Santos Silva rejeita apoio do PS a Ana Gomes. Polémica com embaixador “ultrapassada”

António Cotrim / Lusa

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, falou, em entrevista à TVI24 esta terça-feira, sobre a aprovação do Orçamento de Estado para 2021 e as eleições presidenciais e desvalorizou a polémica com o embaixador dos Estados Unidos em Portugal.

Em entrevista à TVI24 esta terça-feira, Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, garantiu que o PCP “não está fora da discussão” do próximo Orçamento do Estado (OE2021). “O próprio partido já o disse publicamente e o Governo continua a trabalhar com o PCP, tal como trabalha com os restantes partidos da esquerda”, disse.

Santos Silva disse ainda estar confiante quanto à aprovação do Orçamento. “Acredito que há todas as condições para que a aprovação do OE ocorra […] Creio que que há condições, mas há também a necessidade de o país manter esta vantagem que é a estabilidade.”

“Todos nós temos noção da dimensão da crise e da necessidade da estabilidade”, afirmou.

Questionado sobre a suposta pressão de Marcelo sobre o líder do PSD, Rui Rio — este pode ser o único eventual parceiro do Governo capaz de evitar uma crise política se o Orçamento não for aprovado à esquerda —, o ministro considerou as preocupações de Marcelo “naturais”.

“O Presidente da República tem dito que não podemos somar uma crise política à económica e que todos devemos assumir as nossas responsabilidades. Todos temos responsabilidade de contribuir e de olhar para este momento e medir bem os passos”. “Uns contribuem na oposição, outros na maioria”, afirmou.

Ana Gomes e as presidenciais

Sobre as eleições presidenciais de 2021, o ministro dos Negócios Estrangeiros considerou que Ana Gomes não deveria contar com o apoio do Partido Socialista (PS) nas próximas eleições presidenciais.

“Se Ana Gomes é uma boa candidata? Sim, enriquece o debate democrático. Se é uma boa candidata para ter o apoio do Partido Socialista? Na minha opinião, não“, disse o ministro.

Para Santos Silva, o apoio dos socialistas a um candidato na corrida a Belém deve ser definido em “quatro critérios muito simples”.

Em primeiro lugar, segundo o ministro, deve ser realizada uma avaliação do mandato do atual Presidente da República. Posteriormente, o partido deverá refletir sobre “o entendimento” que tem de um possível segundo mandato. O terceiro critério prende-se com “o entendimento que este terá da projeção do Presidente da República como um garante do espaço democrático e da vida institucional em Portugal”. Por último, é necessário ter em conta “a consonância do PS com o seu próprio eleitorado”.

Assim, o ministro dos Negócios Estrangeiros defendeu que, nas eleições presidenciais, os extremismos não devem ser combatidos com extremismos e deixou claro que espera “pessoalmente” uma recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa.

Declarações do embaixador dos EUA “ultrapassadas”

Santos Silva voltou a falar do facto de George Glass, embaixador dos Estados Unidos em Portugal, ter dito, em declarações ao semanário Expresso, que “Portugal tem de escolher agora entre os aliados e os chineses”.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, na altura, respondeu que “quem toma as decisões é Portugal”. No entanto, agora, Santos Silva garante que o tema foi “ultrapassado”. “São circunstâncias completamente ultrapassadas”, afirmou. “Trabalhamos com a proximidade que os aliados trabalham”.

Questionado sobre a possibilidade de as declarações do embaixador norte-americano serem uma ingerência nos assuntos internos de Portugal, o ministro dos Negócios Estrangeiros respondeu negativamente, recordando a “profunda amizade que liga os dois países” e a sua “colaboração íntima” – “no plano bilateral, seja em organizações multilaterais”.

Em relação à exclusão de Portugal dos corredores aéreos de vários países, Santos Silva admitiu: “É evidente que a responsabilidade política é minha”. Porém, não considera, ainda assim, que tenha havido uma falha por parte dos diplomatas portugueses.

Sobre a exclusão dos corredores do Reino Unido, Santo Silva considera que “o país assumiu um método que é errado. Entendeu que se evitasse a entrada de pessoas estaria a salvo, o que não veio a acontecer”.

Relativamente ao novo pacto para as migrações, que prevê que os Estados-membros da União Europeia possam escolher se recebem ou não pessoas – recebendo 10 mil euros por cada adulto -, o ministro referiu que se trata “de uma boa base de trabalho”, embora a considere insuficiente “para se chegar a um compromisso”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. É totalmente incapaz de uma tomada clara de posição sobre o que quer que seja. O mundo e Portugal em particular não precisa mais de pessoas demagogas e de ambiguidade na política.

    “O PCP não está fora da discussão”; “o PSD poderá ser o único parceiro político”; Apoio do PS a Ana Gomes: “na minha *opinião*, não”; os EUA exigem “Ou nós ou a China”. Resposta dele: “Trabalhamos com a proximidade que os aliados trabalham” -qual é essa proximidade? Grande? Pequena? Total? Exclusiva? Não se pode trabalhar com a China e manter “proximidade aos aliados”?

    Enfim, tudo vago! Tem de ser claro e de se ter palavra. Políticos como Ventura são claros mas não cumprem a palavra nem praticam o que apregoam. Políticos como Santos Silva são ambíguos para nunca se poder dizer que não fazem o que apregoam. Nem uma nem outra posição serve mais.

RESPONDER

"Dia histórico". Senado confirma nomeação de Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos EUA

O Senado norte-americano confirmou segunda-feira à noite a juíza Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, o que representa uma vitória política para o Presidente Donald Trump a poucos dias das eleições …

Os olhos das corujas podem ter uma "lente" que melhora a visão noturna

As corujas capturam as suas presas durante a noite. Uma nova investigação sugere que há algo de especial na forma como as moléculas de ADN nos olhos das corujas estão acondicionadas, uma característica que lhes …

Os extraterrestres podem estar a observar-nos à distância (em mais de 1.000 estrelas diferentes)

Da mesma forma que nós, da Terra, já detetámos vários milhares de planetas ao redor de outras estrelas, uma hipotética civilização alienígena poderia ter detetado a nossa presença. Mas de que posições no Espaço isso seria …

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …