França vence Albânia e já está apurada

Filip Singer / EPA

Dimitri Payet, aos 89 minutos, marcou o golo do triunfo da França frente à Roménia

Dimitri Payet

A França venceu hoje a Albânia por 2-0, na segunda jornada do Grupo A do Euro2016 de futebol, mas marcou apenas aos 90 e 90+6 minutos, num castigo severo para uma seleção albanesa que justificou o empate.

A seleção francesa, que foi a primeira a assegurar um lugar nos ‘oitavos’, voltou a ter grandes dificuldades para se impor à Albânia, depois de nos últimos dois jogos frente aos albaneses ter empatado em casa a um golo, em 2014, e ter perdido fora por 1-0, a 13 de junho de 2015, precisamente há um ano.

O selecionador francês Didier Deschamps operou duas importantes alterações em relação ao jogo da primeira jornada, frente à Roménia, ao lançar no onze Coman e Martial, em detrimento de Pogba e Griezmann, mas as mesmas não surtiram efeito positivo para a equipa.

A primeira parte da França foi frouxa, com a equipa pouco consistente do meio-campo para a frente, a não ser capaz de criar desequilíbrios na defesa albanesa, que esteve, salvo raras vezes, sempre confortável na neutralização dos ataques do adversário.

As alterações introduzidas por Deschamps não resultaram, em primeiro lugar porque Martial, colocado no flanco esquerdo, passou ao lado do jogo, e o recuo de Matuidi, face à saída de Pogba do ‘onze’, retirou à França capacidade de penetração e de último passe no terço mais adiantado do terreno.

Por outro lado, a Albânia, além de ter estado impecável na sua organização defensiva, com jogadores fortes nos duelos individuais e aéreos, com bom sentido posicional e leitura de jogo, manteve sempre a França em sentido graças à capacidade de sair em transições ofensivas e estender o jogo até à área gaulesa, à qual pregou dois valentes sustos 39 e 45 minutos, em lances de bola parada.

Na segunda parte, Deschamps emendou a mão e lançou Pogba em campo, o que permitiu a Matuidi soltar-se e ter participação mais ativa na criação de jogo e em zonas mais próximas da área albanesa, e a melhoria não se fez esperar na dinâmica ofensiva da França.

É verdade que a Albânia dispôs, aos 52 minutos, por Memushaj, da melhor oportunidade de golos até então, mas a França era outra equipa, mais agressiva, a ser capaz de acelerar o jogo, forçando os albaneses a acantonarem-se junto à sua área.

Aos 54 minutos, uma ‘trivela’ de Payet ofereceu a Pogba ao segundo poste o golo, mas o remate passou a rasar a barra, aos 67, Giroud falhou um golo certo, ao cabecear ao lado do poste quando tinha tudo para abrir o marcador.

Deschamps lançou Griezmann em campo, retirando Coman, e a Albânia raramente já conseguia sair para o contra-ataque, mas a pressão continuou com Giroud a acertar no poste, aos 69 minutos.

Quando parecia que a Albânia ia lograr o seu objetivo, o qual justificou pela forma exemplar como defendeu, pelo espírito de entreajuda e de sacrifício e pela capacidade coletiva que evidenciou, eis que a França voltou a decidir o jogo no final graças à sua eficácia.

Já o fizera na estreia frente à Roménia, na qual Payet marcou o golo da vitória aos 89 minutos, e voltou a fazer desta vez, aos 90, por Griezmann, e aos 90+5, pelo mesmo Payet.

Programa da jornada:

Quarta-feira, 15 de Junho de 2016
Rússia – Eslováquia, 1 – 2
Roménia – Suíça, 1 – 1
França – Albânia, 2 – 0

Quinta-feira, 16 de Junho de 2016
Inglaterra – País de Gales, 2-1
Ucrânia – Irlanda do Norte, 0-1
Alemanha – Polónia, 0-0

Sexta-feira, 17 de Junho de 2016
Itália – Suécia, 14:00
Rep. Checa – Croácia, 17:00
Espanha – Turquia, 20:00

Sábado, 18 de Junho de 2016
Bélgica – Rep. Irlanda, 14:00
Islândia – Hungria, 17:00
Portugal – Áustria, 20:00

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

“Não vou ser infetado e propagar a covid-19”. Burundi anuncia triagem maciça da população

O Governo do Burundi começou esta segunda-feira uma campanha de triagem maciça da covid-19, decisão que demonstra uma alteração das políticas implementadas pelo novo Presidente do país no sentido de combater mais assertivamente a propagação …

Despedida de Centeno e estreia de Leão. Eurogrupo elege presidente na quinta-feira

A eleição para a presidência do Eurogrupo, na quinta-feira, será a última reunião presidida por Mário Centeno e a estreia europeia de João Leão como ministro das Finanças. A eleição para a presidência do Eurogrupo é …

Governo está a preparar um programa específico de apoio ao Algarve

O Algarve terá um programa específico de apoio, que já está a ser preparado pelo Governo, avançou o ministro da Economia esta terça-feira. O ministro da Economia disse, esta terça-feira, que o Governo está a preparar …

OMS admite transmissão pelo ar e pede que se evitem espaços fechados

Depois do alerta de 239 especialistas, a Organização Mundial de Saúde diz que há novas provas de que o novo coronavírus se transmite pelo ar. A Organização Mundial de Saúde (OMS) admitiu, esta terça-feira, haver novas …

Lufthansa vai cortar mil empregos administrativos (e reduzir novas aeronaves a metade)

Esta terça-feira, a Lufthansa anunciou novas medidas do seu plano de reestruturação que incluem uma redução de mil postos de trabalho nos serviços administrativos. A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou, esta terça-feira, que irá reduzir o …

Bloco deixa recado ao PS: voto do Suplementar não estará garantido para o OE2021

Depois de o PCP ter rompido o espírito de acordos à esquerda, foi a vez de o Bloco de Esquerda deixar avisos para 2021. Em entrevista ao portal esquerda.net, divulgada esta terça-feira, Mariana Mortágua deixa claro …

Ferrari vai enfrentar problemas no Mundial de F1 "sem chorar"

O diretor-geral da Ferrari elogiu o talento de Leclerc e mostrou-se preocupado com os problemas que afetaram Sebastian Vettel. O diretor-geral da Ferrari, Louis Camilleri, reiterou esta terça-feira a confiança na equipa e assegurou que a …

Governo russo exige 1,8 mil milhões de euros a empresa mineira por poluição no Ártico

A agência russa de defesa do ambiente exigiu uma indemnização de 147,8 mil milhões de rublos (1,8 mil milhões de euros) ao conglomerado mineiro Norilsk Nickel, pela grave poluição do Ártico com hidrocarbonetos. Em comunicado, a …

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …