Se Costa formar Governo coligação PSD/CDS desfaz-se

José Sena Goulão / Lusa

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Pedro Passos Coelho, e o presidente do CDS, Paulo Portas, da "Coligação Portugal à Frente" (PàF) cumprimentam-se após reagir aos resultados das Eleições

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Pedro Passos Coelho, e o presidente do CDS, Paulo Portas, da “Coligação Portugal à Frente” (PàF) cumprimentam-se após reagir aos resultados das Eleições

Caso o Executivo liderado por Passos Coelho seja chumbado no Parlamento, o acordo de Governo entre o PSD e o CDS, assinado três dias após as legislativas de 4 de outubro, será desfeito.

Legislativas 2015

De acordo com o Público, as bancadas passarão a estar separadas e terão dois líderes autónomos – Luís Montenegro, do PSD, e Nuno Magalhães, pelo CDS -, que serão eleitos já na próxima quinta-feira.

No entanto, apesar do fim da coligação no caso da esquerda aprovar uma moção de rejeição ao programa de Passos, os dois partidos prometem uma estratégia concertada de oposição no Parlamento.

Em termos práticos, segundo o Público apurou junto de várias fontes da coligação, os dois partidos poderão adotar posições separadas quando tal for considerado mais conveniente para ambos, mas deverão continuar a apresentar projectos de lei em conjunto, como aconteceu quase sempre nos últimos quatro anos.

Contudo, os dirigentes da coligação já têm também em mente a possibilidade de que um eventual Executivo de esquerda poderá ser, também, apenas a prazo.  Nesse cenário, descreve o jornal, PSD e CDS votarão contra as iniciativas de esquerda mesmo que o número de deputados não trave a aprovação.

Paulo Portas já veio dizer que um eventual Governo do PS “estaria ferido de ilegitimidade política desde o primeiro dia”, apontando esse Executivo como um produto da “minoria relativa dos que perderam as eleições”.

Também Marco António Costa, porta-voz do PSD, disse em entrevista ao Diário de Notícias que não é possível “pactuar” ou “alimentar” um Governo que não consideram legítimo, acrescentando que “se o PS casar com o PCP e com o BE é para a vida”.

Além disso, perante novas eleições legislativas, PSD e CDS poderão muito provavelmente correr novamente em conjunto.

Por agora, durante esta semana, o Governo prepara o programa que deverá ser aprovado no Conselho de Ministros de quinta-feira e ser enviado no próprio dia ou na sexta-feira para o Parlamento. A estrutura do programa serão as propostas com que a coligação PSD/CDS se apresentou às eleições, mas já é conhecido que dará um sinal de abertura ao diálogo e compromisso com o PS.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Portugal foi o país da Europa que mais pagou a agentes de futebol

Em 2019, Portugal foi o país da Europa que mais gastou em comissões a agentes nos processos de venda de jogadores de futebol. Os números são de um relatório FIFA, citado esta quinta-feira pelo Jornal de …

"Agregar, agregar, agregar". Se vencer, Pinto Luz conta com Rio e Montengro

O candidato à liderança do PSD Miguel Pinto Luz disse que caso vença as diretas de 11 de janeiro quer contar os seus adversários nesta corrida - o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o …

Açores são o único arquipélago do mundo com certificado de destino turístico sustentável

Os Açores são a primeira região do país certificada como destino turístico sustentável, distinção atribuída a apenas 13 regiões no mundo e entregue esta quinta-feira com a categoria de "prata" pela certificadora Earthcheck. "É com profundo …

Kendrick Lamar atua em data extra do Alive

O rapper norte-americano Kendrick Lamar vai atuar a 8 de julho, num dia extra do festival Alive, no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras. Esta será a terceira vez que o rapper atua em Portugal, tendo …

Hugh Grant em campanha porta a porta contra Boris Johnson e o Brexit

Hugh Grant está em campanha contra o primeiro-ministro do seu país. O ator britânico decidiu juntar-se aos trabalhistas e liberais democratas para derrotar Boris Johnson e, nos últimos dias, tem participado em ações de campanha …

Sarah previu a vitória de Trump em 2016. Agora, alerta para o perigo das redes sociais

Sarah Kendzior, que previu a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de 2016, diz que as redes sociais podem ser utilizadas como uma arma política. Quando quase todos menosprezavam a corrida eleitoral de Donald Trump …

Marcelo "afasta-se" do encontro entre Pompeo e Netanyahu

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garantiu esta quinta-feira que o encontro, que decorre em Lisboa, entre o secretário de estado dos Estados Unidos e o primeiro ministro israelita "é uma realidade que …

Economia portuguesa cresce acima da média europeia

As economias da zona euro e da União Europeia (UE) mantiveram, no terceiro trimestre, o ritmo de crescimento do período homólogo, respetivamente 1,2% e 1,4%, com Portugal a avançar acima da média (1,9%). Segundo revelou o …

Atendimento a sem-abrigo passa a ser feito independentemente da morada

O atendimento de emergência a pessoas sem-abrigo passa a poder ser feito em qualquer centro distrital da Segurança Social, independentemente da morada em que a pessoa está registada ou da existência de um processo familiar, …

Catarina Martins presente na contra-cimeira do clima em Madrid

A coordenadora do BE integra a comitiva bloquista que, na sexta-feira, vai a Madrid para a manifestação da contra-cimeira do clima, enquanto decorre na capital espanhola a cimeira da Organização das Nações Unidas, a COP25. Em …