A Raríssimas resistiu, “está viva e vai entrar numa nova fase”

Manuel de Almeida / Lusa

O Presidente da República destacou esta quarta-feira que, apesar das dúvidas de há um ano, foi possível salvar a Raríssimas, que a associação resistiu e vai “entrar numa nova fase”, elogiando a “dedicação excecional” da secretária de Estado da Segurança Social.

O caso fez um ano no início de dezembro, depois de a TVI ter emitido uma reportagem sobre a gestão da Raríssimas – Associação Nacional de Doenças Mentais e Raras, denunciando alegadas más práticas por parte da então presidente, Paula Brito e Costa.

Tal como fez em 2017, em plena crise da instituição, Marcelo Rebelo de Sousa escolheu a tarde da véspera de Natal para fazer uma visita à Raríssimas, acompanhado, entre outras pessoas, pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim.

“Um ano depois eu encontro assim [a Raríssimas]: havia dúvidas se resistia, resistiu, porque havia naturalmente muito a fazer de levantamento, a ver quem é que ficaria envolvido no projeto, a Segurança Social apoiou imensíssimo, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa envolveu-se também imensíssimo e a Fundação Aga Khan”, sublinhou.

Num período em que “o mecenato deixou de ser aquilo que era”, o Presidente da República elogiou que tenha sido possível “dar a volta” e por isso hoje a associação “está viva e vai entrar numa nova fase, com protocolos assinados, com a escolha de quem vai ter responsabilidades técnicas no futuro”.

“É uma segunda fase da vida da Raríssimas. Foi possível salvar a Raríssimas que tem um papel único porque continua a ser uma instituição como não há nenhuma outra igual em Portugal”, enalteceu o Presidente.

No que diz respeito à Raríssimas, mas também a outras instituições, Marcelo fez questão de destacar a preocupação da secretária de Estado da Segurança Social “de estar sempre em cima dos problemas e, na medida das possibilidades, não deixar de apoiar”.

No pequeno discurso que fez a seguir à visita à associação, o chefe de Estado deixou claro que a “Raríssimas é para continuar e é para continuar porque – já aqui foi dito – porque é raríssimo, único mesmo, o seu papel na sociedade portuguesa”.

“Vai ocorrer um novo arranque em 2019. Um ano depois a resposta está dada: Raríssimas perduraram, resistiram, vão entrar numa nova fase”, observou.

Desde a “primeiríssima hora”, Cláudia Joaquim “empenhou-se nesta causa como se fosse a única causa da sua vida”, afirmou o Presidente da República, elogiando a “dedicação excecional” da governante.

Depois da visita à Raríssimas, Marcelo Rebelo de Sousa passou ainda pela Tradicional Ginjinha de Natal do Barreiro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo reabre processo para corrigir mapa das freguesias

O Governo reabriu o processo para a correção ao mapa de freguesias, num compromisso com as associações de municípios e de freguesias, anunciou o secretário de Estado da Descentralização e Administração Local, Jorge Botelho. “Iremos retomar …

Google cria modelo de cérebro mais detalhado (e com maior resolução) de sempre

A recriação 3D do cérebro de uma mosca da fruta - que mostra 20 milhões de sinapses e 25 mil neurónios - é a que tem a maior resolução até ao momento. Uma equipa de …

Morreu Kobe Bryant, uma das maiores estrelas de sempre da NBA

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, morreu na manhã deste domingo em Calabasas, Califórnia, num desastre de helicóptero. De acordo com a TMZ, Bryant viajava com, pelo menos, três outras pessoas num helicóptero privado, …

Há seis queixas de violência policial por semana

Em Portugal, são apresentadas em média seis queixas semanais por violência policial, escreve o semanário Expresso na sua edição deste fim-de-semana, citando os dados mais recentes da Procuradoria-Geral da República. De acordo com os números, relativos …

CRISPR tornou galinhas resistentes a um vírus comum

A técnica de edição genética CRISPR tem sido usada para tornar as galinhas resistentes a um vírus comum, uma abordagem que poderia aumentar a produção de ovos e de carne em todo o mundo. Mesmo quando …

A Cybertruck de Musk poderá ser "incrivelmente barata" de produzir

A Cybertruck de Elon Musk, CEO da Tesla e da Space X, pode ser "incrivelmente barata" de produzir graças à sua inovadora tecnologia de carroçaria, afirmou um especialista em entrevista à Autoline Network. O engenheiro Sandy …

Novo estudo associa o burnout a uma consequência fatal

Uma nova investigação associa o burnout a um aumento de até 20% no risco de desenvolver fibrilhação auricular, a arritmia crónica mais frequente. O burnout é uma perturbação psicológica causada pelo stress excessivo devido a uma …

Pinto da Costa diz ter total confiança em Sérgio Conceição

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, garantiu que tem "total confiança nos jogadores e no treinador", Sérgio Conceição, que no sábado colocou o lugar à disposição, de acordo com a newsletter oficial dos …

Isabel dos Santos utilizou três identidades para entrar e sair de Portugal

A empresária angola Isabel dos Santos utilizou três documentos de identificação distintos durante as últimas viagens que fez entre Portugal e o Reino Unido. "Izabel Dosovna Kukanova", "Isabel José dos Santos" e "Santos Isabel" foram as …

Voar nunca foi tão seguro, garante a Estatística

Voar em companhias áreas comerciais nunca foi tão seguro, garante um estudo levado a cabo por um professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) que monitoriza o número de mortes de passageiros de todo o …