Governo vai aprovar “código de conduta” para os seus membros

O ministro dos Negócios Estrangeiros anunciou esta quinta-feira que o Conselho de Ministros vai aprovar este verão um código de conduta que vincule os membros do Governo, depois de três elementos do executivo terem aceitado convites para assistirem a jogos de futebol.

Numa sessão de esclarecimentos sobre os três secretários de Estado que aceitaram convites para assistirem a jogos de futebol, o ministro Augusto Santos Silva garantiu que os governantes envolvidos “têm todas as condições” para manter os cargos que exercem atualmente.

O anúncio surge após a polémica gerada à volta dos secretários de Estado Fernando Rocha Andrade (Assuntos Fiscais), João Vasconcelos (Indústria) e Jorge Costa Oliveira (Internacionalização), que aceitaram convites da Galp para assistir a jogos da seleção nacional no Euro 2016 em França.

Segundo Augusto Santos Silva, os três secretários de Estado vão manter-se no Governo, que se prepara para aprovar até ao final do verão um código de conduta que abrange governantes e altos funcionários públicos.

Para Santos Silva, a ida aos jogos enquadrou-se numa “iniciativa de mobilização de apoio público de apoio à selecção”. “Não é a primeira vez que sucede, com dezenas e dezenas de personalidades, entre as quais vários titulares de cargos públicos, entre os quais três membros do Governo”, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros.

Augusto Santos Silva refere que “os três membros do Governo que participaram nessa iniciativa fizeram questão de assegurar o reembolso de quaisquer despesas que o dito patrocinador tivesse incorrido por motivo da sua participação”.

“O atual Governo, que tem no seu programa a aprovação de um código de transparência pública, está em condições de dizer que o Conselho de Ministros aprovará, ainda este verão, um código de conduta para membros do Governos e altos dirigentes da Administração Pública”, revelou Santos Silva.

“O código de conduta deverá intensificar a norma atual da lei de forma a que ela se torne taxativa e em relação à qual o seu comportamento não suscite qualquer dúvida”, explicou.

Augusto Santos Silva considerou que com o novo código de conduta fica “encerrado” o caso da viagem do secretário de Estado ao Euro 2016 a custas da Galp.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. “Augusto Santos Silva refere que “os três membros do Governo que participaram nessa iniciativa fizeram questão de assegurar o reembolso de quaisquer despesas que o dito patrocinador tivesse incorrido por motivo da sua participação”.”

    Reembolsar !????
    Desde quando é que os convidados têm de reembolsar uma oferta que aceitam.
    A oferta nunca devia ter sido feita, nem tão pouco aceite.

    Apenas fica demonstrado o que normalmente se passa por baixo do pano, e que são situações tão corriqueiras que estes senhores, já estão a ficar descuidados.

  2. Nascemos a gostar de mama, morremos velhos a gostar de mama. Pelo meio se podermos mamar em tetas destas, quem os pode condenar? Além disso não se tenha pena da galp. Aumenta-se 1 cêntimo o combustível e fica tudo pago e ainda sobra para outras investidas.

Ciência explica porque é que alguns cheiros desencadeiam memórias fortes

O cheirinho de pão acabado de sair do forno pode, por exemplo, funcionar como um portal do tempo, levando-nos de volta àquele pequeno café em Paris que visitámos há alguns anos. Os cheiros têm a capacidade …

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …

Casal separado após sobreviver a Auschwitz reencontra-se 72 anos depois em Nova Iorque

Em 1944, David Wisnia e Helen "Zippi" Spitzer eram dois prisioneiros judeus e secretamente namorados que, miraculosamente, conseguiram sobreviver ao campo de concentração nazi Auschwitz, na Polónia. Porém, no final da guerra, foram separados depois de …

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …