PS apresenta projeto de programa com 21 causas e um desafio

José Coelho / Lusa

-

O projeto de programa eleitoral do PS, apresentado esta quarta-feira, tem “21 causas” organizadas por cinco pilares, desde a valorização do território até à redução das desigualdades, assumindo como desafio a criação de um Estado “forte e moderno”.

De acordo com o guião do programa, ao qual a agência Lusa teve acesso, os cinco pilares são dedicados às pessoas, à valorização do território, à prioridade à inovação, à coesão e combate às desigualdades e a “um Portugal global“.

O projeto de programa assume como desafio para o Estado “a melhoria da qualidade da democracia, uma governação diferente”, garantir a defesa num território alargado, segurança interna e política criminal, a agilização da justiça, a simplificação e digitalização da administração, a regulação eficaz dos mercados, a valorização das regiões autónomas e a descentralização como base da reforma do Estado.

Apesar de o programa ser hoje apreciado em Comissão Política do PS e no domingo em Comissão Nacional deste partido, no calendário estabelecido poderão ser enviadas propostas e sugestões por militantes e cidadãos independentes até 29 de maio.

No período entre 25 e 29 de maio, de acordo com o guião ao qual a agência Lusa teve acesso, os socialistas ainda procederão “ao lançamento e votação pelos cidadãos no âmbito do programa participativo”.

A aprovação final do programa eleitoral acontecerá a 6 de junho, durante a Convenção Nacional do PS.

Segundo o coordenador do processo de elaboração do projeto de programa e coordenador do Gabinete de Estudos do PS, João Tiago Silveira, o documento distingue-se das práticas do passado “por conter uma calendarização de medidas concretas e impacto estimado“, por ter sido “mais participado com temas que serão colocados brevemente à votação de militantes e cidadãos” e, ainda, por ser “mais claro ao ter sumários em linguagem clara, com comparação das medidas do PS com o que a coligação PSD/CDS fez no Governo”.

Financiamento plurianual ao Superior e mais 100 unidades de saúde familiar

O PS promete no seu projeto de programa eleitoral criar 100 novas unidades de saúde familiar em quatro anos e conceder um financiamento plurianual “estável” às instituições de Ensino Superior.

Na saúde, o PS apresenta como objetivo máximo “a defesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS), repondo ao mesmo tempo “o equilíbrio no seu financiamento”.

Como compromisso, os socialistas pretendem criar 100 novas unidades de saúde familiar nos próximos quatro anos, o equivalente a “um médico de família para mais meio milhão de portugueses”.

No ponto dedicado às universidades e institutos politécnicos, o documento refere a intenção de um Governo socialista celebrar com estas instituições “um pacto de confiança, através de contratos para projetos institucionais com metas e objetivos”.

Por esta via, segundo os socialistas, pretende-se assegurar que as instituições de Ensino Superior possam realizar “projetos de longo prazo com garantia de financiamento estável num ciclo plurianual“.

Em matéria de combate ao insucesso escolar, no projeto de programa socialista prevê-se a diversificação da oferta formativa e a aposta no ensino profissional nas escolas públicas, em articulação com as empresas.

Para a educação de adultos e formação ao longo da vida, o PS quer criar “um programa de educação e formação de adultos assente na formação, reconhecimento e certificação de competências, tendo em conta as necessidades individuais dos formandos”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O querido Jorge Costa e caros do Bloco de Esquerda, sejam verdadeiros de uma vez por todas, não fantasiem a cabeça do Zé Povinho. Este já não vai em cantigas! Em tempos um ardina vendia um jornal e apregoava 1000 enganados, um cidadão comprava o jornal e ele apregoava 1001 enganados. Cada vez que vos ouvimos, lembramo-nos sempre dele! Só que no momento presente os enganados, meus caros, estão a diminuir porque se trata de uma geração nova e inteligente. Querem ver? Convido-vos a fazer este exercício:
    O Dr. Passos Coelho, nosso 1º Ministro, antes de ser eleito fez muitas promessas e alterou-as a seguir a ser eleito, Verdade?
    O Aléxis Tsípras 1º Ministro da Grécia, antes de ser eleito fez muitas promessas e alterou-as a seguir a ser eleito, verdade?
    Cores politicas diferentes, carateres diferentes. Um Português e outro Grego. Um serio, de carater e personalidade vincada, Português. O Grego, bem…relembro, a expressão bem portuguesa que alguns herdaram de antepassados, “Vejo-me Grego para entende”. Grego = Baralhado, Atrapalhado, etc…Sem caracter, sem verdade, com descrédito assumido.
    Mas, concluindo. Quer num caso quer no outro, alguém deixou alicerces movediços e nada disse a ninguém. Por isso eleitos, não fizeram nada do que prometeram.
    Está claro, António Costa? Que ousadia, meu caro no discurso! O António foi um dos construtores “sérios” dos alicerces que deixou ao nosso 1º Ministro Passos Coelho, porque não lhe contou toda a verdade?
    Caros do BE, adorava tanto escutar-vos agora, sobre a novela Aléxis Tsípras. Porque não falam? Ficam mal na fotografia? Quanto ao Podemos, correu mal? O Zé Povinho Português, vai reconhecer a forma habilidosa como os tentam ludibriar. Bem, Quer as meninas do BE como os seniores do PS. Meus Caros, será que ser sério na vida para vocês, é um problema? Confessem e digam, porque nós Zé Povinho, já vos fisgamos há muitos anos.
    O Ardinha Zé Povinho, faz a contagem todos os dias. Apesar de a redução de enganados ter vindo a reduzir, a verdade, é que o cansam. Sabem porquê? Porque Ele é Sério, Honesto, Humilde, Tem Caracter, Trabalha, Não é Mouco, É Inteligente, Sábio, Lutador. É PORTUGUÊS!
    Bem, adam à procura de, poder? Tacho? Não sabem fazer mais nada na vida? Enfim….Amigos, companheiros de Luta, não se deixem enrolar nem enganar. Os nossos filhos, netos se continuarmos a trabalhar com gente seria como estamos, serão felizes. Tenho a Certeza! A doença existiu e foi muito séria. Está praticamente curada, vamos fazer a recuperação juntos de um Portugal que se encontrava moribundo, ligado às máquinas. Não se deixem enrolar por estes artistas bem-falantes, que na verdade erros no FALADURA não lhe faltam!
    Agora falidos? Verdade?

RESPONDER

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …

China anuncia fim de novas centrais a carvão no estrangeiro

Segundo os especialistas, o impacto da medida deverá depender da forma como será implementada, podendo ter um grande impacto na luta contra as alterações climáticas. Num anúncio bem recebido por ativistas e organizações ambientes, a China …

Roménia vai distribuir €200 mil a quem tiver vacinação completa contra a covid-19

A Roménia anunciou uma "lotaria de vacinação" que distribuirá prémios de até 200.000 euros entre aqueles que tiverem a vacinação completa, na tentativa de elevar a taxa de imunização, a segunda mais baixa da União …

Antes da invasão ao Capitólio, Bannon ajudou a planear estratégia para "matar a presidência de Biden no berço"

O estrategista-chefe da campanha de Donald Trump, Steve Bannon, revelou que falou com o ex-Presidente antes da invasão ao Capitólio, a 06 de janeiro, discutindo as condições para "matar a presidência de [Joe] Biden no …

Costa prepara novo alívio de restrições para vigorar a partir de 1 de outubro

António Costa prepara-se para anunciar, na quinta-feira, o levantamento de um conjunto de restrições que vigoraram por causa da covid-19. O primeiro-ministro, António Costa, prepara-se para anunciar na quinta-feira o levantamento de um conjunto de restrições …

IPO Porto. Cirurgias fora do horário suspensas desde julho

As intervenções cirúrgicas feitas fora do horário normal estão suspensas no bloco central do IPO do Porto desde o dia 1 de julho. Os profissionais de saúde do IPO do Porto estão indisponíveis para realizar intervenções …

Rio critica "vigarice" das sondagens. Líder do PSD acredita na vitória de Moedas

Esta tarde, ao lado de Francisco Rodrigues dos Santos e de Carlos Moedas, Rui Rio apelou a que não se acredite nas sondagens que, "ou são mal feitas, ou são encomendadas: uma vigarice". O presidente do …

A prova que precisava: Sim, as máscaras protegem contra a covid-19 (mas há uma predileta)

As máscaras funcionam? Se sim, será melhor utilizar uma N95, uma máscara cirúrgica ou uma máscara de pano? No último ano e meio, os investigadores produziram muitas evidências laboratoriais sobre a eficácia das máscaras. Para muitas …