Chefe do Exército volta a nomear os cinco comandantes exonerados

(dr) presidencia.pt

O Chefe do Estado-Maior do Exército, General Frederico José Rovisco Duarte

O chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte, voltou a nomear para os mesmos cargos os cinco comandantes que tinha exonerado para não perturbar as averiguações internas sobre o furto de material de guerra em Tancos.

“O Exército informa que os oficiais em causa foram nomeados pelo Chefe do Estado-Maior do Exército para os mesmos cargos, com efeitos a partir de 18 de julho de 2017”, é referido num comunicado do Exército.

A decisão foi tomada “considerando que com a conclusão destas averiguações se encontram ultrapassadas as razões que justificaram a exoneração dos comandantes”.

A exoneração destes militares tinha sido anunciada no passado dia 01 pelo chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte, em declarações à RTP.

“Não quero que haja entraves às averiguações e decidi exonerar os cinco comandantes das unidades que de alguma forma estão relacionadas com estes processos”, anunciou Rovisco Duarte, em declarações à RTP.

O porta-voz do ramo, tenente-coronel Vicente Pereira, esclareceu posteriormente que estas exonerações visavam um “afastamento temporário” e que no final das investigações internas poderiam “voltar a funções”.

Os militares exonerados eram o comandante da Unidade de Apoio da Brigada de Reação Rápida, tenente-coronel Correia, o comandante do Regimento de Infantaria 15, coronel Ferreira Duarte, o comandante do Regimento de Paraquedistas, coronel Hilário Peixeiro, o comandante do Regimento de Engenharia 1, coronel Paulo Almeida, e o comandante da Unidade de Apoio de Material do Exército, coronel Amorim Ribeiro.

A decisão do CEME de exonerar os cinco comandantes de unidade suscitou polémica no Exército, com dois generais da estrutura superior do Exército a assumirem publicamente a sua discordância face à forma como o Rovisco Duarte geriu este caso.

O tenente-general António de Faria Menezes pediu a exoneração do comando das Forças Terrestres, ocupado agora em “suplência” pelo número 2, major-general Cóias Ferreira.

A segunda “baixa” foi a do tenente-general Antunes Calçada, que pediu a passagem à reserva por, segundo noticiou o semanário Expresso, “divergências inultrapassáveis” com o CEME alegadamente devido à forma como o general Rovisco Duarte decidiu exonerar os cinco comandantes.

// Lusa

9 COMENTÁRIOS

  1. Pior a emenda que o sinete.
    Se foi mau exonerar, ainda é pior renomear depois do que se têm falado e do muito que há ainda por saber.
    Porque foram exonerados???
    Porque foram renomeados???

  2. pois foi só uma forma de pagar uma indemnização e voltar a integrar com mais uns milhares no bolso.
    Obrigado costa por teres acabado com a austeridade e pagarmos estes actos de gestão maravilhosa

  3. De facto vá-se lá entender este Chefe do Estado Maior do Exército. Quem é o responsável pelo desaparecimento das armas? Ninguém! Não reconheço estas Forças Armadas. Será que perdi 18 meses no meu tempo de serviço militar obrigatório?

RESPONDER

Relaxe. Trump não pode lançar um ataque nuclear só porque lhe apetece

O general de Aeronáutica John Hyten, responsável pelo Comando Estratégico dos Estados Unidos, afirmou este sábado que uma eventual ordem do presidente norte-americano, Donald Trump, ou de um de seus sucessores, para lançar um ataque …

Patrões estão cansados de não ser respeitados

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, afirmou este domingo, em entrevista conjunta à Antena1 e ao Jornal de Negócios, que não há disponibilidade para aceitar a proposta de 600 euros de …

A Tesla apresentou (finalmente) o camião eléstrico do futuro

Depois de vários adiamentos - a data inicial de apresentação esteve marcada para setembro - a Tesla revelou finalmente o seu camião eléctrico: o Tesla Semi Truck, com autonomia para 800 quilómetros! O novo Tesla Semi …

Tabaco mata mais de uma pessoa por hora em Portugal

Uma pessoa morreu a cada 50 minutos em Portugal, no ano passado, por doenças atribuíveis ao tabaco, segundo o relatório do Programa Nacional para a Prevenção e Controlo do Tabagismo que será hoje apresentado. O documento, …

Submarino argentino desaparecido enviou sete pedidos de socorro

Bases navais da Argentina receberam contactos por telefone-satélite que poderão ter sido feitos a partir do submarino militar argentino, de que não se tem contacto desde quarta-feira. A Marinha da Argentina declarou na noite deste sábado …

Contagem do tempo leva 25% dos professores ao topo da carreira

Dos cerca de 99 mil professores que existem no Ministério da Educação, cerca de 22.300 atingiriam o topo da carreira se o tempo de serviço congelado, passando assim ter uma remuneração base da ordem dos …

Quem tem medo (e quer viver mais tempo) compra um cão

Ter um cão pode encher-lhe a casa de amor e alegria. Mais do que isso, pode mesmo aumentar a sua esperança de vida. Segundo um estudo publicado na revista Scientific Reports, o risco de desenvolver doenças …

Girassóis e uma bandeira. Katy Perry banida da China “por tempo indeterminado”

Katy Perry foi banida da China “por tempo indeterminado“, anuncia a NME. De acordo com a publicação britânica, a interdição da cantora acontece na sequência de um concerto controverso em 2015. A norte-americana tinha atuação prevista …

Foi uma boa semana para encontrar carros perdidos há anos

Depois de passar uns dias à procura do local onde tinha deixado o carro estacionado, um homem apresenta queixa na polícia por roubo de automóvel. Muito tempo depois, o carro foi encontrado, exactamente onde o …

Astrónomos chilenos criam novo método para medir a massa de buracos negros

Cientistas da Universidade do Chile e do Centro de Astrofísica e Tecnologias Afins, CATA, revelaram esta sexta-feira os resultados de um trabalho que irá permitir melhorar a identificação e estudo dos "buracos negros supermassivos" e …