Salgado terá pagado um milhão a Manuel Pinho por favores enquanto ministro

Mário Cruz / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

O Ministério Público prepara-se para constituir como arguido no caso EDP o ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, devido a suspeitas de que pagou “luvas” ao ex-ministro da Economia, Manuel Pinho. Salgado já é arguido nos processos Monte Branco, Universo Espírito Santo e Operação Marquês.

O Observador assegura que os procuradores do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), Carlos Casimiro e Hugo Neto, que são responsáveis pela investigação ao caso EDP, vão pedir à Polícia Judiciária (PJ) para constituir Ricardo Salgado como arguido.

A publicação cita um despacho de 11 de Abril passado, onde o Ministério Público (MP) salienta que a PJ deverá “proceder à constituição como arguido, e prestação de Termo de Identidade e Residência a Ricardo do Espírito Santo Silva Salgado”.

O Público destaca que “já houve contactos sobre este tema entre os procuradores e a PJ”, mas nota que “o despacho ainda não chegou à polícia para que a diligência se possa concretizar”. Esse passo deverá ser dado “entre o final de Abril e o início de Maio”, de acordo com o Observador.

Salgado vai ser constituído arguido sob suspeita de que pagou “luvas” de um milhão de euros a Manuel Pinho, ex-ministro da Economia que também é arguido no caso EDP. Esses alegados pagamentos terão sido feitos entre 18 de Outubro de 2006 e 20 de Junho de 2012, com o intuito de obter decisões favoráveis ao Grupo Espírito Santo (GES) e à EDP.

O dinheiro das supostas “luvas” passou por uma offshore de Manuel Pinho com sede no Panamá, a Tartaruga Foundation, tendo saído do chamado “saco azul” do GES, a Espírito Santo Enterprises que tem sede nas Ilhas Virgens Britânicas.

Durante o tempo em que ocupou funções públicas, Pinho terá beneficiado a EDP em mais de 1,2 mil milhões de euros, alega o MP.

Além de Manuel Pinho, são também arguidos neste processo, o presidente da EDP, António Mexia, o administrador da EDP, João Manso Neto, e o ex-presidente da REN e ex-assessor do antigo ministro da Economia, Rui Cartaxo, entre outros.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Há uma coisa que me intriga. Então do Socrates já todos sabíamos e agora percebemos com maior rigor. Do Pinheiro também já todos sabíamos e agora finalmente vem à ribalta. O segundo era ministro do primeiro. O que me leva para a seguinte questão: será possível um PM e um ministro da economia andarem a roubar sem o restante elenco governativo dar por ela? Isto leva-me apenas a três suposições:
    1- Os restantes andavam ao mesmo
    2- Os restantes olharam para o lado, logo são cúmplices
    3- Os restantes são mesmo burros porque estando lá não conseguiram ver aquilo que o povo viu, mesmo sem lá estar.

    Ah… e ainda há os Kamov… quem é que adjudicou esses? Mesmo contra todas os pareceres técnicos? E o SIRESP?
    Provavelmente a opção corra é mesmo a 1.

  2. O povo como rouba também volta a votar neles a ver se lhes toca mais umas migalhas. E é esta mentalidade de … que põe o país como está.
    Sem valores não há luta nem futuro, será como sempre, o salve-se quem puder!

  3. ZAP, com o verbo auxiliar ter ou haver, utilizando o participo passado do verbo pagar, o correto é utilizar a forma regular em vez da forma irregular.
    Assim, o titulo correto seria:
    “Salgado terá pagado um milhão a Manuel Pinho por favores enquanto ministro”

RESPONDER

João Almeida acaba em 4.º e faz história no Giro. É o melhor português de sempre na prova

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu este domingo ao quarto lugar final da 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta, no contrarrelógio da 21.ª etapa, que 'coroou' o britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS). O português …

Santo Stefano paga 8.000 euros por ano a quem quiser viver na vila medieval italiana

Santo Stefano di Sessanio, uma vila medieval em Abruzzo, uma região no lado leste do centro-sul da Itália, está disposta a pagar a quem quiser mudar-se e começar um negócio nesta pequena localidade. Uma pequena vila medieval …

Portugal com mais 19 mortos e 2.577 casos confirmados

Portugal contabiliza este domingo mais 19 mortos relacionados com a covid-19 e 2.577 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim este …

Espanha decreta novo estado de emergência. Durará seis meses e terá recolher obrigatório

O Governo de Espanha aprovou este domingo o estado de emergência sanitária que permitirá a instauração do recolher obrigatório em todo o país para travar a de casos do novo coronavírus, anunciou o primeiro-ministro. O estado …

CDS quer saber se proibição de deslocações entre concelhos exclui assistir a espetáculos

O grupo parlamentar do CDS-PP questionou este sábado o Governo se a proibição de deslocações durante o fim de semana dos Fiéis Defuntos exclui deslocações para assistir a espetáculos culturais, querendo saber como justifica a …

Pandemia "roubou" dez anos à almofada financeira das reformas

O jornal Público escreve este domingo que dez meses de pandemia foram o suficiente para encurtar em uma década o prazo previsto até ao esgotamento do fundo que serve de almofada financeira para o sistema …

Chicago tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos (pelo 6.º ano consecutivo)

Chicago, a cidade mais populosa do estado do Illinois, é, pelo sexto ano consecutivo, aquela que tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos. Uma empresa de controlo de pragas garante receber mais chamadas …

Presidente da Samsung morre aos 78 anos

O presidente da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, morreu este domingo aos 78 anos, disse o grupo sul-coreano em comunicado. Lee, que transformou o grupo num gigante global das telecomunicações, estava acamado desde um ataque cardíaco em …

Chuva de críticas à F1 em Portimão. Organização promete expulsar quem não cumprir distanciamento

Fotografias das bancadas da Fórmula 1 em Portimão começaram a correr este sábado nas redes sociais, gerando alguma polémica e descansando uma série de críticas, uma vez que as bancadas pareciam ter mais público do …

Ordem dos Médicos alerta para “grave sobrecarga” nas urgências pela Linha SNS 24

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) alertou que a atuação da Linha SNS 24, no âmbito da covid-19, causa uma “grave sobrecarga” nas urgências, pelo que defende alterações na referenciação dos …