Sócrates está detido há meio ano

José Goulão / Flickr

Ex-primeiro ministro e ex-líder do PS, José Sócrates

Ex-primeiro ministro e ex-líder do PS, José Sócrates

Completam-se esta quinta-feira seis meses desde que o ex-Primeiro-ministro José Sócrates foi detido à chegada ao aeroporto de Lisboa, proveniente de Paris.

O dia 21 de novembro de 2014 tornou-se histórico, tratando-se da primeira vez na história da democracia portuguesa que um chefe de Governo foi detido. Três dias depois, no dia 24, o juiz Carlos Alexandre anunciava a prisão preventiva como medida de coação para o ex-governante.

“A detenção de Sócrates mancha a imagem de um político que tinha regressado ao debate público há um ano e meio e a quem alguns viam como possível candidato a Presidente da República”, noticiou na altura a agência EFE, apresentando um perfil do político.

Fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção

Além de José Sócrates, foram detidos no mesmo dia o empresário Carlos Santos Silva, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e o motorista João Perna, todos no âmbito do inquérito conduzido pelo procurador Rosário Teixeira e acompanhado pelo juiz de instrução Carlos Alexandre.

O inquérito a José Sócrates, que ao longo da sua carreira esteve envolvido em diversos casos polémicos, teve origem numa comunicação bancária efetuada ao Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) em cumprimento da lei de prevenção e repressão de branqueamento de capitais.

Neste momento, a Operação Marquês tem sete arguidos: José Sócrates, indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção; o empresário Carlos Santos Silva, indiciado por fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção, e a sua esposa Inês Pontes do Rosário; o administrador da farmacêutica Octapharma, Paulo Lalanda Castro, e o vice-presidente do Grupo Lena, Joaquim Barroca Rodrigues; o advogado Gonçalo Trindade Ferreira, suspeito de ter cometido os crimes de fraude fiscal e branqueamento de capitais, e o motorista João Perna, indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e detenção de arma proibida.

Meses de recusas

A prisão preventiva pode ser estendida, à partida, até um ano e meio, mas o prazo pode estender-se a dois anos, em caso de crime comprovado, ou 40 meses, por excecional complexidade do caso. As medidas de coação serão reavaliadas pelo tribunal de três em três meses.

A lei prevê que os arguidos possam pedir a aceleração dos processos quando tiverem sido excedidos os prazos previstos na lei, algo que a PGR considera não verificar-se na Operação Marquês.

João Araújo e Pedro Delille, advogados de Sócrates, afirmam que já foram excedidos os prazos previstos na lei para o inquérito que decorre no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP).

“A investigação tem quase dois anos. Iniciou-se em 17 ou 19 de julho de 2013 e contra um outro suspeito deste inquérito. Por isso, achamos que o prazo máximo do inquérito terminou em 19 de Janeiro deste ano”, explicou Pedro Delille, em conferência de imprensa a 10 de Abril.

Entretanto, já foram entregues seis pedidos de habeas corpus para libertar José Sócrates, alguns dos quais de iniciativa cidadã, e todos recusados pelo Supremo Tribunal de Justiça.

“Cercado – Os dias fatais de José Sócrates”

Os detalhes sobre a vida política de José Sócrates nos últimos dez anos foram revelados no livro “Cercado – Os dias fatais de José Sócrates”, do jornalista da revista Sábado Fernando Esteves, lançado na semana passada, a 14 de maio.

Escrito a partir de documentos oficiais e entrevistas a colaboradores do ex-Primeiro-ministro, os temas abordados passam por polémicas como o processo da Cova da Beira, o curso na Universidade Independente, o inquérito Freeport, o caso Face Oculta e os projetos das casas da Guarda, mas são as informações sobre a Operação Marquês que tornam o livro ainda mais quente.

O novo livro sobre os bastidores da vida política do ex-primeiro-ministro descreve, por exemplo, as 40 entregas de dinheiro feitas ao longo de apenas um ano entre Sócrates e Santos Silva, no período da investigação que levou à prisão dos dois principais arguidos.

