Galpgate. Gestores da Galp vão a julgamento, mas políticos só vão ter de pagar multas

Andre Kosters / Lusa

Fernando Rocha Andrade

Os gestores da Galp ainda podem ir a julgamento pelas ofertas de bilhetes e viagens ao Euro 2016, mas os políticos que auferiram dos mesmos vão ver o processo arquivado mediante o pagamento de uma multa, entre 650 euros e 4.800 euros.

No final do ano passado, a juíza de instrução criminal propôs que o processo Galpgate, que remonta a 2016, fosse suspenso de forma provisória para todos os arguidos envolvidos. Contudo, o procurador Pedro Roque recusou essa decisão.

Segundo a edição desta quarta-feira do Observador, o procurador recusou que a decisão fosse aplicada aos gestores da Galp que ofereceram os bilhetes e viagens aos jogos do Euro 2016, mas aceitou suspender o processo para os titulares de cargos políticos que beneficiaram das mesmas ofertas.

De acordo com o matutino, duas sociedades da Galp, o administrador Carlos Costa Pina e seis representantes da empresa podem vir a ser julgados.

Já os dois ex-secretários de Estado Fernando Rocha Andrade e Jorge Oliveira, Vítor Escária (ex-assessor de António Costa), a sua mulher Susana Escária, os autarcas Álvaro Beijinha (Santiago do Cacém), Nuno Mascarenhas (Sines), Pedro Sousa Matias (ex-chefe de gabinete de João Vasconcelos e atual presidente do Grupo ISQ) e Luís Ribeiro Vaz (ex-administrador da ANA – Aeroportos de Portugal) poderão ser beneficiados com o arquivamento do processo, pagando só uma multa.

Para Pedro Roque, o crime de recebimento de vantagem imputado aos representantes da petrolífera tem “níveis de ilicitude e culpa que só podem ser considerados elevados, nomeadamente os convites endereçados a entidades que se encontravam a apreciar pretensões do grupo Galp”, sendo que o mesmo não se aplica aos políticos.

As multas poderão chegar aos 4.800 euros, mas nunca ultrapassando este valor. O Observador adianta que Fernando Rocha Andrade deve pagar o valor mais elevado,  enquanto Jorge Oliveira deve proceder ao pagamento de 3.500 euros, Vítor Escária de 1.200 euros e a sua mulher, Susana Escária, deve pagar 650 euros.

Os autarcas Álvaro Beijinha e Nuno Mascarenhas devem proceder ao pagamento de quatro mil e 3.800 euros, respetivamente, Pedro Sousa Matias deve pagar mil euros e o ex-administrador da ANA Luís Ribeiro Vaz 1.200 euros.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Por aqui se vê o tratamento desigual perante a justiça; depois não me falem em igualdade no que concerne à n/ lei fundamental (CRP). Portanto existem na prática portugueses de primeira, segunda e terceira.

  2. Depois admiram-se que o CHEGA vá aumentando nas intenções de voto. Os atuais políticos estão a estender uma enorme passadeira a este partido.

RESPONDER

Ventura quer ser Sá Carneiro do século XXI e ter juventude partidária

O presidente do Chega vai apresentar-se este fim de semana em Évora para a II Convenção Nacional do partido populista de direita como “o principal continuador em Portugal” de Sá Carneiro, o falecido líder fundador …

Alemanha tem provas materiais de que Maddie está morta

As autoridades alemãs têm provas materiais de que Madeleine McCann está morta, garante o porta-voz da Procuradoria de Braunschweig, Hans Christian Wolters, à RTP. Apenas está por provar o envolvimento de Christian Brueckner no homicídio …

BE quer que direito das grávidas a acompanhante seja respeitado

O Bloco de Esquerda (BE) quer que as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre gravidez e parto no âmbito da covid-19 sejam revistas para que o direito das mulheres grávidas a estarem acompanhadas seja …

Proposta do PCP para passar Novo Banco para esfera pública foi chumbada

A recomendação ao Governo proposta pelo PCP para reverter da venda do Novo Banco, transferindo-o para a esfera pública, foi hoje chumbada no parlamento com os votos contra de PS, PSD, CDS-PP, PAN, Iniciativa Liberal …

Trump ataca voto por correspondência. Resultados podem não ser "determinados de forma precisa"

O Presidente dos EUA, Donald Trump, reforçou na quinta-feira no Twitter os ataques ao voto por correspondência nas eleições de novembro, ao que a rede social reagiu ligando duas das suas mensagens a informação verificada …

Quatro candidatos disputarão sucessão de Santana no Aliança

O novo líder do Aliança, que sucederá ao fundador do partido, Pedro Santana Lopes, vai ser escolhido entre quatro candidatos no próximo congresso nacional, agendado para 26 e 27 de setembro em Torres Vedras. Segundo noticiou esta …

Recomendação do PS para tarifa social de Internet sem oposição (mas partidos querem mais)

A recomendação do PS ao Governo para que crie uma tarifa social de acesso à Internet não mereceu esta quinta-feira oposição de nenhuma bancada, mas foram vários os partidos que defenderam a necessidade de “ir …

Ex-deputado PS acusado de uso abusivo de viaturas da Câmara de Barcelos

O Ministério Público acusou de peculato e abuso de poderes o ex-deputado socialista Domingos Pereira, pela alegada utilização de viaturas do município de Barcelos para deslocações de e para a Assembleia da República. Segundo nota publicada …

Quim Torra acusa Governo espanhol de tentar "excluir um presidente no meio de uma pandemia"

Um recurso do presidente separatista catalão Quim Torra contra uma condenação por desobediência que pode afastá-lo do exercício de cargos públicos durante ano e meio foi analisado na quinta-feira pelo Supremo Tribunal de Espanha. Antes …

Cinco anos depois, Volkswagen nega reembolso a 125 mil portugueses lesados

A marca alemã Volkswagen respondeu à Deco Proteste, cinco anos após o caso "dieselgate", informando que não irá indemnizar mais consumidores, tendo em vista os processos judiciais em curso. Segundo noticiou esta sexta-feira a Madremedia, em …