Governo admite prolongamento do lay-off (adaptado) até ao final do ano

António Cotrim / Lusa

Enquanto se espera pela “bazuca” do Banco Central Europeu (BCE), que deverá comprar até 15,8 mil milhões de euros em obrigações do Tesouro, o Governo vai lançar o Plano de Estabilização Económico e Social (PEES). O regime de lay-off é das medidas mais reclamadas e o Governo admite mantê-lo até ao fim do ano.

A chamada “bazuca” do Banco Central Europeu (BCE), que vai comprar até 15,8 mil milhões em obrigações do Tesouro português – e que deverá cobrir toda a dívida portuguesa emitida devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, não deverá estar em marcha até ao fim do ano.

O Governo vai lançar o Plano de Estabilização Económico e Social (PEES), que estará assente em quatro pilares: redução da burocracia; plano de apoio às microempresas; apoio à manutenção do emprego; e um reforço do SNS e da educação (ensino à distância para todos os alunos).

Para estabelecer este programa, António Costa quer o consenso de todos os partidos e parceiros sociais que têm até este domingo para para fazer chegar as propostas ao primeiro-ministro.

De acordo com o semanário Expresso, o regime de lay-off, que é a medida mais reclamada, deverá manter-se até ao final do ano, mas deverá ser diferente do regime simplificado atual.

“Continuará a haver uma medida no que diz respeito à manutenção do emprego, provavelmente terá uma configuração diferente da atual”, avançou o secretário de Estado-adjunto do primeiro-ministro, Tiago Antunes, ao semanário.

De acordo com o Jornal Económico, a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, disse que Governo está a desenhar um novo instrumento de apoio às empresas e o lay-off simplificado poderá evoluir para um modelo adaptado à atual fase da retoma da atividade.

De acordo com o ECO, o PSD, PAN e BE entregaram, na sexta-feira, um texto conjunto que estabelece o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes, independentemente do seu volume de faturação e com efeitos retroativos ao início do regime em causa.

Associado ao novo regime de lay-off, seguirá a regulamentação de uma medida de apoio de 635 euros por trabalhador que saia do lay-off.

O PSD defende o prolongamento do regime de lay-off simplificado até ao fim de setembro. Já Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, é contra a “normalização” deste apoio.

Também Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, aconselhou o Governo a prolongar o regime se tiver margem financeira para isso.

Para o turismo, os representantes da área defenderam medidas “a fundo perdido” e colocaram em cima da mesa o fim do pagamento especial por conta em 2020. Costa admitiu avaliar a redução do IVA da restauração para os 6%.

No plano social, haverá mexidas nos apoios às novas formas de trabalho (teletrabalho) e será incluída uma medida para responder à carência alimentar.

Costa quer lançar um plano de “pequenas obras” de rápida implementação, como a remoção total do amianto nas escolas, a redução de barreiras de acesso a pessoas com deficiência e a criação de faixas de combustível. Haverá ainda obras de conservação e de aumento da eficiência energética dos edifícios públicos.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

A Casa Branca contratou para a NOAA cientistas que defendem que as mudanças climáticas "são uma mentira"

Funcionários do governo norte-americano terão abordado cientistas com historial de críticas regulares sobre as mudanças climáticas causadas pelo homem, aos quais foram propostos cargos de gestão na NOAA. Segundo especialistas citados pela E&E News, esta …

United quase pede para Dalot sair

Adeptos pensavam que o português nunca mais ia jogar pela equipa principal do Manchester United. Jogou na Taça da Liga e não convenceu. O Manchester United seguiu para os quartos-de-final para a Taça da Liga inglesa, …

Testemunhas revelam que agentes de inteligência dos EUA consideraram sequestrar (e envenenar) Assange

Testemunhas anónimas revelaram em tribunal que planos para envenenar ou sequestrar Julian Assange da embaixada do Equador foram discutidos entre fontes da inteligência dos Estados Unidos e uma empresa de segurança privada que espiou o …

"Assassino do Twitter" assume ter matado 8 mulheres que partilharam pensamentos suicidas

O caso está a chocar o Japão. Perante o Tribunal de Tóquio, Takahiro Shiraishi declarou-se culpado, após ter assassinado e esquartejado oito mulheres e um homem em 2017. O assassino conheceu as vítimas através da rede …

"Como me mudar para o Canadá?" É o que os norte-americanos querem saber depois do debate presidencial

Depois do debate presidencial ficar marcado por diversas interrupções e insultos entre os candidatos à Casa Branca, são muitos os americanos a sentirem-se tentados a abandonar o país, e já escolherem o destino: o Canadá. Ao …

"Não toleramos insultos": Equipa abandona jogo decisivo ao intervalo

Comentário sobre a homossexualidade de um futebolista antecipou o final de um jogo de futebol. A mesma equipa tinha protestado outro encontro devido a insulto racista. O jogo de futebol entre San Diego Loyal e Phoenix …

Cofina condenada a pagar 3 milhões de euros ao Fisco

A Cofina, que detém o Correio da Manhã, a CMTV, a Sábado e o Jornal de Negócios, vai ter de pagar três milhões de euros à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) após ter perdido o …

Desfasamento do horário vigora até 31 de março de 2021 (e pode ser prolongado)

O regime excecional que contempla o desfasamento de horários vigora até 31 de março de 2021, podendo ser prolongado, e os trabalhadores sem transportes públicos que lhe permitam cumprir o horário podem opor-se. O diploma que …

Mário Centeno vai dar aulas na Universidade Nova

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, vai dar aulas na Universidade Nova, em Campolide, Lisboa, avança o jornal Público esta quinta-feira. O antigo ministro das Finanças do Governo de António Costa vai lecionar a …

ADSE quer pagar reembolsos atrasados em menos de dois meses

A ADSE quer resolver os atrasos de largos meses que se verificam nos reembolsos das despesas que os beneficiários fazem no regime livre em menos de dois meses. De acordo com o semanário Expresso, a intenção …