Suíça vence Albânia e iguala França no topo do Grupo A

Jean Christophe Bott / EPA

O médio suíço Granit Xhaka abraço o irmão, o médio da Albânia Taulant Xhaka

O médio suíço Granit Xhaka abraço o irmão, o médio da Albânia Taulant Xhaka

Um golo de Fabian Schär garantiu hoje a vitória à Suíça frente à Albânia, em jogo do Grupo A do Euro2016 de futebol, no qual a formação albanesa jogou reduzida a 10 desde os 37 minutos.

Fabian Schär inaugurou o marcador aos cinco minutos, na sequência de um pontapé de canto cobrado por Xherdan Shaqiri, ao ganhar nas alturas ao guarda-redes albanês.

No seu jogo de estreia em fases finais de Europeus, a Albânia criou a primeira situação de perigo aos 26 minutos, por intermédio de Taulant Xhaka, irmão de Granit Xhaka, titular na equipa suíça, que rematou ao lado da baliza de Sommer.

A formação albanesa, a única que derrotou Portugal no apuramento para o Euro2016, vencendo por 1-0 em Aveiro no jogo que acabou por ditar a saída do selecionador Paulo Bento, voltou a criar perigo aos 34 minutos.

Na sequência de um passe de Amir Abrashi, o avançado Armando Sadiku desmarcou-se bem, mas acabou por rematar fraco, para uma defesa fácil do guarda-redes suíço.

Aos 37 minutos, a seleção albanesa ficou reduzida a 10, depois de o ‘capitão’ Lorik Cana ter visto o segundo cartão amarelo e consequente vermelho, após uma falta sobre Haris Seferovic.

Na sequência do livre que puniu a falta de Cana, a Suíça, adversária de Portugal no apuramento para o Mundial2018, Blerim Dzemaili rematou forte ao poste da baliza defendida por Berisha.

Ainda antes do intervalo, os helvéticos, que até hoje somavam cinco vitórias e um empate em confrontos com os albaneses, voltaram a criar perigo, por intermédio de Haris Seferovic que, após passe de Granit Xhaka, rematou para uma boa defesa de Berisha.

Com a equipa reduzida a 10, o selecionador da Albânia, o italiano Gianni Di Biasi, optou por não fazer substituições ao intervalo, fazendo apenas recuar o médio Burim Kukeli para o lugar do central Lorik Cana.

Aos 62 minutos, ambos os treinadores mexeram nas equipas, com Di Biasi a refrescar o meio-campo trocando Taulant Xhaka por Ergys Kace e o selecionador da Suíça a mexer no ataque, fazendo sair Admir Mehmedi para a entrada Breel Embolo.

A 15 minutos do fim do encontro e numa altura em que a Suíça não conseguia chegar ao golo da “tranquilidade”, o selecionador da Albânia voltou a mexer na equipa, trocando o médio Odise Roshi pelo avançado Sokol Cikalleshi.

Vladimir Petkovic também mexeu na equipa, trocando Blerim Dzemaili por Fabian Frei, pouco antes de Armando Sadiku rematar à malha lateral da baliza helvética, após passe de Elseid Hysaj.

A Albânia podia ter chegado ao empate aos 88 minutos, por intermédio de Shkelzen Gashi, que entrou quatro minutos antes para o lugar de Armando Sadiku, mas o guarda-redes suíço Yann Sommer negou o golo ao avançado, que surgiu isolado.

Apesar de ter disposto de mais oportunidades que o adversário a Suíça, que com este triunfo reparte o comando do Grupo A com a França, que na sexta-feira derrotou a Roménia por 2-1, foi incapaz de ampliar a vantagem.

Na segunda jornada do Grupo A, marcada para quarta-feira, a Suíça defronta a Roménia e a Albânia joga com a anfitriã França.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 10 de Junho de 2016
França – Roménia, 2 – 1

Sábado, 11 de Junho de 2016
Albânia – Suíça, 0 – 1
País de Gales – Eslováquia, 2 – 1
Inglaterra – Rússia, 1 – 1

Domingo, 12 de Junho de 2016
Turquia – Croácia, 0-1
Polónia – Irlanda do Norte, 1-0
Alemanha – Ucrânia, 2-o

Segunda-feira, 13 de Junho de 2016
Espanha – Rep. Checa, 1-0
Rep. Irlanda – Suécia, 1-1
Bélgica – Itália, 0-2

Terça-feira, 14 de Junho de 2016
Áustria – Hungria, 17:00
Portugal – Islândia, 20:00

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

Novo ano letivo marcado pelo recorde de pedidos de bolsas de estudo no superior

Número crescente de alunos e perda de rendimentos das famílias são duas das razões apontadas para os pedidos recorde. O ano letivo 2021/22 ainda agora arrancou, mas já está a bater recordes no que respeita aos …

Urgências em Lisboa estão cheias. Situação pode piorar nas próximas semanas

As urgências do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, estão em situação crítica, com tempos de espera elevados. A situação de calamidade multiplica-se em vários hospitais do país, de …

Portugal já tem 86% da população totalmente vacinada contra a covid-19

A vacinação completa contra a covid-19 abrange já 86% da população portuguesa e são já mais de nove milhões de pessoas as que têm pelo menos uma dose da vacina, de acordo com os dados …

Direção do CDS desautoriza Telmo Correia e defende eleições "o mais brevemente possível"

A direção do CDS-PP não gostou de ouvir o líder parlamentar dizer que a melhor altura para realizar eleições legislativas seria no final de janeiro ou fevereiro. Depois de uma reunião com o presidente da Assembleia …

Órban e Le Pen apoiam a Polónia e criticam "imperialismo" da UE

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Órban, e a líder da União Nacional (RN, na sigla em francês), Marine Le Pen, manifestaram esta terça-feira apoio à Polónia no conflito que mantém com a UE, a qual acusam …

Após goleada frente ao Bodø/Glimt, Mourinho põe de lado quatro jogadores

Em duas convocatórias consecutivas, José Mourinho deixou de fora quatro futebolistas que participaram na derrota por 6-1 frente ao Bodø/Glimt. Naquela que foi a maior derrota de sempre da carreira de José Mourinho, o Tottenham perdeu …

O que cai e o que fica: as medidas que o chumbo do OE deita por terra e as que permanecem

O grosso das medidas previstas na proposta de Orçamento do Estado para 2022 não deverá sair do papel. As aprovadas em Conselho de Ministros, por sua vez, manter-se-ão viáveis, já foram discutidas fora da sede …

Truque permite que o Orçamento não seja votado esta quarta-feira

Há um mecanismo que, se for acionado, permite que o Orçamento do Estado para 2022 sobreviva mesmo que não seja votado. O Orçamento do Estado para 2022 pode baixar à comissão sem votação. Este mecanismo, nunca …

Conceição reconhece supremacia do Santa Clara e admite culpa na derrota

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, reconheceu que o Santa Clara foi superior e diz-se culpado pela derrota pesada que deixa o clube fora da Taça da Liga. O FC Porto está fora da Taça …

"Vechtpartij", quadro de Jan Steen.

Antigos jogos de bebida acabavam em vinho derramado e esfaqueamentos

Hoje vistos como jogos de diversão para jovens, na antiguidade, os drinking games (jogos de bebida) eram comuns em toda a sociedade — e, por vezes, terminavam mal. O kottabos era um antigo jogo de bebida …