Onde estão as provas? Sócrates acha que PS devia ter perguntado

António Cotrim / Lusa

O ex-primeiro-ministro José Sócrates

Naquela que foi a primeira entrevista do antigo primeiro-ministro depois de ter sido detido em Novembro do ano passado, José Sócrates acusa o Ministério Público de lançar um “operação de terror” contra a sua família, pela forma como o processo foi conduzido desde o início.

O ex-primeiro-ministro lamentou, em entrevista à TVI cuja primeira parte foi emitida na noite desta segunda-feira, a falta de apoio do PS, e defendeu que, após seis meses em prisão preventiva, o partido “que estava a ser prejudicado” devia ter perguntado pelas provas do seu processo.

“Ao fim de seis meses, eu realmente o que contava não é que o PS interviesse no processo, mas que o PS dissesse: Desculpem, mas não será o momento de apresentarem as provas? Acham que isto não passou já a mais? Não acham que o PS está a ser prejudicado por isto?”, interroga-se José Sócrates, quando confrontado com a posição do PS de separar a justiça e a política.

A antigo primeiro-ministro acusa a procuradora geral da República, Maria José Morgado, de ser “a principal responsável pelo comportamento do Ministério Público” no processo Operação Marquês que, segundo Sócrates, serviu para “prejudicar o PS” nas eleições legislativas.

Sócrates prevê que o procurador Rosário Teixeira, responsável pelo processo, não chegará a deduzir acusação contra si: o processo terá “motivações políticas, e as suas consequências já se fizeram sentir”.

Tais consequências “fizeram-se sentir no momento em que o PS perdeu as eleições legislativas de Outubro”, disse Sócrates, tornando-se a primeira figura socialista a admitir publicamente a derrota do partido nas eleições.

Para José Sócrates, “as decisões que foram tomadas neste caso deixam a suspeição de que as consequências foram obtidas”.

“O que o Ministério Público fez foi uma campanha brutal de difamação contra mim“, acusa o ex-primeiro-ministro, para quem foram “falsas, injustas, mas também absurdas” as acusações, formuladas em “fugas selecionadas do processo”, que estavam em segredo de justiça.

Já não precisam de apresentar a acusação, já não precisam de apresentar a prova e já não precisam sequer de fazer julgamento, porque o julgamento já foi feito nos jornais. É essa a impressão que dá”, afirma o ex-secretário-geral do PS.

A segunda parte da entrevista será transmitida esta terça-feira à noite.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Por acaso alguém sabe se há algum tipo de relação entre a direcção de informação da TVI e a figura pública, ex-1º ministro José Sócrates, para além do eventual interesse jornalístico?

RESPONDER

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …

Portugal vs Alemanha: Portugal perde por 2-4

A seleção portuguesa de futebol pode garantir hoje o apuramento para os oitavos de final do Euro2020, mas terá de vencer a poderosa Alemanha, ainda à procura dos primeiros pontos no Grupo F. O jogo …

Choques elétricos no pescoço podem combater a fadiga

Desde café a rotinas de sono complexas: os seres humanos desenvolveram várias estratégias para evitar o cansaço. Agora, cientistas acreditam ter descoberto uma nova técnica de combate à fadiga através de estimulação elétrica cerebral não …

"Juneteenth". Novo feriado americano comemora o fim da escravatura

Este sábado comemora-se o mais recente feriado nacional a ser instituído nos Estados Unidos da América. É o chamado Juneteenth, um termo que funde as palavras "june" (junho) e "nineteenth" (dezanove), e representa a data …

Chef Enrico Derflingher trabalhou em Buckingham e na Casa Branca (e revela as preferências da rainha e de Bush)

O chef Enrico Derflingher já alimentou algumas das figuras mais poderosas do mundo. Do Palácio de Buckingham à Casa Branca, o chef italiano sabe melhor do que ninguém quais são as preferências culinárias de Isabel …

Maiores de 35 anos vão poder agendar toma da vacina na segunda-feira

As pessoas com 35 ou mais anos vão poder agendar a toma da vacina contra a covid-19 na próxima segunda-feira. A informação foi confirmada ao Público por fonte da task force. A mesma fonte não adiantou …