Salgado terá pagado um milhão a Manuel Pinho por favores enquanto ministro

Mário Cruz / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

O Ministério Público prepara-se para constituir como arguido no caso EDP o ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, devido a suspeitas de que pagou “luvas” ao ex-ministro da Economia, Manuel Pinho. Salgado já é arguido nos processos Monte Branco, Universo Espírito Santo e Operação Marquês.

O Observador assegura que os procuradores do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), Carlos Casimiro e Hugo Neto, que são responsáveis pela investigação ao caso EDP, vão pedir à Polícia Judiciária (PJ) para constituir Ricardo Salgado como arguido.

A publicação cita um despacho de 11 de Abril passado, onde o Ministério Público (MP) salienta que a PJ deverá “proceder à constituição como arguido, e prestação de Termo de Identidade e Residência a Ricardo do Espírito Santo Silva Salgado”.

O Público destaca que “já houve contactos sobre este tema entre os procuradores e a PJ”, mas nota que “o despacho ainda não chegou à polícia para que a diligência se possa concretizar”. Esse passo deverá ser dado “entre o final de Abril e o início de Maio”, de acordo com o Observador.

Salgado vai ser constituído arguido sob suspeita de que pagou “luvas” de um milhão de euros a Manuel Pinho, ex-ministro da Economia que também é arguido no caso EDP. Esses alegados pagamentos terão sido feitos entre 18 de Outubro de 2006 e 20 de Junho de 2012, com o intuito de obter decisões favoráveis ao Grupo Espírito Santo (GES) e à EDP.

O dinheiro das supostas “luvas” passou por uma offshore de Manuel Pinho com sede no Panamá, a Tartaruga Foundation, tendo saído do chamado “saco azul” do GES, a Espírito Santo Enterprises que tem sede nas Ilhas Virgens Britânicas.

Durante o tempo em que ocupou funções públicas, Pinho terá beneficiado a EDP em mais de 1,2 mil milhões de euros, alega o MP.

Além de Manuel Pinho, são também arguidos neste processo, o presidente da EDP, António Mexia, o administrador da EDP, João Manso Neto, e o ex-presidente da REN e ex-assessor do antigo ministro da Economia, Rui Cartaxo, entre outros.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Há uma coisa que me intriga. Então do Socrates já todos sabíamos e agora percebemos com maior rigor. Do Pinheiro também já todos sabíamos e agora finalmente vem à ribalta. O segundo era ministro do primeiro. O que me leva para a seguinte questão: será possível um PM e um ministro da economia andarem a roubar sem o restante elenco governativo dar por ela? Isto leva-me apenas a três suposições:
    1- Os restantes andavam ao mesmo
    2- Os restantes olharam para o lado, logo são cúmplices
    3- Os restantes são mesmo burros porque estando lá não conseguiram ver aquilo que o povo viu, mesmo sem lá estar.

    Ah… e ainda há os Kamov… quem é que adjudicou esses? Mesmo contra todas os pareceres técnicos? E o SIRESP?
    Provavelmente a opção corra é mesmo a 1.

  2. O povo como rouba também volta a votar neles a ver se lhes toca mais umas migalhas. E é esta mentalidade de … que põe o país como está.
    Sem valores não há luta nem futuro, será como sempre, o salve-se quem puder!

  3. ZAP, com o verbo auxiliar ter ou haver, utilizando o participo passado do verbo pagar, o correto é utilizar a forma regular em vez da forma irregular.
    Assim, o titulo correto seria:
    “Salgado terá pagado um milhão a Manuel Pinho por favores enquanto ministro”

Funcionários da Groundforce julgados por furto de malas no Aeroporto de Lisboa

23 funcionários da Groundforce vão ser julgados por furto de centenas de objetos tirados de dentro de bagagens no Aeroporto de Lisboa. 23 funcionários da Groundforce, que trabalhavam no Aeroporto de Lisboa até 2016, vão ser …

Clássico entre Barcelona e Real Madrid adiado

As duas equipas espanholas têm de chegar a um acordo para uma nova data, até à próxima segunda-feira, para a realização do clássico da 10.ª jornada. O jogo FC Barcelona-Real Madrid, agendado para 26 de outubro, …

Dez escolas fechadas em Lisboa por protestos contra falta de funcionários

As 10 escolas do Agrupamento Vergílio Ferreira, em Lisboa, não abriram as portas, esta sexta-feira, devido a um protesto de trabalhadores não docentes, revoltados com a falta de pessoal. A paralisação irá prolongar-se durante toda …

"Casillas apoiou-me desde o momento em que cheguei", diz Marchesín

O guarda-redes argentino falou da sua adaptação ao novo clube, destacando que o seu antecessor, do qual não esconde a sua grande admiração, o apoiou desde que chegou ao FC Porto. Na semana passada, Agustín Marchesín …

Zoo de Paris apresenta Blob, uma estranha criatura amarela sem cérebro e com quase 720 sexos

O zoológico de Paris exibe desde esta quarta-feira um estranho organismo unicelular criado em laboratório: parece um fungo, mas interage como um animal. De acordo com a agência AFP, a estranha criatura, batizada de bolb (bolha), …

Apesar das críticas, Venezuela conquista um lugar no Conselho de Direitos Humanos da ONU

A Venezuela conquistou um assento no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, depois de uma votação, esta quinta-feira, na Assembleia Geral da ONU. O Brasil ficou com a outra vaga destinada aos países da …

Amália Rodrigues apoiou secretamente a causa antifascista

A fadista Amália Rodrigues, que chegou a ser acusada de estar ao serviço do Estado Novo, financiou presos políticos e apoiou a causa antifascista durante a ditadura, revela uma investigação publicada pela revista Visão Biografia. Numa …

FC Porto pode ser obrigado a criar equipa de futebol feminino

A UEFA deverá obrigar todas os emblemas que participem nas competições europeias a ter uma equipa de futebol feminino. O objetivo é promover o desporto e aumentar o número de jogadoras. O FC Porto pode vir …

Há novas suspeitas no negócio do lítio. João Galamba rejeita ilegalidades

A aprovação da concessão de exploração de lítio em Cepeda, no concelho de Montalegre, à empresa Lusorecursos Portugal Lithium continua envolta em polémica. Desta vez, surgem suspeitas de ilegalidades relacionadas com divergências no capital social …

Pequenos partidos "roubam" quase um milhão de euros da campanha aos grandes

Escreve o jornal Eco esta sexta-feira que os quatro pequenos partidos que conseguiram eleger deputados para a Assembleia da República têm direito a quase um milhão de euros do total disponível das subvenções de campanha …