Antiga presidente Raríssimas deve 350 mil euros à instituição

Rarissimas / Facebook

A presidente da Raríssimas, Paula Brito e Costa

A antiga presidente e fundadora da associação Raríssimas, Paula Brito da Costa, deve à instituição quase 350 mil euros, de acordo com dados publicados na página oficial da entidade.

No dia em que decorreu a Assembleia Geral da Raríssimas, para apresentação e aprovação do relatório e contas do exercício de 2017, e para divulgar os resultados de uma auditoria às contas da associação até 2017, foram divulgados dados que indicam essas dívidas, relacionadas nomeadamente com alimentação e transporte.

O documento oficial (Anexo ao Balanço e Demonstração de Resultados) lembra que em janeiro de 2018 foi instaurado um processo disciplinar a Paula Brito da Costa, no seguimento do escândalo relacionado com a instituição do final de 2017.

A Raríssimas – Associação Nacional de Deficiências Mentais Raras, foi fundada em abril de 2002 e destina-se a apoiar pessoas com doenças raras. Em dezembro de 2017 uma reportagem na TVI denunciava irregularidades na gestão da associação.

O escândalo levou à demissão do então secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, e afastou a presidente da associação, Paula Brito da Costa, que segundo as notícias da altura usava o dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais.

Segundo o documento publicado na página da associação, no âmbito do processo disciplinar foram identificadas despesas não relacionadas com a atividade da Raríssimas, como reembolso de despesas de alimentação em simultâneo com subsídio de alimentação, “reembolso de despesas estranhas à atividade da entidade”, e quilómetros pagos por deslocações não efetuadas, quer a Paula Brito da Costa quer ao seu marido.

Paula Brito da Costa deve devolver à Raríssimas 349.308,11 euros, a que acresce montantes pagos a título de remuneração. A decisão final do processo foi comunicada a Paula Brito da Costa a 24 de agosto do ano passado, “aguardando-se ainda a competente decisão judicial sobre o desfecho do processo”.

Além de todas as contas sobre a associação no final de 2017 o documento contém também outras informações, como a de que a Casa dos Marcos, na Moita, onde funciona a Raríssimas, está hipotecada, ou que um terreno que tinha sido cedido na Maia já não está disponível por não ter sido cumprido o contrato.

E diz que na sequência do escândalo de 2017 houve “repercussões graves ao nível dos apoios recebidos de parceiros e mecenas” e que a instituição se encontra “num período de fragilidade económica e financeira”.

Fonte da instituição ouvida pela Lusa disse que no último ano saiu da Raríssimas “grande número de funcionários”. A próxima Assembleia Geral da associação realiza-se em maio, disse a fonte.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não está na minha ideia recuperar Eça de Queirós – ele valerá por si mesmo qualquer que seja a circunstância -, mas a Srª Paulo Brito e Costa fez-se acompanhar do um membro de governo de segundo ou terceiro lugar hierárquico justamente para garantir ao seu marido que não era uma mulher qualquer, mas uma mulher que, quando se deslocava, o fazia sempre em boas companhias para garantir a sua idoneidade. Por esse lado, a Dona Paula agiu como uma Senhora de bem, não restam dúvidas.
    Mas evidentemente: uma boa companhia não podia ser alimentada a sopas de burro cansado e, por isso, a Dona Paula teve de recorrer aos fundos, que nunca lhe saíram do bolso, da instituição de menos válidos a que presidia. Reparei bem: para tão alta companhia, o mínimo exigível era começar em lagostas e pão-de-ló.
    Por outro lado, a Dona Paula não se podia apresentar, nas praias tropicais, com aquelas cuecas de folhos que as mães e as esposas de Bragança se apresentavam quando um dia, já lá vai algum tempo, as meninas brasileiras começaram a invadir os seus domínios e a conquistar os seus maridos que, aliás, andavam desejosos de mulheres esteticamente corretas. Diz um excelente copo, nosso compincha e falado psiquiatra, que nessa época as depressões masculinas, na região, diminuíram mais de 50% e muitas tiveram remissão completa. É preciso, afinal, tão pouco para que o povo tenha saúde!
    Pois bem, voltando ao caso, a Dona Paula, mulher de olho de lince e informada destes teres e haveres, não esteve com meias medidas e, expeditamente, sem andar com reuniões inúteis, resolveu passar a fatura à instituição a que presidia e, da conta da mesma, tirar o que foi necessário para nunca fazer má figura. Se isto é crime…

RESPONDER

Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países. De acordo com …

Rui Pinto no Twitter: "Travessia do deserto” terminou mas a “luta continua”

Rui Pinto assumiu que a “árdua e longa ‘travessia do deserto’” chegou ao fim, aludindo à sua libertação, mas avisou que “a luta continua”, pois Portugal “continua um paraíso para a grande corrupção” e branqueamento …

PJ deteve suspeita de atear fogo florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 4 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro. Em …

Mais duas mortes e 120 novos casos. Lisboa com 60% dos novos infetados

Portugal regista esta segunda-feira mais duas mortes, 120 novos casos de infeção por covid-19 e 160 curados em relação a segunda-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de pessoas internadas é …

Encontrado cadáver com 30 anos em mansão abandonada em Paris

As obras de reforma numa mansão abandonada em Paris tiveram de ser suspensas inesperadamente depois de trabalhadores terem descoberto um cadáver a decompor-se na cave há 30 anos. De acordo com o jornal britânico The Guardian, …

Quase cem mil crianças contraíram a covid-19 em apenas duas semanas nos Estados Unidos

Noventa e sete mil crianças norte-americanas foram identificadas como infetadas com o novo coronavírus (covid-19) nas últimas semanas de julho. Os números relativos a estas duas semanas são avançados pela empresa norte-americana, que cita um relatório …

A1 terá novo acesso em Grijó no sentido sul/norte em 2021

A autoestrada A1 terá em 2021 um novo acesso em Grijó, concelho de Vila Nova de Gaia, no sentido sul/norte, revelou esta segunda-feira o presidente da autarquia que acredita que, com este projeto, o nó …

Tiros em frente à Casa Branca levam à retirada de Trump de conferência de imprensa

Um agente do Serviço Secreto retirou, esta segunda-feira, o Presidente norte-americano da sala na Casa Banca na qual estava a começar uma conferência de imprensa. O período em que Donald Trump esteve fora da sala foi …

Nani candidato a melhor jogador nos Estados Unidos

Internacional português e o colega João Moutinho (este para melhor jovem) estão na corrida para os prémios e também para o onze. Os futebolistas portugueses Nani e João Moutinho, ambos do Orlando City, estão entre os …

102 dias depois, coronavírus regressa à Nova Zelândia

A Nova Zelândia anunciou a sua primeira infeção por coronavírus transmitida localmente em 102 dias esta terça-feira, o que levou a primeira-ministra do país a emitir uma ordem de confinamento em Auckland, a maior cidade …