A Raríssimas resistiu, “está viva e vai entrar numa nova fase”

Manuel de Almeida / Lusa

O Presidente da República destacou esta quarta-feira que, apesar das dúvidas de há um ano, foi possível salvar a Raríssimas, que a associação resistiu e vai “entrar numa nova fase”, elogiando a “dedicação excecional” da secretária de Estado da Segurança Social.

O caso fez um ano no início de dezembro, depois de a TVI ter emitido uma reportagem sobre a gestão da Raríssimas – Associação Nacional de Doenças Mentais e Raras, denunciando alegadas más práticas por parte da então presidente, Paula Brito e Costa.

Tal como fez em 2017, em plena crise da instituição, Marcelo Rebelo de Sousa escolheu a tarde da véspera de Natal para fazer uma visita à Raríssimas, acompanhado, entre outras pessoas, pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim.

“Um ano depois eu encontro assim [a Raríssimas]: havia dúvidas se resistia, resistiu, porque havia naturalmente muito a fazer de levantamento, a ver quem é que ficaria envolvido no projeto, a Segurança Social apoiou imensíssimo, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa envolveu-se também imensíssimo e a Fundação Aga Khan”, sublinhou.

Num período em que “o mecenato deixou de ser aquilo que era”, o Presidente da República elogiou que tenha sido possível “dar a volta” e por isso hoje a associação “está viva e vai entrar numa nova fase, com protocolos assinados, com a escolha de quem vai ter responsabilidades técnicas no futuro”.

“É uma segunda fase da vida da Raríssimas. Foi possível salvar a Raríssimas que tem um papel único porque continua a ser uma instituição como não há nenhuma outra igual em Portugal”, enalteceu o Presidente.

No que diz respeito à Raríssimas, mas também a outras instituições, Marcelo fez questão de destacar a preocupação da secretária de Estado da Segurança Social “de estar sempre em cima dos problemas e, na medida das possibilidades, não deixar de apoiar”.

No pequeno discurso que fez a seguir à visita à associação, o chefe de Estado deixou claro que a “Raríssimas é para continuar e é para continuar porque – já aqui foi dito – porque é raríssimo, único mesmo, o seu papel na sociedade portuguesa”.

“Vai ocorrer um novo arranque em 2019. Um ano depois a resposta está dada: Raríssimas perduraram, resistiram, vão entrar numa nova fase”, observou.

Desde a “primeiríssima hora”, Cláudia Joaquim “empenhou-se nesta causa como se fosse a única causa da sua vida”, afirmou o Presidente da República, elogiando a “dedicação excecional” da governante.

Depois da visita à Raríssimas, Marcelo Rebelo de Sousa passou ainda pela Tradicional Ginjinha de Natal do Barreiro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Madeira. Sondagem da RTP indica que PSD perde maioria absoluta

De acordo com uma nova sondagem da Universidade Católica para a RTP, o PSD pode perder a maioria absoluta na Madeira, enquanto que o PS pode aumentar o número de assentos no parlamento regional. Uma nova …

Secretário de Estado da Proteção Civil demite-se

Artur Neves, secretário de Estado da Proteção Civil, apresentou o pedido de demissão ao Ministro de Administração Interna esta quarta-feira. "Na sequência do pedido de exoneração, por motivos pessoais, do Secretário de Estado da Proteção Civil, …

Câmara de Lisboa volta a dar isenção de taxas ao Rock in Rio

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou, esta terça-feira, que a organização do Rock in Rio fica novamente isenta do pagamento de taxas, no valor de três milhões de euros, pela realização das edições de 2020 …

Pelo menos 23 crianças morreram em incêndio em escola na Libéria

Um incêndio deflagrou nesta quarta-feira num colégio interno nos subúrbios da capital da Libéria, Monróvia. Dezenas de crianças morreram - 23 segundo a BBC, 27 de acordo com a Reuters. “As crianças estavam a aprender o …

Diferenças entre Rio e Costa "ficaram muito marcadas" no debate

Apesar de esclarecedor, Rui Rio sublinhou que o debate de segunda-feira "não foi decisivo", frisando que, até 6 de outubro, "ainda há um caminho a percorrer". O líder do PSD, Rui Rio, defende que as …

WhatsApp começa a ganhar relevância nas eleições em Portugal

Uma investigadora do ISCTE atribui muita importância aos grupos que começam agora a surgir no WhatsApp, que "não são uma coisa muito visível", mas "chega às pessoas de uma forma diferente" e "mais personalizada". Ainda …

Avioneta da Força Aérea espanhola cai no Mar Menor. Instrutor de voo e aluna morreram

Um instrutor e uma aluna morreram esta quarta-feira depois de um avioneta da Força Aérea Espanhola ter caído no Mar Menor, perto da localidade de San Javier, na região de Múrcia. As duas vítimas mortais eram …

Rosa Grilo reafirma inocência. Amante nega qualquer envolvimento no crime

A segunda sessão do julgamento foi marcada por contradições da arguida Rosa Grilo, acusada do homicídio do marido, em coautoria com o amante. Segundo a SIC Notícias, nesta segunda sessão do julgamento, no Tribunal de Loures, …

Primeiro debate a seis começou com divergências nas pensões e terminou com carne e peixe

Realizou-se nesta quarta-feira o primeiro debate da campanha eleitoral com todos os líderes dos partidos políticos com assento parlamentar. Transmitido pelas Rádios TSF, Renascença e Antena 1, o debate deixou a nu as divergências ideológicas …

Missão do PPM é alertar para "revolução bolchevique" em Portugal

A missão do Partido Popular Monárquico (PPM) nas eleições legislativas é alertar para "a revolução bolchevique" que está em curso em Portugal, país que corre o risco de se transformar numa Venezuela, segundo o presidente …