Ana Gomes critica “demasiado encosto” entre Presidente e Governo (e deixa aviso sobre Marcelo)

José Sena Goulão / Lusa

A ex-eurodeputada socialista Ana Gomes afirmou na quarta-feira à noite, em entrevista à RTP3, que “há demasiado encosto” entre o Presidente da República e o Governo e advertiu que, num segundo mandato, Marcelo tentará comandar o primeiro-ministro.

Ana Gomes, que na semana passada anunciou que irá candidatar-se a Presidente da República, assumiu estas posições numa entrevista à RTP3, durante a qual também revelou que vai ser apoiada por Isabel Soares, filha do antigo chefe de Estado e fundador do PS, Mário Soares.

De acordo com o semanário Expresso, Ana Gomes disse mesmo que Mário Soares é uma das pessoas que a fez querer avançar. Além disso, o seu marido, António Franco, que faleceu em julho, disse-lhe que “tinha de fazer o que tinha de fazer” e um jovem de Fânzeres, chamado Pedro, que lhe enviou uma carta inspiradora e que a faz querer mobilizar os mais jovens.

Durante a entrevista, a diplomata fez sobretudo críticas à atuação do chefe de Estado e à linha política seguida pela direção do seu partido em relação às eleições presidenciais de 2021.

“Mesmo que fosse o meu melhor amigo, eu jamais teria tolerado com um sorriso embaraçado ou cúmplice que um primeiro-ministro lançasse a minha recandidatura à Presidência da República, que foi aquilo que se passou naquele episódio na fábrica da Autoeuropa”, em abril, entre Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa, referiu Ana Gomes.

Ana Gomes acusou também Marcelo Rebelo de Sousa de “estar completamente ausente do debate sobre as grandes prioridades estratégicas de Portugal“, embora esteja sempre “a comentar a espuma dos dias”, mas insurgiu-se principalmente sobre o sistema de relações entre os órgãos de soberania Presidência da República e Governo.

“Repito que faço um mandato globalmente positivo do Presidente da República, mas acho que cada macaco no seu galho. Há demasiado encosto do Presidente ao Governo e do Governo ao Presidente”, apontou.

Na entrevista, a ex-eurodeputada procurou também dirigir várias mensagens aos eleitores do espaço do PS, chegando mesmo a dizer que Marcelo Rebelo de Sousa não pode ser apoiado “por verdadeiros socialistas”. “Somos diferentes. Eu sou progressista e ele é conservador”, disse, procurando traçar aqui uma linha de demarcação de caráter ideológico.

Mas Ana Gomes foi mais longe com um aviso sobre o que poderá ser um segundo mandato de Marcelo Rebelo de Sousa como Presidente da República. “Dá ideia de que um dia vai querer de facto comandar quem quer que exerça o cargo de primeiro-ministro. Está-lhe na massa do sangue, do tipo de jogos em que ele se compraz, o tipo de percurso político nos bastidores da política em que ele sempre foi exímio. Ora bem, eu acho que este é o momento para os socialistas pensarem bem que, se se mobilizarem, podem ter alternativa”, disse.

Em relação ao PS, Ana Gomes afirmou esperar que este partido dê liberdade de voto aos seus militantes nas próximas eleições presidenciais e recorreu ao passado das décadas de 80 e 90 para tirar a seguinte conclusão: “Sempre que o PS esteve unido nas eleições presidenciais fez a diferença, elegendo Mário Soares e Jorge Sampaio; sempre que o PS esteve desunido ou não foi a jogo, a direita ganhou”.

A ex-eurodeputada tentou ainda estabelecer diferenças face a outras candidaturas presidenciais já anunciadas, como as de João Ferreira, do PCP, e de Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, classificando-as como “candidaturas partidárias”.

Questionada sobre o líder do Chega, a diplomata respondeu que não o conhece pessoalmente e considerou “uma medalha de honra” André Ventura caracterizá-la como “candidata cigana”, salientando que a extrema-direita é a sua inimiga nas próximas eleições presidenciais.

Já na parte final da entrevista, Ana Gomes foi confrontada com as acusações de que é populista, faz julgamentos na praça pública e desrespeita a presunção da inocência, mas rejeitou-as. “Fiz denúncias escritas sempre com a minha cara e nunca anónimas. Vi foi muitas vezes as instâncias de justiça serem abafadas para que não se fizesse justiça, como nos casos dos submarinos ou do apagão fiscal”, contrapôs.

Depois, a ex-eurodeputada do PS voltou a criticar a atitude “altamente questionável” do primeiro-ministro, António Costa, manifestar apoio à recandidatura do presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira. “Isso sim é que é uma deriva populista. E não foi só do primeiro-ministro”, acrescentou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. “Mesmo que fosse o meu melhor amigo, eu jamais teria tolerado com um sorriso embaraçado ou cúmplice que um primeiro-ministro lançasse a minha recandidatura à Presidência da República” estas palavras dizem tudo!!! Fala assim porque o actual governo(ps, cdu, be…etc, etc…) não lhe deu apoio algum…dai a “princesa” reagir desta forma…

    • Se calhar também não queria apoio algum por parte do PS. A última candidata apoiada pelo PS ficou atrás do Tino de Rans.