Também a postura de José Sócrates em relação à sua detenção é descrita no livro, nomeadamente a forma como considera ter “a força das grandes figuras da História”. Em entrevista à Rádio Renascença, Fernando Esteves relata uma das conversas que teve ao longo da investigação com o companheiro de cadeia de Sócrates e inspetor da Polícia Judiciária João de Sousa, que está detido em Évora por suspeitas de corrupção.

Ao jornalista, o detento afirmou que o ex-Primeiro-ministro “se considera uma personagem ao nível de um Napoleão, de um Mário Soares e de um Nelson Mandela. [Sócrates] Diz-lhe que todos esses personagens passaram por muitas dificuldades. Mandela e Soares estiveram presos e depois foram quem foram, ele considera que com ele pode acontecer o mesmo”.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O corpo da notícia contradiz o título: “…primeira vez na história da democracia portuguesa que um chefe de Governo foi detido. “Ex-chefe do governo…” ‘pleeaase’!
    Derivando a agulha rumo à labiríntica da investigação, antes, constato.salvo melhor opinião, que pelo menos até 12 meses, após aquela pessoal fatídica data, com revisão trimestral da pena de coação em causa, manter-se-á em preventiva, e que o acesso ao processo por parte do preventivo e advogados, já foi protelado (3 meses) e, poderá voltar a sê-lo, dada a especial complexidade do caso, pelo que, não me surpreende que buscas posteriores à obtenção de “prova” terão servido para confirmar falsificação de doc’s, configurando tentativa de protecção de detidos!
    Será para o que servem buscas à posteriori sobre elementos ‘inócuos’ que comparados com outros se tornam elementos decisivas para acareação?

  2. Face ao último parágrafo da peça jornalística, ocorre-me o dito “presunção e água benta”. Contudo, recordo aos menos atentos que muitos dos que foram presos políticos, não caucionaram a sua honra, carácter e dignidade, tão pouco, foram presos por questões não políticas!
    Isto de gerir dinheiros alheios (pode ser cá uma governança)

  3. Você Viés é tão “querido”! … Dá-nos bem a perceber o enviesamento , da análise que faz da trama das informações que nos vão sendo dadas por terceiros..
    Não se esforce tanto, querido! Os terceiros já estão a fazer muito bem o trabalho sujo que lhe encomendaram!

RESPONDER

Ainda sem fumo branco para o OE, Bloco e PCP reúnem órgãos máximos

O PCP e o Bloco de Esquerda reúnem hoje os respetivos órgãos máximos entre congressos com a proposta orçamental para 2022 no centro do debate. As conclusões da reunião da Mesa Nacional do BE serão apresentadas …

Sismo de 4,9 em La Palma e novo colapso do cone do Cumbre Vieja

A ilha espanhola de La Palma registou hoje um sismo de 4,8 de magnitude, no dia em que o vulcão voltou a sofrer um colapso no cone principal, causando grandes derrames de lava. O sismo foi …

Algas vivas sensíveis à luz (um tipo de cianobactérias chamado Synechocystis) injetadas num girino

Podia ser ficção científica, mas não é. Injetar algas no sangue dos sapos pode ajudá-los a respirar

Os sapos adotam várias técnicas de respiração ao longo da sua vida. Agora, uma equipa de cientistas alemães desenvolveu um novo método que permite que os girinos "respirem" graças à introdução de algas na sua …

As misteriosas auroras de Úrano foram finalmente detalhadas ao pormenor pelos cientistas

Auroras de Úrano foram captadas pela primeira vez em 2011 através do telescópio Hubble Space, mas as suas origens representam ainda mistérios que os cientistas não conseguem esclarecer. Pela primeira vez, os cientistas conseguiram moldar a …

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …

J&J acusada de usar manobra para impedir processos judiciais relativos à venda de pó de talco com propriedades cancerígenas

A Johnson & Johnson está a ser criticada por usar uma manobra para impedir cerca de 38 mil processos judiciais que alegam que o famoso baby powder da marca causa cancro. De acordo com a NPR, …

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …