Costa recusa Bloco Central, mas vai jogar à esquerda e à direita

Hugo Delgado / Lusa

O secretário-geral do Partido Socialista (PS), António Costa

O secretário-geral do PS considerou “atípica” e nada favorável à estabilidade política a mensagem ao país do Presidente da República, advertindo Cavaco Silva que não basta falar “com o líder do seu partido”, Pedro Passos Coelho.

Esta posição foi assumida pelo secretário-geral do PS no final da reunião da Comissão Política dos socialistas, depois de confrontado com o teor da comunicação ao país feita pelo Presidente da República, na terça-feira à noite, em que anunciou ter convidado Pedro Passos Coelho para iniciar diligências tendo em vista a formação de um novo Governo.

“O Presidente da República, se quer ser um promotor de diálogo, não deve considerar que é suficiente falar com o líder do seu partido”, disse o líder socialista, considerando que Cavaco Silva “deve promover a audição das diferentes forças políticas”.

António Costa também considerou que a ideia de um “bloco central” é “pouco saudável”, sublinhando que “diminui a possibilidade de geração de alternativas”.

O líder socialista frisa que recebeu da Comissão Política “mandato” para falar com todos os partidos, à Direita e à Esquerda, no sentido de “tentar encontrar boas soluções programáticas para o país”.

Acordo PSD/CDS-PP prevê entendimentos autónomos com o PS

Esta ideia de um “Bloco Central” parece também negada, à partida, pela Coligação PSD/CDS, o que se pode depreender do texto de acordo para a formação do governo a que a Lusa teve acesso.

O “Acordo de Governo e de colaboração mútua” entre PSD e CDS-PP estabelece que os dois partidos vão constituir “grupos parlamentares autónomos” que se comprometem a “votar solidariamente” a eleição do presidente da Assembleia da República, propostas de referendo e actos parlamentares que requeiram maioria absoluta ou qualificada, incluindo projectos de revisão constitucional.

O porta-voz do PSD, Marco António Costa, anunciou, entretanto, que Passos Coelho vai contactar António Costa com o intuito de “criar uma solução governativa que seja consistente” e assegure “estabilidade”.

Este encontro entre os lideres de PS e PSD deve ocorrer ainda durante esta semana.

Entretanto, o Bloco de Esquerda, pela voz da dirigente Mariana Mortágua, voltou a desafiar o PS para uma solução de Governo que “rompa com a austeridade”, reiterando que não será pelo seu partido que “a direita estará no poder” com minoria parlamentar.

Mariana Mortágua acusou ainda Cavaco Silva de fazer “pressão para um Governo de direita”.

Socialistas divididos

No seio do PS não parece haver um entendimento claro quanto à postura do partido neste processo. E se por um lado há quem defenda uma “negociação séria” com BE e PCP, como frisa João Soares, há quem seja contra esse possibilidade, nomeadamente Vera Jardim.

“Vejo o diálogo com a coligação PSD/CDS. Com a esquerda não vejo capacidade nenhuma de diálogo”, declarou o antigo ministro da Justiça Vera Jardim antes do início da reunião da Comissão Política socialista.

“Espero que o PSD e o CDS, por estes dias, tenham feito uma aprendizagem no sentido do compromisso necessário”, declarou ainda.

Em sentido contrário, João Soares defende uma “negociação séria” com BE e PCP para obter uma “maioria absoluta de esquerda” que permita ao país ter um governo “estável” durante quatro anos.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ainda ontem no telejornal ouvi o alvaro beleza dizer “somos um partido social democrata” ora o acordo será PS+D, aliás como é habitual.

RESPONDER

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …

Uber investe 90 milhões em novo ‘hub’ e sede em Lisboa e espera contratar mais 200 pessoas

A Uber está a investir 90 milhões de euros num novo ‘hub’ e sede de operações em Lisboa, hoje inaugurados, criando mais de 400 empregos diretos e pretendendo contratar mais 200 pessoas até final do …

Máscara nos espaços fechados e eventual terceira dose em massa - as conclusões da reunião no Infarmed

Terminou há momentos a reunião do governo com especialistas no Infarmed sobre o balanço da evolução da pandemia e as recomendações das medidas que devem ser adoptadas nesta nova fase. A reunião começou com as …

"Cruzeiro espacial" da SpaceX com quatro civis já está em órbita

Voo espacial terá a duração de três dias e cada um do seus tripulantes (quatro civis) terá uma tarefa na missão. Ainda assim, viagem tem um objetivo nobre e social. Passo a passo, Elon Musk parece …

Líder do PAN faz queixa no Ministério Público depois de ser ameaçada de morte

A deputada mostrou no Twitter o tipo de insultos e ameaças que tem recebido e avisa que não se vai calar ou permitir que o desrespeito continue. Inês Sousa Real foi insultada e ameaçada nas redes …

Árbitro foi muito "benévolo" com o FC Porto

O golo de Taremi e a expulsão de Mbemba originaram protestos portugueses. Os espanhóis têm uma visão diferente. O Atlético de Madrid-FC Porto contou com duas boas equipas em campo e uma "que esteve menos bem", …

Buraco na camada de ozono ultrapassa o tamanho da Antártida

A dimensão do buraco na camada de ozono no hemisfério sul ultrapassou o tamanho da Antártida, continente com cerca de 14 milhões de quilómetros quadrados, anunciou hoje o serviço europeu Copernicus, de monitorização da atmosfera. “O …

Políticos e especialistas querem legalizar canábis (com impostos para prevenir o consumo)

Um grupo de 65 personalidades, entre especialistas médicos e ex-ministros, apela à legalização da canábis, considerando que é a melhor forma de prevenir o consumo desta droga, nomeadamente através dos impostos aplicados ao sector. Esta carta …