  2. O pilha galinhas do Rui Pinto e os terroristas de Guantanamo (só para falar de alguns dos apoios à choldra)
    serão seguramente os assessores desta “princesinha” do arremesso populista de esquerda.

  3. Esta senhora não vai ganhar, mas vai incomodar certamente muitos esquerdolas, uns porque estão demasiado à sua esquerda sem qualquer hipótese e outros demasiado agarrados ao atual governo, vai haver muito rebelde nesta área a votar nela.

    • CARO LEITOR,
      JÁ LHE EXPLICÁMOS, TRÊS VEZES, QUE OS COMENTÁRIOS EM QUE ESTIVER A GRITAR SERÃO BANIDOS.
      QUANDO LHE APETECE, O SEU TECLADDO PARTECE ESTAR A FUNCIONAR. PORTANTO, NÃO GRITE SE FAZ FAVOR! ESCREVER AOS GRITOS É DESELEGANTE! E USAR IMENSOS PONTOS DE EXCLAMAÇÃO TAMBÉM!!!!
      COMPREENDE????

      • LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL

        Muito bom 🙂

  4. Estou de acordo c/ Ana Gomes efetivamente há muito “encosto”. Senão fosse o PR Marcelo o 1º ministro já tido sido demitido mas há muitíssimo tempo. Senão vejamos aquando dos incêndios onde esta AC? De Ferias e Não veio deixou-se ficar. Porquê? Pela simples razão que o PR Marcelo estava a fazer as funções q lhe competia a ele. O PR Sempre deitou a manta a AC.

  5. O Presidente sempre a banhos, era bom que levasse uma banhada da Ana Gomes. E se os socialistas quiserem, é isso mesmo que vai acontecer. Já chateia tanta beijoca. Portugal está assim, porque quase todos os políticos são formados em Direito: num processo em Tribunal uma parte ganha e outra perde, mas dois intervenientes ganham sempre.
    Ana Gomes já provou que tem capacidade para por ordem nisto, denunciar corrupções e ladroagem sem medo e sem subterfúgios.
    Estamos sempre a falar de ladrões e nada fazemos para os combater. Votamos sempre nos mesmos ou não votamos.
    Eu vou votar Ana Gomes em 2021.

RESPONDER

Trump tem uma conta bancária na China (e andou uma década a tentar investir no país)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é detentor de uma conta num banco chinês, e há vários anos que tenta implementar negócios no país. Donald Trump passou uma década a tentar investir na China, onde …

Ricardo Pereira revela segredo para o FC Porto derrotar o City

A jogar em Inglaterra há três anos, Ricardo Pereira conhece bem o próximo adversário do FC Porto na Liga dos Campeões. O internacional português deu alguns conselhos à equipa portista. Ricardo Pereira está a cumprir a …

OE em duodécimos deixa 2.700 milhões de estímulo orçamental em suspenso

A hipótese de haver um Orçamento em duodécimos em 2021 está em cima da mesa. Se tal acontecer, há pelo menos 2.700 milhões de estímulo orçamental que não chegarão à economia. Se o Orçamento do Estado …

Grupo Luz Saúde foi o que mais faturou com a pandemia

O Grupo Luz Saúde faturou quase 40 milhões de euros com a venda de material à Direção-Geral da Saúde (DGS), a hospitais e até a autarquias. A GLSMed Trade, do grupo Luz Saúde, foi a empresa …

Pinto da Costa: "Varandas fará um grande serviço quando se dedicar à medicina"

Manchester City, Luís Filipe Vieira e Frederico Varandas foram alguns dos temas abordados por Pinto da Costa numa recente entrevista ao Porto Canal. Em entrevista ao Porto Canal, Pinto da Costa fez a antevisão ao encontro …

Espanha pondera recolher obrigatório em todo o país. Esperam-se semanas "muito difíceis"

Salvador Illa, ministro da saúde de Espanha, referiu que o governo está a estudar um recolhimento obrigatário no país, como forma de travar a propagação do novo coronavírus que nos últimos dias tem feito infetado …

Algarve pode consagrar Lewis Hamilton como piloto mais vitorioso de sempre

O Autódromo Internacional do Algarve está a caminho de ver a consagração do piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) como o piloto mais vitorioso de sempre da Fórmula 1, no domingo, no Grande Prémio de Portugal. Depois …

Antigo túmulo siberiano contém casal de guerreiros (e um enorme stock de armas)

Uma equipa de arqueólogos desenterrou um túmulo com 2.500 anos que continha os restos mortais de quatro pessoas da antiga cultura Tagar. Arqueólogos da Universidade Estadual de Novosibirsk, na Rússia, desterraram um túmulo com 2.500 anos …

OE2021. Governo perde fé nas negociações com o Bloco, mas conta com PAN e talvez PCP

As negociações com o Bloco para garantir a aprovação do Orçamento do Estado para 2021 não estão bem encaminhadas. O Governo espera contar com o PAN e talvez com o PCP. Um possível entendimento entre o …

"Eleição do mundo". USA Today declara apoio a Biden (que continua a liderar nas sondagens)

Pela primeira vez, o jornal norte-americano USA Today decidiu apoiar um candidato presidencial - Joe Biden. O democrata continua a liderar as sondagens a dois dias do último debate. "Há quatro anos, o Conselho Editorial - …