Autarca de Pedrógão vai apresentar queixa contra reportagem da TVI

António Cotrim / Lusa

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande pediu a intervenção do Ministério Público e já anunciou que vai agir judicialmente contra a reportagem da TVI, transmitida no passado dia 22 de agosto.

Segundo a agência Lusa, o presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, pediu a intervenção do Ministério Público para serem averiguadas denúncias divulgadas num programa televisivo sobre a reconstrução de casas afetadas pelo incêndio de 2017.

“Face à gravidade das denúncias veiculadas na reportagem transmitida pela estação de televisão TVI em 22 de agosto, denominada ‘Repórter TVI – Compadrio‘” e às “imputações graves e difamatórias” ao presidente e vice-presidente da câmara e a funcionários camarários, Valdemar Alves pretende “submeter à apreciação do Ministério Público todas as denúncias que foram ali tratadas”, lê-se num comunicado divulgado esta quinta-feira.

O objetivo do autarca é que seja “averiguada a existência ou não de ilícitos criminais”.

De acordo com a nota, o autarca decidiu também “participar criminalmente contra a jornalista e todos os responsáveis editoriais daquela estação televisiva, designadamente pelas imputações difamatórias que são feitas a título perentório e parcial, e sem respeito pela presunção de inocência”.

Em causa está a reportagem feita pela jornalista da TVI, Ana Leal, que dá conta que o presidente da Câmara e o então vereador do Urbanismo da autarquia, Bruno Gomes, sabem, desde o ano passado, da existência de irregularidades no processo de atribuição de donativos para a recuperação das casas de primeira habitação que arderam no incêndio.

Segundo o canal televisivo, testemunhas garantem que tiveram mesmo indicações para adulterar os processos de candidatura, forjando moradas de residência, com a conivência dos poderes públicos locais.

Em sua defesa, a Câmara Municipal de Pedrógão, citada pelo Público, garante que “não deteve, detém ou deterá qualquer conta bancária ou valor monetário referente à reconstrução de habitações”.

“Todos os donativos efetuados foram diretamente para o REVITA, sendo que as instituições privadas (com ou sem fins lucrativos) que decidiram não integrar o REVITA efetivaram o seu apoio às habitações de modo direto. Estes dinheiros nunca, em qualquer circunstância, estiveram ou virão a estar na posse ou sob a gestão da Câmara Municipal”.

“Além disso, nunca a Câmara Municipal entregou qualquer verba a quem quer que fosse para que promovesse diretamente alguma construção, como foi mencionado na reportagem”, sublinha ainda a autarquia, citada pelo mesmo jornal.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Este palerma está a brincar com quem?
    Não que a TVI/Ana Leal sejam de fiar, mas a reportagem está muito bem feita e não deixa margens para dúvidas – alguém da Câmara ajudou/aconselhou esta fraude (e ninguém fez nada para a evitar)!
    E agora este “animal”, invés de meter a viola ao saco a ajudar a esclarecer as situações, ainda diz que vai processar a TVI?
    Bem… confesso que até cheguei a ter alguma afinidade por esta personagem, mas nos últimos tempos tem-se revelado o oposto de tudo o que eu defendo!!
    Tem que ser tudo investigado mesmo a fundo e fora com esses loucos!!

  2. Efetivamente, o modo como o presidente da C. de P. Grande e sua vice-presidente foram engolidos pelo microfone da Ana Leal foi elucidativo. Até os mais céticos perceberam que eles, neste caso, são o rosto do compadrio.

  3. Devia era demitir-se de presidente da Camara e pedir a investigação, espero que tenha a mesma sorte do Isaltino.
    Ninguém se vai demitir pq o porco está gordo e ninguém quer ficar sem o seu quinhão.

  4. Esse senhor revelou-se um autêntico troca tintas quando em plena crise dos fogos e campanha eleitoral à mistura decidiu mudar de partido revelando logo aí haver um certo oportunismo político, agora vem negar aquilo que para todos nós está mais do que evidente, é lamentável em todo o caso aperceber-mo-nos de que cada vez mais a política está minada de vigarice e oportunismo.

    • Supostamente, ele é independente e fez um primeiro mandato a convite do PSD.
      Em 2017 a PSD preferiu outro candidato e não o convidou; o PS convidou-o e ele aceitou, acabando por vencer – desta vez com o apoio do PS.
      De qualquer modo, tem-se revelado uma autêntica nódoa e, neste caso da reportagem, a sua postura, arrogância e estupidez roça o insulto a qualquer pessoa minimamente inteligente!!
      Ser afastado, perder o mandato e responder judicialmente pelos indícios apresentados na reportagem, é o mínimo que se pode exigir!

      • Ainda há bem pouco tempo o meu amigo se pôs em bico dos pés quando eu critiquei a forma de actuar deste autarca e havendo já rumores de que as coisas não andavam bem acerca sobretudo dos atrasos na reconstrução das habitações queimadas, mais parecia seu tutor, agora infelizmente está obrigado a reconhecer de que afinal o mal é muito mais grave!.

        • Não foi nada assim…
          Se bem me lembro, foi quando apareceram uns “mexericos políticos” (vindos da “oposição”), sem qualquer “substância”!
          E, sabendo como são os políticos quando estão do outro lado da barricada, fiquei logo de pé atrás!…
          Eu não critico só por desporto; quando não vejo indícios (e principalmente quando vem de políticos opositores), não dou grande valor; mas quando vejo factos onde nem sequer há como negar, também sou o primeiro a criticar e a reclamar!!
          Foi o que aconteceu nesta situação (e até fui logo o primeiro a comentar nesta notícia).

  5. Se era a câmara responsável pelas candidaturas e a TVI apresentou fatos e testemunhas que mostraram candidatos ilegítimos a paparem o que não deviam, o que quer o gajo agora?

  6. Então o observador observou mal as caras de quem as mostrou sem medo, as casas de segunda habitação que se vêem novas e muito bem ao longe até, os testemunhos e os “não sei que dizer” dos autarcas locais e dos que paparam o bolo… E hoje até deve ter visto mal os comentários do PR Marcelo.

    • Calma…. ele apenas estava a criticar o facto de terem escrito “fato” (e não facto)!…
      fato= vestuário
      facto=realidade

Responder a Eu! Cancelar resposta

Refugiados em greve de fome por falta de condições em campo bósnio

Centenas de refugiados de um campo improvisado em Vucjak, na Bósnia, estão em greve de fome pelo segundo dia consecutivo para protestar contra a situação degradante em que se encontram. Os refugiados no campo improvisado …

Ex-aliada de Bolsonaro denuncia grupo difusor de notícias falsas ligado ao Presidente

A deputada brasileira Joice Hasselmann, ex-líder do Governo de Jair Bolsonaro no congresso, denunciou na quarta-feira a atuação de um grupo difusor de "fake news" (notícias falsas) ligado ao atual Presidente, Jair Bolsonaro, e que …

Banco BiG: EUA e China vão chegar a acordo, mas não será duradouro

No "Outlook" para 2020, os analistas do banco BiG defendem que será improvável que Estados Unidos e China cheguem a um consenso suficiente para reverter as taxas aduaneiras impostas. De acordo com os analistas do banco …

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …