Ministro da Defesa falhou entrega de documento sobre Tancos

EU2017EE / Flickr

O ministro da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes

Em janeiro, o ministro da Defesa prometeu entregar no Parlamento um dossier sobre Tancos. No entanto, o dossier ainda se “encontra-se em preparação”, de acordo com um assessor do ministro.

Até hoje, o Parlamento ainda nada sabe sobre as medidas que foram tomadas a seguir ao roubo de material militar em Tancos.

Em janeiro, Azeredo Lopes, ministro da Defesa, comprometeu-se a entregar lá um dossier documental com todas as medidas estruturais tomadas com o fim de apurar o que aconteceu em Tancos.

O prazo acabou há sete dias e o dossier ainda não chegou ao Parlamento, porque “encontra-se ainda em fase de preparação“, esclareceu ao Público o assessor do ministro.

De acordo com revelações do gabinete da Defesa, o documento teria informação que seria depois tornada pública e outra, “mais sensível”, que seria classificada. No entanto, o documento não deve ser visto como “uma declaração formal do encerramento do caso”.

No início de fevereiro, o ministro dizia em entrevista que, da parte do seu ministério, a única coisa que faltava era a entrega do referido dossier.

“Falta aquilo a que me comprometi: um dossier em que, de forma sistemática, se descreva o que já se sabe quanto ao que aconteceu. Repito, sem nunca interferir na investigação criminal quanto à autoria, cumplicidade e comparticipação, sabendo que esse elemento é absolutamente decisivo para conseguir compreender o que aconteceu”, dizia na altura.

Na semana passada, Marcelo Rebelo de Sousa desafiou as Forças Armadas a irem “mais longe e a fundo” na investigação relativa ao assalto a Tancos, durante a cerimónia de tomada de posse do novo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, o Almirante António Maria Mendes Calado.

Sem se referir diretamente ao furto de armas em Tancos, em junho de 2017, o Presidente da República falou em “casos que conhecemos bem” para frisar que o “apuramento pelas estruturas internas” permitiu “identificar omissões, insuficiências, erros estruturais antigos, propor e decidir mudanças imediatas de procedimento, detetar falhas individualizadas, concretas e punidas”.

O assalto a Tancos aconteceu em junho do ano passado e foram roubadas 120 granadas ofensivas e 1500 munições de calibre 9 mm – apenas autorizado a forças de segurança e militares -, 20 granadas de gás lacrimogéneo, 44 lança-granadas e quatro engenhos explosivos “prontos a detonar” das instalações militares dos Paióis Nacionais de Tancos.

Em outubro, o armamento foi recuperado na Chamusca. Junto ao material estava uma caixa de petardos que não tinha sido dada como desaparecida.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O melhor é varrer todo este triste episódio de Tancos para debaixo do tapete.
    Esta novela foi ridícula, apalermou este ministro e o primeiro-ministro e revelou que com este governo estamos…desgovernados.

RESPONDER

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …