Rajoy faz ultimato a Puigdemont antes de usar a “bomba atómica”

Populares de Cantabria / Flickr

O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy

O presidente do Governo espanhol deu uma semana ao líder do Governo catalão para clarificar se declarou a independência da região. Um ultimato antes aplicar o artigo 155.º da Constituição espanhola, já chamado de “bomba atómica”.

O presidente da Generalitat, Carles Puigdemont, tem até às 10h00 da próxima segunda-feira para esclarecer se declarou a independência da Catalunha. Caso a resposta for ‘sim’, Madrid dar-lhe-á um prazo suplementar – até ao próximo dia 19 – para fazer marcha atrás, antes de recorrer ao artigo 155.º da Constituição.

Este artigo, considerado uma autêntica “bomba atómica”, nunca usado desde que foi escrito e aprovado em 1978, permite a suspensão de uma autonomia e dá ao Governo central poderes para adotar “as medidas necessárias” para repor a legalidade.

O ultimato seguiu ontem para o Governo catalão depois da reunião extraordinária do Conselho de Ministros. Depois do encontro, Rajoy disse que ia pedir a Puigdemont para que “clarifique se declarou a independência da Catalunha”.

O presidente do Governo catalão proclamou a independência da Catalunha mas acabou por fazer um apelo à sensatez e propôs a suspensão dos efeitos do referendo “para procurar o diálogo com Madrid”. Uma decisão que não caiu bem aos seus aliados, que viram este discurso como uma “oportunidade perdida”.

Segundo o Diário de Notícias, o líder socialista, Pedro Sánchez, disse apoiar Rajoy no requerimento enviado com o objetivo de “tirar a política catalã do pântano em que foi enfiada” e anunciou ter chegado a acordo com o primeiro-ministro para discutir uma reforma constitucional a partir do próximo ano.

O Ciudadanos também defende a aplicação do artigo 155.º e a convocação por parte do Governo espanhol de novas eleições na Catalunha.

Desde a noite do referendo de 1 de outubro, o presidente regional da Catalunha tem insistido numa mediação internacional entre o Governo regional e o Governo central. Para já, a Suíça foi o único país a oferecer-se para ajudar nesse processo.

ZAP // Lusa

7 COMENTÁRIOS

  1. el president charles es troba enmig de dos incendis, els radicals pro jhiadistas i els nacionalistes catalans que no volen ser republicans ni esclaus dels emirs de quatar
    Les noves eleccions catalanes són urgents i necessàries.

  2. Os espanhóis quais parasitas, não merecem que a Catalunha seja parte desse miserável país. Catalunha merece a independência de uma vez por todas. Vamos catalães, Portugal está com vocês!

      • Pois de facto a posição de subserviência do monhê não representa certamente a opinião de milhões de portugueses, mantido calado como estava teria sido a maneira mais acertada, que existam alguns Migueis de Vasconcelos é como diz o ditado: há sempre uma ovelha ranhosa no rebanho!.

        • Pois mas os principais partidos nacionais têm a mesma posição e parece-me que a opinião da maioria dos portugueses não deverá divergir muito.

  3. Claro que o Rajoy não pretende negociar nada nem admite opiniões diferentes das suas, mais parece um novo Hitler e baseado na força das armas arma-se em tolo como se a razão estivesse no gatilho de uma metralhadora.

  4. Só tenho pena dos Catalães que viram ha 85 anos como um governo fachista e criminal,para não lhe chamar de assassinos,roubar de forma brutal e digo isso porque nesse ano a Catalunha tinha-se tornado um País independente,e o governo franquista nesse dia foi à Catalunha e assassinou todos os dirigentes do estado Catalão e tomaram a Catalunha a força.
    E agora este governo,o mais corrupto alguma vez visto em Espanha volta a usar a força policial de forma suja,indecente,e criminal sobre todas as pessoas,mulheres,pessoas idosas que foram retiradas de escolas pelos cabelos e a bastonada diz tudo deste governo que se diz democrático e que só quer fazer justiça,mas não aplicaram a justiça quando roubaram o estado espanhol em mais de 40 mil milhões,para que os governantes do Partido Popular, pudessem cobrar milhoes trimestralmente ou mesmo mensalmente,para assim poderem comprar grandes mansões e carros de luxo e usavam os chamados cartões black,para fazerem vidas de rei, inclusive o actual presidente do governo espanhol Mariano Rajoy. Se tivessem vergonha na cara jamais se teriam apresentado as eleições espanholas,e criticam os catalães por quererem reaver o que lhes foi retirado a força? Pois se ha aqui alguém a praticar ilegalidades esse alguém é o PP Partido Popular!!!
    E já nem quero falar dos bárbaros que foram contratados só com a intenção de irem a Catalunha não para retiradas urnas mas sim para atacarem de forma desumana e criminal,os cidadãos da Catalunha que todos vimos de braços levantados e serem agredidos brutalmente sem olharem a meios,ja que atacaram mulheres indefesas e inclusive pessoas idosas e ate crianças, e ainda os víamos a cantar e a tirarem selfies glorificando o que tinham acabado de fazer. A esses policias e guardas civis eu lhes bato palmas por serem uns valentes bananas e uns filhos de puta. A Catalunha agora tera de se preparar tambem e de forma brutal e quando vier as confusões com o artigo 155, possam se defender e se forem atacados, atacar também esses militares de um regime corrupto e de um ditador chamado Rajoy. Pois acreditem que o pior ainda estará para vir!!! Um abraço a todos os Catalães…

RESPONDER

Além de um ícone da ciência, Marie Curie também foi uma heroína de guerra

Marie Curie foi, além de uma cientista conceituada, vencedora de dois prémios Nobel, uma filantropa que usou as suas competências na área da ciência para ajudar a salvar vidas na I Guerra Mundial. Se perguntarmos a …

Incêndios: Costa garante que "nada ficará como dantes", a ministra "não teve férias"

O primeiro-ministro pediu hoje consenso político para a aplicação das recomendações da comissão independente aos fogos de junho e prometeu que, no fim dos incêndios, o Governo assumirá totais responsabilidades na reconstrução do território e …

Mosteiro alemão com 900 anos vai fechar. Não há monges

Um antigo mosteiro na Alemanha, com quase nove séculos de actividade, está prestes a fechar as portas, devido a problemas financeiros e à escassez de monges. À medida que a Igreja Católica vê declinar significativamente o …

Furacão Ophelia com ventos de 150 Km/h faz três mortos na Irlanda

A Irlanda está em alerta vermelho com os ventos provocados pelo furacão a atingirem os 150 km/h. A tempestade provocada pelo furacão Ophelia causou esta segunda-feira a morte de três pessoas na Irlanda, segundo informações da …

Oposição venezuelana não aceita resultados das eleições regionais

O Conselho Nacional Eleitoral dá conta de que o PSUV, o partido no Governo, ganhou em 17 dos 23 Estados do país, nas eleições deste domingo. A aliança opositora venezuelana Mesa de Unidade Democrática (MUD) rejeitou, …

Número de mortos em atentado na Somália já ultrapassou os 300

O número de mortos do violento atentado terrorista registado no sábado em Mogadíscio, capital da Somália, já ultrapassou as três centenas, havendo, porém, a certeza que o total vítimas será ainda maior, indicou fonte médica …

Astrónomos detetam um novo tipo de ondas gravitacionais: "O princípio de uma nova era"

Segundo os cientistas, as novas emissões de radiação agora detetadas são consequência da fusão de duas estrelas de neutrões numa galáxia distante. Uma equipa internacional anunciou esta segunda-feira ter conseguido ver através da luz e das …

Sal no pão vai baixar ainda mais a partir de 2018

O teor de sal no pão vai baixar ainda mais a partir do próximo ano, de acordo com um protocolo que será assinado, esta segunda-feira, entre o Estado e a indústria da panificação e pastelaria. Segundo …

Falsos recibos verdes podem enfrentar "aumento de impostos desumano" em 2018

"Um aumento de impostos desumano", é o que antecipa o fiscalista Mendes da Silva sobre as mudanças no regime simplificado dos trabalhadores independentes, os chamados recibos verdes, que estão previstas no Orçamento de Estado para …

Bancos obrigados a comunicar mais cedo transferências para offshores

Os bancos serão obrigados a comunicar mais cedo à administração tributária a lista das transferências realizadas para contas sediadas em paraísos fiscais sempre que as movimentações ultrapassem os 15 mil euros. As declarações deveriam ser feitas …