Catalunha suspende Declaração de Independência à procura de diálogo com Madrid

Alberto Estevez / EPA

O presidente da Generalitat de Catalunya, Carles Puigdemont

O presidente do Governo catalão, Carles Puigdemont, declarou hoje no parlamento regional que assume o “mandato do povo” para que a Catalunha seja um “Estado independente”, mas propôs a suspensão dos seus efeitos para procurar o diálogo com Madrid.

“Há um antes e um depois de 01 de outubro. Conseguimos o que nos comprometemos. Chegados a este ponto histórico, assumo perante todos o mandato do povo para que a Catalunha se converta num Estado independente, sob a forma de República”, afirmou Carles Puigdemont, sendo fortemente aplaudido pela bancada independentista.

Perante os deputados regionais do Parlamento catalão, Puigdemont iniciou o discurso, no qual muitos catalães esperavam a Declaração Unilateral de Independência da Catalunha, sublinhando que há “necessidade imperiosa de reduzir a tensão e não contribuir para a aumentar com palavras ou ações”.

“Estamos aqui porque a 01 de outubro a Catalunha celebrou um referendo de autodeterminação, em condições mais do que difíceis, incluindo violentos ataques policiais”, salientou Puigdemont, que interveio em catalão.

Após um longo discurso de quase uma hora, o presidente do Governo catalão acabou por fazer um apelo à sensatez, ao sentido de responsabilidade e à pacificação, e propôs a suspensão dos efeitos do referendo “para procurar o diálogo com Madrid”.

“Não temos nada contra Espanha e contra os espanhóis, pelo contrário, queremos entender-nos melhor”, declarou Puigdemont. “Nós não somos loucos, nós não somos rebeldes, nós somos apenas pessoais que querem votar“, justificou-se, enquanto criticava duramente a reacção repressiva da Espanha ao referendo.

O presidente regional afirmou nos últimos dias que iria declarar a independência brevemente, mas nunca disse quando. Inicialmente os grupos parlamentares independentistas da Catalunha tinham marcado o plenário para esta segunda-feira, mas o Tribunal Constitucional espanhol suspendeu a sessão.

Desde a noite do referendo de 1 de outubro, o presidente regional da Catalunha tem insistido numa mediação internacional entre o governo regional e o Governo de Mariano Rajoy.

Para já, a Suíça foi o único país a oferecer-se para ajudar nesse processo. Esta terça-feira, Emmanuel Macron sublinhou que França não desempenhará esse papel e também que a UE não deverá fazê-lo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Carlos Amaral Dias terá ficado retido na ambulância avariada durante uma hora

Os resultados de um inquérito aberto pelo INEM apontam para que Carlos Amaral Dias tenha ficado dentro de uma ambulância avariada durante uma hora. De acordo com o Jornal de Notícias, a equipa da ambulância dos …

Luanda Leaks. Mário Leite Silva renuncia à presidência do Banco de Fomento Angola

O presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento Angola (BFA), Mário Leite Silva, gestor de Isabel dos Santos, renunciou ao cargo, com efeitos a partir de 22 de janeiro. A informação foi transmitida …

Tempestade “Glória” faz pelo menos nove mortos em Espanha

Pelo menos nove pessoas morreram e outras quatro estão dadas como desaparecidas em Espanha na sequência da passagem da tempestade “Glória”, intempérie que atinge o país desde o passado fim de semana. As autoridades confirmaram cinco …

Há um "milagre da multiplicação" dos votos que os deputados querem travar

Todos os partidos concordam: é preciso travar o "milagre da multiplicação" dos votos na Assembleia da República. Estabelecer regras objetivas para o fazer é o mais complicado. Os deputados começaram esta quarta-feira a discutir como “regrar” …

Pensões entre 877 e 2600 euros têm aumento mínimo de 6,14 euros

Os pensionistas que ganham entre 877,6 e os 2558 euros brutos por mês vão ter aumentos acima dos 0,24% que inicialmente se calculou com base na taxa de inflação (sem habitação) apurada até novembro do …

PCP quer travar "ameaça de despejos" no final deste ano

O PCP entregou uma proposta de alteração ao Orçamento do estado para 2020 para manter congeladas as rendas antigas, quando os locatários tenham um rendimento inferior a cinco salários mínimos nacionais. O PCP quer manter congeladas …

CDS/Congresso: Carlos Meira disponível para acordo que vença João Almeida

Carlos Meira, candidato à liderança do CDS-PP, admite estar disponível para se unir a Filipe Lobo d'Ávila e Francisco Rodrigues dos Santos para vencer João Almeida e lutar "contra o sistema". Carlos Meira, militante de Viana …

Manuais gratuitos também no privado e no cooperativo. Iniciativa Liberal quer igualdade na Educação

O Iniciativa Liberal (IL) propôs uma alteração ao Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) na área da educação, que passa por fornecer manuais escolares gratuitos a todos os alunos da escolaridade obrigatória, quer frequentem o ensino …

Bezos lembra que Governo saudita assassinou um jornalista. ONU pede investigação a pirataria

Dois peritos das Nações Unidas dizem que Mohammed Bin Salman acedeu a informações pessoais de Jeff Bezos para tentar influenciar cobertura do The Washington Post sobre a Arábia Saudita. Depois de uma investigação do The Guardian …

MAI abre inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por agente da PSP

O Ministério da Administração Interna (MAI) já abriu um inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por um agente da PSP, na Amadora, de maneira a apurar responsabilidades. "O Ministro da Administração Interna …