Afinal, trabalhadores em regime de lay-off vão pagar IRS

José Sena Goulão / Lusa

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira (D), acompanhado pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho

Os trabalhadores que forem colocados em regime lay-off vão ter de pagar IRS sobre o rendimento que recebam (cerca de dois terços do salário bruto).

Segundo a edição desta segunda-feira do Jornal de Negócios, os trabalhadores que forem colocados em lay-off vão ter de pagar IRS sobre o rendimento que recebam, seja em relação à parte suportada pela Segurança Social, seja em relação à parte assegurada pelo empregador.

Na sexta-feira, a bastonária da Ordem dos Contabilistas, Paula Franco, já tinha dito que entendia que o trabalhador abrangido pelo regime de lay-off “vai ficar sujeito a IRS”.

“Claro que nós temos tabelas progressivas em termos de IRS e portanto o que pode acontecer é que o valor relativo aos dois terços [da retribuição] não caia num valor sujeito” a impostos, disse. “Mas se cair num escalão que fique sujeito tem de se fazer a retenção na fonte.”

Tal como sempre acontece no IRS, o imposto será retido pela empresa de acordo com as tabelas de retenção na fonte, que poupam os rendimentos mais baixos.

O trabalhador terá ainda de fazer descontos para a Segurança Social (11%). Como pagará IRS, ao contrário do que indicavam as primeiras simulações, o rendimento líquido será ainda mais baixo do que o inicialmente previsto, pelo menos no caso de rendimentos médios e elevados.

O Governo estima que o número de trabalhadores que venham a usufruir do regime de lay-off chegue a um milhão.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Depois digam mal do ministro holandês. É esto o estado chulo que tem oprimido os Portugueses e Portugal!
    Mas o dinheiro para o aeroporto, para o lítio, para os magalhães, para as Portugal Telecom, bes, submarimos, bpn, etc para isso tudo nunca faltará.
    Venham agora bater no ministro holandês.

  2. Eu como ainda não ouvi nada de concreto do governo, até aqui só ouvi blá blá blá, referente ao que diz que aguda as Empresas, que estas vão comprar dinheiro aos bancos para nunca mais levantarem cabeça, Eu como contribuinte que ando a pagar desde 2008 aos bancos falidos dinheiro que lhes foi dado pelo governo a fundo perdido, agora não posso ir comprar o meu dinheiro aos bancos e com juros, como em tempo de crise todos temos que arregaçar as mangas, Eu tenho duas propostas ao governo, primeira todos os políticos no ativo e na reforma enquanto não voltarmos à normalidade passam a receber por Mês 66% do ordenado mínimo nacional, segunda proposta o governo pagar a fundo perdido aos trabalhadores e gerentes das pequenas e medias Empresas e isenta as mesmas a fundo perdido da TSU só até estamos a laborar na normalidade, e o governo pode ter a certeza que a quantia a despender é uma gota no oceano comparado com o que demos aos bancos, se estas duas propostas que aqui referi não chegaram às nossas mãos com muita urgência, tem que pagar aos trabalhadores despedidos o fundo de desemprego por falência de Empresas, António Barata

RESPONDER

Norte sem contágios por covid-19. Grande Lisboa regista 96,5% dos novos casos

Portugal regista hoje 1.424 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 32.700 infectados, mais 200, segundo o boletim da Direcção-Geral de Saúde (DGS). 193 dos novos casos são na área …

Aviões deixam de ter lotação reduzida a partir desta segunda-feira

Os aviões deixam, a partir desta segunda-feira, de ter a lotação de passageiros reduzida a dois terços, mas o uso de máscara comunitária é obrigatório. O Governo alinhou, assim, as regras nacionais pelas regras europeias no …

Marcelo pede que não se passe do "8 para o 80" e alerta para imagem do país

O Presidente da República reiterou hoje o apelo à população para que não se passe “do 8 para o 80” nas medidas de prevenção da covid-19, alertando para os riscos da imagem do país “cá …

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …

Pescadores já podem capturar sardinha, mas recuo no consumo é uma preocupação

Os pescadores voltam a poder capturar sardinha, a partir desta segunda-feira, e até 31 de julho, com limites diários e semanais, segundo um despacho publicado em Diário da República. De acordo com o diploma, assinado pelo …

Madeirense contesta quarentena obrigatória em Tribunal (e há uma sentença que lhe dá razão)

Uma cidadã madeirense que chegou no domingo à Madeira e recusa cumprir quarentena num hotel entregou um pedido de ‘habeas corpus’ no Juízo de Instrução Criminal do Tribunal do Funchal. A acompanhar o pedido está …

Idade é o maior factor de risco para se ser internado ou morrer de covid-19

As pessoas com idades entre os 70 e os 79 anos infetadas pelo novo coronavírus têm uma probabilidade de ser internadas em cuidados intensivos 10,4 vezes superior à de uma pessoa até aos 50 anos. Os …

Turismo de Portugal tem 10 milhões para apoiar campanhas de empresas que promovam o país

O Turismo de Portugal tem dez milhões de euros, que vão servir para financiar iniciativas “de valorização, inovação e promoção do destino Portugal” até 2025. A dotação de dez milhões de euros, aprovada por despacho de …

"Perdi quase tudo no casino." Daniel Kenedy explica adeus ao futebol com o vício

O ex-futebolista Daniel Kenedy, que passou por clubes como Benfica, FC Porto, Marítimo e Sporting de Braga, revela que perdeu "quase tudo" no casino por causa do vício do jogo, apontando este problema como uma …