Vieira da Silva nega conhecimento da gestão da Raríssimas e pede inspeção urgente

Tiago Petinga / Lusa

Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social garante que desconhecia denúncias de gestão danosa e pede uma inspeção global urgente ao funcionamento da Raríssimas.

Vieira da Silva, vice-presidente da Assembleia Geral da Raríssimas entre 2013 e 2015, decidiu dar uma conferência de imprensa, esta segunda-feira, sobre a polémica que envolve a Raríssimas, instituição criada para apoiar cidadãos portadores de doenças raras e deficiências mentais.

O ministro anunciou que o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS) pediu uma inspeção global urgente ao funcionamento da associação sem fins lucrativos, devido ao “justificado alarme” provocado pela divulgação de alegadas irregularidades na gestão financeira.

A inspeção foi solicitada à Inspeção-Geral e decorrerá já nos próximos dias. Uma equipa irá “avaliar todas as dimensões da instituição”, explicou Vieira da Silva.

Durante a conferência de imprensa, o ministro aproveitou para esclarecer que ocupou o cargo de vice-presidente da assembleia geral da Raríssimas entre 2013 e 2015 apenas por “compromisso cívico” sem receber qualquer tipo de “contrapartida financeira”.

De acordo com Público, sobre a eventual gestão danosa da instituição, o ministro garante que não teve qualquer tipo de informações.

“Relativamente às denúncias que foram feitas e divulgadas de gestão danosa nesta instituição, não tive, nem teve a minha equipa, nenhuma informação em particular do que foi divulgado pela TVI. Nunca recebi nenhuma indicação sobre atos de gestão danosa nessa instituição”, garantiu.

Também a Procuradoria-Geral da República avançou que o Ministério Público recebeu uma denuncia anónima e está, agora, a investigar a instituição.

“Confirma-se a existência de um inquérito a correr termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa. Não tem arguidos constituídos. As investigações relacionadas com a matéria tiveram início em finais de Novembro e origem numa denúncia anónima”, refere a PGR.

Segundo a reportagem da jornalista Ana Leal, está em causa a utilização de dinheiro da Raríssimas, por parte da presidente, para compra de vestidos de alta costura, deslocações fictícias e de gastos pessoas em supermercados.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Francisco Rodrigues dos Santos não se quer eternizar "na cadeira de presidente do CDS"

"À medida que as pessoas se vão eternizando nos lugares, começam a confundir o interesse público com o interesse particular". Por isso, Francisco Rodrigues dos Santos não se quer eternizar no CDS-PP. Em entrevista à TVI, …

Menos 115 deputados. Itália realiza referendo para reduzir Parlamento

A Itália organiza em 29 de março um referendo sobre a alteração da Constituição e a redução do número de deputados, uma data esta proposta pelo Governo de coligação entre o Movimento Cinco Estrelas (M5S) …

Flamengo chega a acordo com o Inter por Gabigol

Flamengo e Inter de Milão já chegaram a acordo para a transferência definitiva de Gabigol, jogador que esteve durante a última temporada na equipa brasileira por empréstimo. Segundo o portal brasileiro Globo Esporte, os dirigentes do …

Espanha quer "assaltar" o lugar de Centeno no Eurogrupo

Nadia Calviño, a número dois do Governo Espanhol, assume-se como favorita para assumir a presidência do Eurogrupo, caso o ministro das Finanças português, Mário Centeno, decida não entrar na corrida. A notícia é avançada esta terça-feira …

Dívidas de hospital de Lisboa travam compra de dois medicamentos para cancro

As dívidas do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, levaram o Tribunal de Contas (TdC) a chumbar a compra de dois medicamentos para um cancro …

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões da Sonangol para uma empresa de Isabel dos Santos

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões das contas da petrolífera estatal Sonangol no private banking do Eurobic, em Lisboa, para uma empresa de Isabel dos Santos, avança o Correio da Manhã esta terça-feira. …

Livro de John Bolton pode prolongar julgamento de Donald Trump

  Ao segundo dia de defesa dos advogados da Casa Branca no julgamento do impeachment de Donald Trump, caiu uma "bomba" no Senado. O livro escrito por John Bolton, ex-conselheiro de segurança nacional do Presidente dos …

Afinal, Bruno Fernandes pode rumar ao Barcelona (e fazer escala no Valência)

Afinal, o futuro do internacional português Bruno Fernandes pode passar por Espanha e não por Inglaterra, onde foi dado como quase certo. O negócio envolve dois emblemas espanhóis e o avançado ex-Benfica Rodrigo Moreno. De …

Coronavírus já matou 106 pessoas na China. E já chegou à Alemanha

A China elevou para 106 o número de mortos causados pelo coronavírus e o número de infetados já chegou aos quatro mil. Esta segunda-feira, confirmou-se um caso na Alemanha, sendo agora o segundo país da …

Iniciativa Liberal quer privatizar CGD, TAP e RTP

O Iniciativa Liberal quer privatizar a Caixa Geral de Depósitos, a TAP e a RTP. Esta segunda-feira, no Parlamento, o deputado único João Cotrim Figueiredo defendeu ainda a redução do IVA na eletricidade para uma …