Ministro da Defesa falhou entrega de documento sobre Tancos

EU2017EE / Flickr

O ministro da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes

Em janeiro, o ministro da Defesa prometeu entregar no Parlamento um dossier sobre Tancos. No entanto, o dossier ainda se “encontra-se em preparação”, de acordo com um assessor do ministro.

Até hoje, o Parlamento ainda nada sabe sobre as medidas que foram tomadas a seguir ao roubo de material militar em Tancos.

Em janeiro, Azeredo Lopes, ministro da Defesa, comprometeu-se a entregar lá um dossier documental com todas as medidas estruturais tomadas com o fim de apurar o que aconteceu em Tancos.

O prazo acabou há sete dias e o dossier ainda não chegou ao Parlamento, porque “encontra-se ainda em fase de preparação“, esclareceu ao Público o assessor do ministro.

De acordo com revelações do gabinete da Defesa, o documento teria informação que seria depois tornada pública e outra, “mais sensível”, que seria classificada. No entanto, o documento não deve ser visto como “uma declaração formal do encerramento do caso”.

No início de fevereiro, o ministro dizia em entrevista que, da parte do seu ministério, a única coisa que faltava era a entrega do referido dossier.

“Falta aquilo a que me comprometi: um dossier em que, de forma sistemática, se descreva o que já se sabe quanto ao que aconteceu. Repito, sem nunca interferir na investigação criminal quanto à autoria, cumplicidade e comparticipação, sabendo que esse elemento é absolutamente decisivo para conseguir compreender o que aconteceu”, dizia na altura.

Na semana passada, Marcelo Rebelo de Sousa desafiou as Forças Armadas a irem “mais longe e a fundo” na investigação relativa ao assalto a Tancos, durante a cerimónia de tomada de posse do novo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, o Almirante António Maria Mendes Calado.

Sem se referir diretamente ao furto de armas em Tancos, em junho de 2017, o Presidente da República falou em “casos que conhecemos bem” para frisar que o “apuramento pelas estruturas internas” permitiu “identificar omissões, insuficiências, erros estruturais antigos, propor e decidir mudanças imediatas de procedimento, detetar falhas individualizadas, concretas e punidas”.

O assalto a Tancos aconteceu em junho do ano passado e foram roubadas 120 granadas ofensivas e 1500 munições de calibre 9 mm – apenas autorizado a forças de segurança e militares -, 20 granadas de gás lacrimogéneo, 44 lança-granadas e quatro engenhos explosivos “prontos a detonar” das instalações militares dos Paióis Nacionais de Tancos.

Em outubro, o armamento foi recuperado na Chamusca. Junto ao material estava uma caixa de petardos que não tinha sido dada como desaparecida.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O melhor é varrer todo este triste episódio de Tancos para debaixo do tapete.
    Esta novela foi ridícula, apalermou este ministro e o primeiro-ministro e revelou que com este governo estamos…desgovernados.

Cientistas descobriram o ponto fraco dos tardígrados

Os tardígrados, também chamados ursos de água, são conhecidos pela sua resistência. Mas um novo estudo revela agora que estes pequenos organismos também têm um ponto fraco: exposição de longo prazo a altas temperaturas. Em 2018, …

Detetadas "partículas fantasmagóricas" que o Modelo Padrão não pode explicar

O observatório IceCube, localizado no Pólo Sul, revelou que a Antena Antena Antártida de Impulso Transitivo (ANITA) detetou alguns "sinais muito estranhos" que "não pode ser explicados" pelo Modelo Padrão da Física. O projeto ANITA, …

Descoberto primeiro asteróide que se move apenas dentro da órbita de Vénus

Uma rede de telescópios robóticos operados à distância observou um asteróide que, além de ser o asteróide mais próximo do Sol, é também o primeiro asteróide descoberto que se move completamente dentro da órbita de …

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …