Chefe do Exército volta a nomear os cinco comandantes exonerados

(dr) presidencia.pt

O Chefe do Estado-Maior do Exército, General Frederico José Rovisco Duarte

O chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte, voltou a nomear para os mesmos cargos os cinco comandantes que tinha exonerado para não perturbar as averiguações internas sobre o furto de material de guerra em Tancos.

“O Exército informa que os oficiais em causa foram nomeados pelo Chefe do Estado-Maior do Exército para os mesmos cargos, com efeitos a partir de 18 de julho de 2017”, é referido num comunicado do Exército.

A decisão foi tomada “considerando que com a conclusão destas averiguações se encontram ultrapassadas as razões que justificaram a exoneração dos comandantes”.

A exoneração destes militares tinha sido anunciada no passado dia 01 pelo chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte, em declarações à RTP.

“Não quero que haja entraves às averiguações e decidi exonerar os cinco comandantes das unidades que de alguma forma estão relacionadas com estes processos”, anunciou Rovisco Duarte, em declarações à RTP.

O porta-voz do ramo, tenente-coronel Vicente Pereira, esclareceu posteriormente que estas exonerações visavam um “afastamento temporário” e que no final das investigações internas poderiam “voltar a funções”.

Os militares exonerados eram o comandante da Unidade de Apoio da Brigada de Reação Rápida, tenente-coronel Correia, o comandante do Regimento de Infantaria 15, coronel Ferreira Duarte, o comandante do Regimento de Paraquedistas, coronel Hilário Peixeiro, o comandante do Regimento de Engenharia 1, coronel Paulo Almeida, e o comandante da Unidade de Apoio de Material do Exército, coronel Amorim Ribeiro.

A decisão do CEME de exonerar os cinco comandantes de unidade suscitou polémica no Exército, com dois generais da estrutura superior do Exército a assumirem publicamente a sua discordância face à forma como o Rovisco Duarte geriu este caso.

O tenente-general António de Faria Menezes pediu a exoneração do comando das Forças Terrestres, ocupado agora em “suplência” pelo número 2, major-general Cóias Ferreira.

A segunda “baixa” foi a do tenente-general Antunes Calçada, que pediu a passagem à reserva por, segundo noticiou o semanário Expresso, “divergências inultrapassáveis” com o CEME alegadamente devido à forma como o general Rovisco Duarte decidiu exonerar os cinco comandantes.

// Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Pior a emenda que o sinete.
    Se foi mau exonerar, ainda é pior renomear depois do que se têm falado e do muito que há ainda por saber.
    Porque foram exonerados???
    Porque foram renomeados???

  2. pois foi só uma forma de pagar uma indemnização e voltar a integrar com mais uns milhares no bolso.
    Obrigado costa por teres acabado com a austeridade e pagarmos estes actos de gestão maravilhosa

  3. De facto vá-se lá entender este Chefe do Estado Maior do Exército. Quem é o responsável pelo desaparecimento das armas? Ninguém! Não reconheço estas Forças Armadas. Será que perdi 18 meses no meu tempo de serviço militar obrigatório?

Há dois mil enfermeiros em casa em vigilância ativa (e 363 infetados)

De acordo com o comunicado da Ordem dos Enfermeiros, que sublinha a necessidade de testar estes profissionais, "já não há nenhum distrito sem enfermeiros infetados". Quase dois mil enfermeiros estão, atualmente, em casa em situação de …

Atribuição de certificados de imunidade tem de ser vista com cuidado

A imunologista Akiko Iwasaki diz que "ter anticorpos" contra o coronavírus "não significa" que "se vai estar protegido de uma reinfeção" ou que "não se vai contagiar". A imunologista japonesa Akiko Iwasaki afirmou, esta segunda-feira, que …

Mais de metade dos ventiladores que chegaram da China ficam na Grande Lisboa

A região Norte concentra 57% dos casos de covid-19, mas mais de metade dos 144 ventiladores que chegaram este domingo da China vão ficar na Grande Lisboa. Segundo o Público, os ventiladores são uma oferta feita …

Nova Iorque pondera enterrar temporariamente vítimas de covid-19 em parques urbanos

As autoridades de Nova Iorque, nos Estados Unidos, ponderam utilizar parques urbanos locais para enterrar temporariamente vítimas da pandemia de covid-19, anunciou o presidente do comité de saúde do conselho da cidade, Mark Levine. "Em breve, …

Ações de Isabel dos Santos arrestadas na NOS ascendem a 422 milhões

O Tribunal Central de Instrução Criminal arrestou em março 26,07% das ações da NOS, controladas indiretamente por Isabel dos Santos. No total, as ações ascendem a 422 milhões de euros. Segundo o Jornal Económico, a ZOPT, …

Vem aí uma Super Lua Rosa. É a maior de 2020

Na noite desta terça-feira, vai ser possível observar a maior e mais brilhante Lua cheia do ano de 2020. Chama-se "Super Lua Rosa". As superluas ocorrem quando a Lua está a 90% da sua abordagem mais …

Grávidas sem covid-19 voltam a ter acompanhantes no Hospital de Santa Maria

A suspensão, que decorria desde há 2 semanas no Hospital de Santa Maria, foi levantada "a pensar nos enormes benefícios para as grávidas nesse momento único", devido à "introdução de colheitas sistemáticas do novo coronavírus". As …

Miranda Sarmento acusa ministro da Economia de ter faltado à verdade

Joaquim Miranda Sarmento considera que o ministro da Economia "disse duas coisas que não são verdade" ao comentar as 18 propostas apresentadas pelo PSD esta segunda-feira. Em entrevista à Rádio Observador, Joaquim Miranda Sarmento, Presidente do …

Hospital da Cruz Vermelha acusa Francisco George de pôr em risco sobrevivência da unidade

Clínicos do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa (HCVP) acusam Francisco George de estar a colocar em risco "a sobrevivência clínica e económica" daquela unidade de saúde de Lisboa. Mais de 50 clínicos do Hospital da Cruz …

André Ventura acredita que será reeleito

A demissão do líder do Chega deverá ser feita oficialmente esta semana, mas André Ventura acredita que será reeleito com o apoio das distritais, das regionais e dos militantes. O líder da distrital do Porto apresentou …