“Não somos ladrões de vacinas”. Governo deu ordem aos lares para incluir dirigentes nas listas de vacinação

NHSE / Flickr

Numa altura em que se fala de centenas de casos de vacinação indevida, incluindo dirigentes de lares de idosos, o Correio da Manhã adianta que foi o próprio Governo a instruir as instituições a vacinar os seus dirigentes.

De acordo com o Correio da Manhã, que avança a notícia esta quarta-feira, as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) receberam instruções do Governo, através da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), para incluírem os seus “dirigentes ativos” nas listas de vacinação prioritárias em lares de idosos e Unidades de Cuidados Continuados.

A informação foi confirmada ao CM pelo representante do CNIS de Braga, Roberto Rosmaninho, que salientou que os dirigentes recusam ser rotulados de “criminosos”.



“Seguimos à risca as orientações que nos chegaram do senhor primeiro-ministro, que indicavam que fossem incluídos utentes, funcionários e dirigentes ativos. Foi isso que fizemos ao indicar para vacinação pessoas que consideramos essenciais ao funcionamento da instituição. Não cometi nenhum crime”, disse Conceição Marques, diretora do Centro Social de Sande S. Clemente, em Guimarães, em declarações ao CM.

Conceição Marques foi vacinada e indicou mais quatro elementos – o capelão, duas voluntárias e a vice-presidente – para receberem a vacina. O pároco da freguesia, Joaquim Guimarães, de 85 anos, foi um dos vacinados.

Já Albino Carneiro, pároco em Serzedelo e Calvos, na Póvoa de Lanhoso, onde dirige duas IPSS, acusou o primeiro-ministro António Costa de “fugir às responsabilidades” neste processo.

“O primeiro-ministro que não continue a fugir por entre os pingos da chuva e que assuma que foram essas as diretivas que deu”, desafiou, citado pelo CM. “Não somos ladrões de vacinas, como dizem.”

Nos últimos dias têm surgido centenas de denúncias de vacinação considerada indevida, entre os quais casos relacionados com lares de idosos.

O primeiro caso envolveu José Calixto, presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, que justificou ter sido vacinado na qualidade de presidente da fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, que gere o lar onde, em agosto, um surto fez 18 mortos.

Sucederam-se os casos de Francisco Araújo, presidente da Assembleia Municipal de Arcos de Valdevez e provedor da Santa Casa da Misericórdia, ou de Elisabete Adrião, vereadora da Câmara do Seixal e responsável pelo Núcleo Local de Inserção de Sesimbra (NLI).

A situação mais polémica verificou-se no Centro Distrital de Setúbal do Instituto da Segurança Social (ISS), cuja diretora, Natividade Coelho, apresentou a demissão depois de a SIC ter noticiado que 126 funcionários tinham sido vacinados indevidamente.

Foram também instaurados inquéritos relativamente aos casos que envolvem o INEM de Lisboa e o do Porto. Os dois casos foram denunciados pela Associação Nacional de Emergência e Proteção Civil (APROSOC).

Vieram ainda a público alegados usos indevidos de vacinas no Centro de Apoio a Idosos de Portimão, cujos órgãos sociais foram incluídos nas prioridades, e no Hospital Narciso Ferreira, em Vila Nova de Famalicão, cujo administrador incluiu a filha e a mulher na lista de profissionais prioritários.

Estão também a ser investigados pelo MP o lar da Santa Casa da Misericórdia de Bragança, onde terão sido vacinados todos os órgãos sociais, e a Santa Casa da Misericórdia do Montijo, cujo provedor terá incluído a mulher na lista de vacinação.

A costureira e a mãe do presidente do Centro Social e Paroquial de Alfena (CSPA), em Valongo, foram vacinadas, juntamente com utentes e funcionários na instituição.

Na Associação de Solidariedade Social de Farminhão (ASSF), em Viseu, entre os dirigentes e outros funcionários não prioritários que receberam a vacina estão o presidente da direção, Duarte Coelho, a filha, que é vice-presidente, bem como a mulher, voluntária na cozinha.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Mau…querem ver que é como o ensino que estava suspenso e afinal não estava? Querem ver que o governo ficou agora espantado com algo que afinal permitiu?!
    Nunca vi tanta incompetência junto num mesmo governo.

  2. A ‘Confederação Nacional Coordenadora das Vacinas para Etter’ também recebeu instruções similares. Sé que Etter não está perto de um frasquinho de vacinas.
    Agora quem vai indemnizar os mortes que futuramente poderão ter sido evitados de morrer, com estas orientações?
    É assim tão difícil orientar e decidir sobre prioridades? Em caso de colisão, quem paga a fatura? Desculpe, Sr. Costa, eu sei que o 1º ministro não pode fazer tudo ele próprio, mas ele é responsável pelos tipos que entram no seu elenco. O Sr. Guterres percebeu que tinha uma gambada de malucos e demitiu-se, rumo a empregos melhores. Uma sugestão?
    Portugal até já parece igual aos que tem as rédeas da UE nas mãos. Total incompetência

  3. E entretanto muitos idosos que deveriam receber as vacinas correm o risco de não as ter…
    Miseráveis RICOS!!!!!!! Não há outro nome, são autênticos vampiros…

    No céu cinzento sob o astro mudo
    Batendo as asas pela noite calada
    Vêm em bandos com pés veludo
    Chupar o sangue fresco da manada

    Eles comem tudo… .

    Os vampiros – Zeca Afonso

  4. Aos poucos começam a aparecer as provas da incompetência do Boy do PS Sr Francisco Ramos coordenador do plano de vacinação. É fácil de ver que houve grandes falhas nas listas de vacinação tal como na quantidade de vacinas disponibilizadas.

    • Afinal demitiu-se… ele bem tentou desviar as atenções para os votantes do chega mas este cargo estava-lhe a dar muito má fama, então demite-se e salta para outro tacho… Viva a democracia, futebol e novelas !!!!!

  5. Só por aqui se vê a corrupção que existe em Portugal e a humildade deste povo, que neste é noutros casos é o salve-se quem puder?
    As pessoas que estão à frente das próprias Instituições é que são o garante da democracia? É mais não disse.

  6. Tudo isto por falta de liderança e de medidas que deveriam ser tomadas atempadamente para evitar desperdícios, polémicas e oportunismos. Infelizmente são virtudes cada vez menos em uso no país, a “democracia” em vez de se ter afirmado como força de moral e valores, anda em sentido inverso, daí a bandalheira que se observa por todo o lado.

  7. Por favor leiam, pensem e depois comentem.
    1º – “as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) receberam instruções do Governo, através da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), para incluírem os seus “dirigentes ativos” nas listas de vacinação prioritárias em lares de idosos e Unidades de Cuidados Continuados.”
    O que são os dirigentes activos? Por certo não serão aqueles que recebem uma pasta com os papeis para assinar e não entram no lar nem as esposas deles e nem serão os amigos e os donos de restaurantes onde costumam almoçar

RESPONDER

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …