Salgado terá pagado um milhão a Manuel Pinho por favores enquanto ministro

Mário Cruz / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

O Ministério Público prepara-se para constituir como arguido no caso EDP o ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, devido a suspeitas de que pagou “luvas” ao ex-ministro da Economia, Manuel Pinho. Salgado já é arguido nos processos Monte Branco, Universo Espírito Santo e Operação Marquês.

O Observador assegura que os procuradores do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), Carlos Casimiro e Hugo Neto, que são responsáveis pela investigação ao caso EDP, vão pedir à Polícia Judiciária (PJ) para constituir Ricardo Salgado como arguido.

A publicação cita um despacho de 11 de Abril passado, onde o Ministério Público (MP) salienta que a PJ deverá “proceder à constituição como arguido, e prestação de Termo de Identidade e Residência a Ricardo do Espírito Santo Silva Salgado”.

O Público destaca que “já houve contactos sobre este tema entre os procuradores e a PJ”, mas nota que “o despacho ainda não chegou à polícia para que a diligência se possa concretizar”. Esse passo deverá ser dado “entre o final de Abril e o início de Maio”, de acordo com o Observador.

Salgado vai ser constituído arguido sob suspeita de que pagou “luvas” de um milhão de euros a Manuel Pinho, ex-ministro da Economia que também é arguido no caso EDP. Esses alegados pagamentos terão sido feitos entre 18 de Outubro de 2006 e 20 de Junho de 2012, com o intuito de obter decisões favoráveis ao Grupo Espírito Santo (GES) e à EDP.

O dinheiro das supostas “luvas” passou por uma offshore de Manuel Pinho com sede no Panamá, a Tartaruga Foundation, tendo saído do chamado “saco azul” do GES, a Espírito Santo Enterprises que tem sede nas Ilhas Virgens Britânicas.

Durante o tempo em que ocupou funções públicas, Pinho terá beneficiado a EDP em mais de 1,2 mil milhões de euros, alega o MP.

Além de Manuel Pinho, são também arguidos neste processo, o presidente da EDP, António Mexia, o administrador da EDP, João Manso Neto, e o ex-presidente da REN e ex-assessor do antigo ministro da Economia, Rui Cartaxo, entre outros.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Há uma coisa que me intriga. Então do Socrates já todos sabíamos e agora percebemos com maior rigor. Do Pinheiro também já todos sabíamos e agora finalmente vem à ribalta. O segundo era ministro do primeiro. O que me leva para a seguinte questão: será possível um PM e um ministro da economia andarem a roubar sem o restante elenco governativo dar por ela? Isto leva-me apenas a três suposições:
    1- Os restantes andavam ao mesmo
    2- Os restantes olharam para o lado, logo são cúmplices
    3- Os restantes são mesmo burros porque estando lá não conseguiram ver aquilo que o povo viu, mesmo sem lá estar.

    Ah… e ainda há os Kamov… quem é que adjudicou esses? Mesmo contra todas os pareceres técnicos? E o SIRESP?
    Provavelmente a opção corra é mesmo a 1.

  2. O povo como rouba também volta a votar neles a ver se lhes toca mais umas migalhas. E é esta mentalidade de … que põe o país como está.
    Sem valores não há luta nem futuro, será como sempre, o salve-se quem puder!

  3. ZAP, com o verbo auxiliar ter ou haver, utilizando o participo passado do verbo pagar, o correto é utilizar a forma regular em vez da forma irregular.
    Assim, o titulo correto seria:
    “Salgado terá pagado um milhão a Manuel Pinho por favores enquanto ministro”

Albânia demoliu restaurante do homem que perseguiu turistas no capô do carro

O dono de um restaurante ilegal na Albânia meteu-se em sérios apuros depois de ter perseguido uma família de turistas espanhóis, colocando-se no capô do carro onde seguiam e partindo o pára-brisas. O restaurante que …

Sensores de radiação da Rússia desligaram-se misteriosamente após recente explosão nuclear

Nas semanas após um acidente nuclear fatal num campo de tiro de armas navais em Nyonoksa, quatro sensores de partículas radioativas que enviavam dados do território russo para uma rede de monitorização internacional desligaram-se misteriosamente. As …

Zumba. O negócio milionário que começou com uma distracção de um colombiano

Foi uma distracção que levou o bailarino colombiano Beto Pérez a criar a zumba e a construir um dos negócios actuais com mais sucesso em todo o mundo, avaliado em mais de 450 milhões de …

Ligações a Jeffrey Epstein abalam um dos mais prestigiados laboratórios de tecnologia do mundo

O MIT Media Lab junta áreas que vão do design à robótica e é responsável pelas mais vanguardistas inovações do Massachusetts Institute of Technology, uma das mais reputadas universidades do mundo na área da tecnologia. Agora, …

Choveu água preta em São Paulo

Na tarde de segunda-feira um fenómeno climático transformou o dia em noite na cidade de São Paulo em plena tarde. E choveu água preta. Nas redes sociais há inúmeras imagens de copos, garrafas e baldes que …

Macron vai encontrar-se com iranianos para debater acordo nuclear

O Presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou na quarta-feira que vai encontrar-se com representantes do Irão antes da reunião do G7, que decorre no próximo fim de semana, para trabalhar em propostas que salvaguardem o …

Pentágono confirma morte do filho de Osama bin Laden

O secretário de Defesa dos Estados Unidos (EUA), Mark Esper, confirmou a morte de Hamza bin Laden, filho e herdeiro do fundador da Al-Qaeda, Osama bin Laden. "Esse é o meu entendimento", disse Mark Esper, numa …

Homem detido por filmar por baixo das saias de mais de 550 mulheres no metro de Madrid

Um colombiano de 53 anos foi detido e ficou em prisão preventiva nesta quarta-feira, em Madrid, acusado de filmar vídeos por baixo das saias de mais de 550 mulheres — algumas menores — e publicá-los …

Tempo de espera nos CTT é principal causa de insatisfação dos clientes

Um inquérito da associação Deco a 1.800 clientes dos CTT revela que esperam, em média, 18 minutos para serem atendidos e que o tempo de espera é o que causa mais insatisfação. O inquérito realizado a …

Gronelândia não é só um capricho de Trump. EUA querem comprar a ilha há 70 anos

A proposta de Donald Trump para comprar a Gronelândia terá parecido apenas mais uma ideia megalómana do presidente dos EUA, mas não é a primeira vez que o país tenta ficar com a ilha que …