Novas medidas: eventos só para 100 pessoas, esplanadas limitadas e proibido álcool na via pública

Mário Cruz / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

Este domingo, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, falou à comunicação social para anunciar novas medidas. 

Na tarde deste domingo, Eduardo Cabrita falou ao país para deixar um conjunto de recomendações e anunciar o reforço de algumas medidas que já estavam em cima da mesa.

O ministro da Administração Interna começou por adiantar que houve “uma reunião de avaliação da forma como estão a ser aplicadas as medidas abrangidas no âmbito da situação de alerta”, assegurando que o Governo faz “uma avaliação permanente”, em parceria com as forças de segurança, o SEF e a Proteção Civil.

Cabrita aproveitou para deixar algumas recomendações à população, apelando aos portugueses que “se coíbam de fazer todas as deslocações que não sejam necessárias”, para trabalhar, adquirir bens alimentares ou prestar cuidados a quem precise, como familiares ou amigos idosos.

Anunciou ainda que a limitação em 1/3 da capacidade dos restaurantes passa também a aplicar-se nas esplanadas. “Iremos ser exigentes no cumprimento dessas regras, garantindo o distanciamento social”.

O ministro anunciou que o Governo decidiu reduzir a dimensão admitida em eventos para o máximo de 100 pessoas, agradecendo a forma como a Igreja, o setor do desporto e da cultura aceitaram as limitações: “Façam as reuniões e os encontros estritamente necessários”, apelou.

Foi também proibido o consumo de bebidas alcoólicas na via pública, com exceção de esplanadas, e a partir de segunda-feira não haverá aulas de condução presenciais (teóricas e práticas) nem exames de condução.

Depois de ter sido confrontado pelos jornalistas com o facto de muitos cidadãos estrangeiros continuarem a passear em espaços públicos, Eduardo Cabrita referiu que o combate ao novo coronavírus é “uma batalha de todos os cidadãos” e que é por isso mesmo que estas medidas de contenção do número de pessoas autorizadas nos espaços são impostas, já que este é “um desafio global” e não apenas dos portugueses.

Em relação aos transportes públicos, o ministro sublinhou que o objetivo do Executivo não é impedir as pessoas de irem trabalhar. “Nós não queremos parar o país”, disse. Ainda assim, afirmou que já é visível “uma significativa redução da utilização de transportes públicos e tal irá provavelmente acentuar-se ainda mais amanhã com a interrupção letiva”.

A possibilidade do encerramento das fronteiras foi outras das perguntas com que Cabrita se viu confrontado. O ministro da Administração Interna adiantou que já falou com o ministro do Interior espanhol e clarificou que as medidas do Governo espanhol não fecham fronteiras, mas “impedem, sem justificação, quaisquer deslocações turísticas a Portugal”.

“A questão de articulação e coordenação de medidas de fronteira será ainda hoje objeto de discussão numa vídeoconferência entre o primeiro-ministro português e o presidente do governo de Espanha”, acrescentou Eduardo Cabrita.

Na segunda-feira haverá uma nova reunião entre ministros e comissários europeus. “Não vou aqui antecipar o diálogo entre os dois chefes de governo nem o que amanhã se irá discutir. Adotaremos as medidas adequadas.”

Este domingo, o boletim da Direção-Geral de Saúde (DGS) dá conta de 245 casos positivos de infeção por coronavírus em Portugal. São mais 76 casos do que os confirmados este sábado. Segundo as informações avançadas, há 281 casos a aguardar confirmação de resultados laboratoriais e 4.592 casos a serem vigiados pelas autoridades.

Há agora 14 cadeias de transmissão ativas, mais três do que no sábado. Desta vez, a região de Lisboa e Vale do Tejo concentra a maioria dos casos (116), mais 13 do que a região Norte. A região Centro e Algarve registam 10 casos e os Açores têm agora o primeiro doente infetado.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. turistas e estrangeiros continuam entrando e saindo do pais como se nada estivesse acontecendo vai enganar outro a mim nao enganas

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …