O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

(cv) YouTube

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19.

Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros quatro “cientistas cidadãos” e parceiros de negócios, o empresário detalha oito medicamentos existentes que poderiam ser usados para tratar a covid-19.

Shkreli, que está a cumprir sete anos de prisão por fraude financeira, terminou o texto com um pedido pessoal para ser libertado da prisão para poder trabalhar no projeto. “Estou a pedir uma breve licença (3 meses) para ajudar no trabalho de pesquisa sobre a covid-19. Ser libertado para o mundo pós-covid não é consolo nem para os encarcerados”, escreveu.

“Como um bem-sucedido empresário biofarma, que adquiriu várias empresas, inventou vários novos candidatos a medicamentos, apresentou vários INDs e pedidos de ensaios clínicos, sou um dos poucos executivos com experiência em TODOS os aspetos do desenvolvimento de medicamentos, desde a criação de moléculas e geração de hipóteses, para avaliações pré-clínicas e demonstração de projeto de ensaios clínico/engajamento de alvo, fabricação/síntese e logística global e implantação de medicamentos”, continuou, citado pelo IFLScience.

Ben Brafman, advogado de Manhattan, disse que vai apresentar documentos judiciais a pedir às autoridades federais que libertem Shkreli durante três meses, para que possa trabalhar num laboratório “sob rigorosa supervisão”, de acordo com a Associated Press.

Martin Shkreli foi dado como culpado de três crimes dos oito crimes que estava acusado – fraude financeira, conspiração para cometer fraude financeira e conspiração para realizar transferências fraudulentas – e enfrentava uma pena que podia chegar aos 20 anos.

O tribunal de Brooklyn, Nova Iorque, deu a conhecer a pena em março do ano passado. O empresário, também conhecido como o “O Homem Mais Odiado do Mundo”, foi condenado a sete anos de prisão.

Shkreli, de 34 anos, ficou conhecido em 2015, quando adquiriu a patente de um medicamento para combater doenças como a SIDA, o cancro ou a malária e multiplicou o seu preço em mais de 5.500%.

Foi detido, meses depois, por suspeitas de fraude com valores mobiliários no fundo de investimentos MSMB Capital Management, uma das empresas que fundou e que entretanto abriu falência por milhões de dólares de prejuízo.

O empresário vem de uma família de imigrantes albaneses e croatas, que ganharam a vida a trabalhar nas limpezas. Shkreli criou o fundo de investimento em 2006, enriqueceu em Wall Street e, anos mais tarde, chegou a ser incluído na lista da Forbes como um dos investidores de maior sucesso com menos de 30 anos.

Na Retrophin, empresa de biotecnologia que fundou em 2011, Shkreli aumentou também os preços de um outro medicamento, chamado Thiola, que permite tratar pedras nos rins resistentes a outras formas de tratamento, aumentando o preço de 1,50 para 30 dólares por comprimido.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Esta criatura repugnante e sem escrúpulos além de não o deixar sair da prisão nos tais 3 meses pedidos, deviam isso sim, aumentar-lhe a pena para mais de 50 anos!

  2. Tivesses escolhido viver em PT -por cá soltavam-te que era um instante – tu e mais de MIL CRIMINOSOS – mas os americanos não acreditam no pai natal e no país das maravilhas dos xuxas …

RESPONDER

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …

Nuno Graciano "disponível" para acordo com Carlos Moedas

Nuno Graciano, candidato à Câmara Municipal de Lisboa pelo Chega, disse que há "condições" para conversar com Carlos Moedas, em caso de vitória do social-democrata. Em entrevista ao Diário de Notícias, Nuno Graciano, candidato do Chega …