Cavaco convoca Passos a “encontrar solução de governo”

presidencia.pt

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, com o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, com o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva

O Presidente da República anunciou hoje que encarregou o líder do PSD de desenvolver diligências para avaliar as possibilidades da constituição de uma «solução governativa que assegure a estabilidade política e a governabilidade do país».

«Tendo em conta os resultados das eleições para a Assembleia da República, em que nenhuma força política obteve uma maioria de mandatos no Parlamento, encarreguei o Dr. Pedro Passos Coelho de desenvolver diligências com vista a avaliar as possibilidades de constituir uma solução governativa que assegure a estabilidade política e a governabilidade do país», afirmou o chefe de Estado, numa comunicação ao país.

Lembrando os «complexos desafios» que o país enfrenta, Cavaco Silva apontou algumas condições a cumprir pelo novo Governo, considerando que deverá dar garantias firmes de que respeitará os compromissos internacionais assumidos pelo Estado e as grandes opções estratégicas adotadas pelo país «desde a instauração do regime democrático e sufragadas, nestas eleições, pela esmagadora maioria dos cidadãos».

O Presidente reiterou que não se substituirá aos partidos no processo de formação do Governo, mas sublinhou que este “é o tempo do compromisso”, onde a cultura da negociação deverá estar sempre presente.

“Portugal necessita, neste momento da nossa história, de um governo com solidez e estabilidade. Este é o tempo do compromisso. O país tem à sua frente um novo ciclo político, em que a cultura do diálogo e da negociação deve estar sempre presente”, afirmou o chefe de Estado.

Passos vai contactar Costa para solução governativa de estabilidade

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, vai contactar o líder do PS, António Costa, com o objetivo de “criar uma solução governativa que seja consistente” e assegure “estabilidade”, anunciou hoje o porta-voz do PSD.

Em declarações aos jornalistas, à margem de uma reunião do Conselho Nacional do PSD, num hotel de Lisboa, Marco António Costa não quis estabelecer “calendários” para os contactos com o PS, nem adiantou se está somente em causa a procura de um apoio parlamentar, ou se estará a ser equacionada a participação dos socialistas no Governo.

O socialista João Soares defendeu que o PS deve conduzir uma “negociação séria” com BE e PCP para obter uma “maioria absoluta de esquerda” que permita ao país ter um governo “estável” durante quatro anos.

“O PS deve comprometer-se seriamente na obtenção de uma maioria absoluta de esquerda que permita ao país ter um governo estável durante quatro anos, dispondo de uma maioria parlamentar absoluta”, vincou Soares à entrada para a sede do PS, no Largo do Rato, em Lisboa, onde esta noite decorre uma reunião da Comissão Política do partido.

O vice-presidente do CDS/PP, João Almeida, afirmou que o seu partido comunga da interpretação do Presidente da República dos resultados eleitorais, sublinhando que está a trabalhar para uma solução de Governo e para “construir consensos” necessários à estabilidade.

“A comunicação do senhor Presidente da República vem no sentido em que o CDS interpreta o que foram os resultados eleitorais. Houve uma vitória clara da coligação Portugal à Frente, o que faz com que esta coligação tenha a responsabilidade de gerar uma solução de Governo”, afirmou João Almeida.

O líder parlamentar do PCP, João Oliveira, afirmou que o Presidente da República está a “patrocinar a manutenção no Governo das mesmas forças políticas que os portugueses disseram nas urnas que não queriam que continuassem”.

O deputado comunista lamentou a opção de Cavaco Silva de “avançar num caminho”, previamente à “auscultação de todos os partidos para tomar uma decisão”.

A líder parlamentar de “Os Verdes”, Heloísa Apolónia, afirmou que Cavaco Silva “está a provar que não consegue ser isento”, considerando que existe um benefício do PSD em relação à constituição de um novo executivo, após as eleições de domingo.

“‘Os Verdes’ entendem que o Presidente está a provar que não consegue ser isento. Está nitidamente a favorecer o PSD e o CDS relativamente à formação de Governo, pretende que as políticas que estes partidos prosseguiram continuem”, disse Heloísa Apolónia, no parlamento.

O deputado comunista lamentou a opção de Cavaco Silva de “avançar num caminho”, previamente à “auscultação de todos os partidos para tomar uma decisão”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …

Cortina do abraço permite às famílias reencontrar os familiares num lar de São Paulo

Abraçar, tocar e até dançar. Uma cortina do abraço permite que filhos visitem seus pais residentes numa casa de repouso em São Paulo. O empresário Bruno Zani, autor da criação, pretende agora colocar a cortina …

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas com os amigos

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas não só com as suas progenitoras mas também com os seus pares, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido. De acordo …

Entre uma "história de recusas" e uma “opção clara” pelos interesses do grande capital

A líder do BE disse hoje que a legislatura do Partido Socialista tem sido a “história das recusas” tanto sobre um acordo no final das eleições 2019, seja na recusa dum Orçamento Suplementar para lá …

Homem morre nos Estados Unidos depois de receber mais de 50 choques taser na sua detenção

Dos agentes da polícia da cidade de Wilson, no estado norte-americano do Oklahoma, foram nesta quarta-feira acusados de homicídio em segundo grau pela morte de um homem durante a sua detenção. De acordo com o …

TESS fornece novas ideias sobre um mundo ultra-quente

Medições do TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da NASA permitiram aos astrónomos melhorar bastante a sua compreensão do ambiente bizarro de KELT-9b, um dos planetas mais quentes conhecidos. "O factor de estranheza de KELT-9b é alto," …

Bill Gates elenca quatro pilares-chave para combater a pandemia

O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, elencou quatro pilares que a sua fundação considera essenciais para combater a pandemia de covid-19, que já matou mais de 520 mil pessoas em todo o mundo. Segundo o norte-americano, …

Tesla já vale mais do que a Toyota, Disney e Coca-Cola

As ações da Tesla chegaram esta quarta-feira a um preço recorde de 1.120 dólares por ação, levando a empresa de Elon Musk a superar a cotação de mercado de grandes empresas como a Coca-Cola ou …