, ao lançar no onze Coman e Martial, em detrimento de Pogba e Griezmann, mas as mesmas não surtiram efeito positivo para a equipa.

A primeira parte da França foi frouxa, com a equipa pouco consistente do meio-campo para a frente, a não ser capaz de criar desequilíbrios na defesa albanesa, que esteve, salvo raras vezes, sempre confortável na neutralização dos ataques do adversário.

As alterações introduzidas por Deschamps não resultaram, em primeiro lugar porque Martial, colocado no flanco esquerdo, passou ao lado do jogo, e o recuo de Matuidi, face à saída de Pogba do ‘onze’, retirou à França capacidade de penetração e de último passe no terço mais adiantado do terreno.

Por outro lado, a Albânia, além de ter estado impecável na sua organização defensiva, com jogadores fortes nos duelos individuais e aéreos, com bom sentido posicional e leitura de jogo, manteve sempre a França em sentido graças à capacidade de sair em transições ofensivas e estender o jogo até à área gaulesa, à qual pregou dois valentes sustos 39 e 45 minutos, em lances de bola parada.

Na segunda parte, Deschamps emendou a mão e lançou Pogba em campo, o que permitiu a Matuidi soltar-se e ter participação mais ativa na criação de jogo e em zonas mais próximas da área albanesa, e a melhoria não se fez esperar na dinâmica ofensiva da França.

É verdade que a Albânia dispôs, aos 52 minutos, por Memushaj, da melhor oportunidade de golos até então, mas a França era outra equipa, mais agressiva, a ser capaz de acelerar o jogo, forçando os albaneses a acantonarem-se junto à sua área.

Aos 54 minutos, uma ‘trivela’ de Payet ofereceu a Pogba ao segundo poste o golo, mas o remate passou a rasar a barra, aos 67, Giroud falhou um golo certo, ao cabecear ao lado do poste quando tinha tudo para abrir o marcador.

Deschamps lançou Griezmann em campo, retirando Coman, e a Albânia raramente já conseguia sair para o contra-ataque, mas a pressão continuou com Giroud a acertar no poste, aos 69 minutos.

Quando parecia que a Albânia ia lograr o seu objetivo, o qual justificou pela forma exemplar como defendeu, pelo espírito de entreajuda e de sacrifício e pela capacidade coletiva que evidenciou, eis que a França voltou a decidir o jogo no final graças à sua eficácia.

Já o fizera na estreia frente à Roménia, na qual Payet marcou o golo da vitória aos 89 minutos, e voltou a fazer desta vez, aos 90, por Griezmann, e aos 90+5, pelo mesmo Payet.

Programa da jornada:

Quarta-feira, 15 de Junho de 2016
Rússia – Eslováquia, 1 – 2
Roménia – Suíça, 1 – 1
França – Albânia, 2 – 0

Quinta-feira, 16 de Junho de 2016
Inglaterra – País de Gales, 2-1
Ucrânia – Irlanda do Norte, 0-1
Alemanha – Polónia, 0-0

Sexta-feira, 17 de Junho de 2016
Itália – Suécia, 14:00
Rep. Checa – Croácia, 17:00
Espanha – Turquia, 20:00

Sábado, 18 de Junho de 2016
Bélgica – Rep. Irlanda, 14:00
Islândia – Hungria, 17:00
Portugal – Áustria, 20:00

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

Conselho de Ministros de hoje vai trazer de volta "antigo normal". Restauração abandona certificado

Governo vai reunir no dia de hoje para decidir quais os moldes em que avança a última fase do processo de desconfinamento. Regras só deverão entrar em vigor a partir de 1 de outubro. Após vários …

O que causou um enorme buraco na camada do ozono em 2020? A ciência já pode ter resposta

O grande buraco que se abriu na camada do ozono no ano passado pode ter sido desencadeado por temperaturas recordes, durante o inverno, no oceano Pacífico Norte, indicam novas análises. O enorme buraco, que se formou …

Rio diz que Governo “procura influenciar voto" com “notícia positiva” pré-eleições

O presidente do PSD defendeu que o Governo “se esforçou” por, em cima das autárquicas, dar uma notícia positiva aos portugueses sobre a pandemia, considerando que deveria tê-lo feito há mais tempo ou então só …

Um habitat demasiado perfeito pode ser pior para o acasalamento dos pandas

Apesar de serem necessários habitats para a sobrevivência dos pandas gigantes, estes animais têm uma maior tendência para reproduzir se não houver abundância de recursos. Este ano, as autoridades chinesas disseram que os pandas gigantes deixaram …

Computador quântico ajuda a criar um computador quântico melhor

Um computador quântico foi usado para projetar um qubit aprimorado que poderá alimentar a próxima geração de computadores quânticos mais pequenos, de alto desempenho e mais confiáveis. Da mesma forma que um bit binário é a …

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …