França vence Albânia e já está apurada

Filip Singer / EPA

Dimitri Payet, aos 89 minutos, marcou o golo do triunfo da França frente à Roménia

Dimitri Payet

A França venceu hoje a Albânia por 2-0, na segunda jornada do Grupo A do Euro2016 de futebol, mas marcou apenas aos 90 e 90+6 minutos, num castigo severo para uma seleção albanesa que justificou o empate.

A seleção francesa, que foi a primeira a assegurar um lugar nos ‘oitavos’, voltou a ter grandes dificuldades para se impor à Albânia, depois de nos últimos dois jogos frente aos albaneses ter empatado em casa a um golo, em 2014, e ter perdido fora por 1-0, a 13 de junho de 2015, precisamente há um ano.

O selecionador francês Didier Deschamps operou duas importantes alterações em relação ao jogo da primeira jornada, frente à Roménia, ao lançar no onze Coman e Martial, em detrimento de Pogba e Griezmann, mas as mesmas não surtiram efeito positivo para a equipa.

A primeira parte da França foi frouxa, com a equipa pouco consistente do meio-campo para a frente, a não ser capaz de criar desequilíbrios na defesa albanesa, que esteve, salvo raras vezes, sempre confortável na neutralização dos ataques do adversário.

As alterações introduzidas por Deschamps não resultaram, em primeiro lugar porque Martial, colocado no flanco esquerdo, passou ao lado do jogo, e o recuo de Matuidi, face à saída de Pogba do ‘onze’, retirou à França capacidade de penetração e de último passe no terço mais adiantado do terreno.

Por outro lado, a Albânia, além de ter estado impecável na sua organização defensiva, com jogadores fortes nos duelos individuais e aéreos, com bom sentido posicional e leitura de jogo, manteve sempre a França em sentido graças à capacidade de sair em transições ofensivas e estender o jogo até à área gaulesa, à qual pregou dois valentes sustos 39 e 45 minutos, em lances de bola parada.

Na segunda parte, Deschamps emendou a mão e lançou Pogba em campo, o que permitiu a Matuidi soltar-se e ter participação mais ativa na criação de jogo e em zonas mais próximas da área albanesa, e a melhoria não se fez esperar na dinâmica ofensiva da França.

É verdade que a Albânia dispôs, aos 52 minutos, por Memushaj, da melhor oportunidade de golos até então, mas a França era outra equipa, mais agressiva, a ser capaz de acelerar o jogo, forçando os albaneses a acantonarem-se junto à sua área.

Aos 54 minutos, uma ‘trivela’ de Payet ofereceu a Pogba ao segundo poste o golo, mas o remate passou a rasar a barra, aos 67, Giroud falhou um golo certo, ao cabecear ao lado do poste quando tinha tudo para abrir o marcador.

Deschamps lançou Griezmann em campo, retirando Coman, e a Albânia raramente já conseguia sair para o contra-ataque, mas a pressão continuou com Giroud a acertar no poste, aos 69 minutos.

Quando parecia que a Albânia ia lograr o seu objetivo, o qual justificou pela forma exemplar como defendeu, pelo espírito de entreajuda e de sacrifício e pela capacidade coletiva que evidenciou, eis que a França voltou a decidir o jogo no final graças à sua eficácia.

Já o fizera na estreia frente à Roménia, na qual Payet marcou o golo da vitória aos 89 minutos, e voltou a fazer desta vez, aos 90, por Griezmann, e aos 90+5, pelo mesmo Payet.

Programa da jornada:

Quarta-feira, 15 de Junho de 2016
Rússia – Eslováquia, 1 – 2
Roménia – Suíça, 1 – 1
França – Albânia, 2 – 0

Quinta-feira, 16 de Junho de 2016
Inglaterra – País de Gales, 2-1
Ucrânia – Irlanda do Norte, 0-1
Alemanha – Polónia, 0-0

Sexta-feira, 17 de Junho de 2016
Itália – Suécia, 14:00
Rep. Checa – Croácia, 17:00
Espanha – Turquia, 20:00

Sábado, 18 de Junho de 2016
Bélgica – Rep. Irlanda, 14:00
Islândia – Hungria, 17:00
Portugal – Áustria, 20:00

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …