Vieira da Silva nega conhecimento da gestão da Raríssimas e pede inspeção urgente

Tiago Petinga / Lusa

Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social garante que desconhecia denúncias de gestão danosa e pede uma inspeção global urgente ao funcionamento da Raríssimas.

Vieira da Silva, vice-presidente da Assembleia Geral da Raríssimas entre 2013 e 2015, decidiu dar uma conferência de imprensa, esta segunda-feira, sobre a polémica que envolve a Raríssimas, instituição criada para apoiar cidadãos portadores de doenças raras e deficiências mentais.

O ministro anunciou que o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS) pediu uma inspeção global urgente ao funcionamento da associação sem fins lucrativos, devido ao “justificado alarme” provocado pela divulgação de alegadas irregularidades na gestão financeira.

A inspeção foi solicitada à Inspeção-Geral e decorrerá já nos próximos dias. Uma equipa irá “avaliar todas as dimensões da instituição”, explicou Vieira da Silva.

Durante a conferência de imprensa, o ministro aproveitou para esclarecer que ocupou o cargo de vice-presidente da assembleia geral da Raríssimas entre 2013 e 2015 apenas por “compromisso cívico” sem receber qualquer tipo de “contrapartida financeira”.

De acordo com Público, sobre a eventual gestão danosa da instituição, o ministro garante que não teve qualquer tipo de informações.

“Relativamente às denúncias que foram feitas e divulgadas de gestão danosa nesta instituição, não tive, nem teve a minha equipa, nenhuma informação em particular do que foi divulgado pela TVI. Nunca recebi nenhuma indicação sobre atos de gestão danosa nessa instituição”, garantiu.

Também a Procuradoria-Geral da República avançou que o Ministério Público recebeu uma denuncia anónima e está, agora, a investigar a instituição.

“Confirma-se a existência de um inquérito a correr termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa. Não tem arguidos constituídos. As investigações relacionadas com a matéria tiveram início em finais de Novembro e origem numa denúncia anónima”, refere a PGR.

Segundo a reportagem da jornalista Ana Leal, está em causa a utilização de dinheiro da Raríssimas, por parte da presidente, para compra de vestidos de alta costura, deslocações fictícias e de gastos pessoas em supermercados.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

Responder a rm Cancelar resposta

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …