O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

(cv) YouTube

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19.

Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros quatro “cientistas cidadãos” e parceiros de negócios, o empresário detalha oito medicamentos existentes que poderiam ser usados para tratar a covid-19.

Shkreli, que está a cumprir sete anos de prisão por fraude financeira, terminou o texto com um pedido pessoal para ser libertado da prisão para poder trabalhar no projeto. “Estou a pedir uma breve licença (3 meses) para ajudar no trabalho de pesquisa sobre a covid-19. Ser libertado para o mundo pós-covid não é consolo nem para os encarcerados”, escreveu.

“Como um bem-sucedido empresário biofarma, que adquiriu várias empresas, inventou vários novos candidatos a medicamentos, apresentou vários INDs e pedidos de ensaios clínicos, sou um dos poucos executivos com experiência em TODOS os aspetos do desenvolvimento de medicamentos, desde a criação de moléculas e geração de hipóteses, para avaliações pré-clínicas e demonstração de projeto de ensaios clínico/engajamento de alvo, fabricação/síntese e logística global e implantação de medicamentos”, continuou, citado pelo IFLScience.

Ben Brafman, advogado de Manhattan, disse que vai apresentar documentos judiciais a pedir às autoridades federais que libertem Shkreli durante três meses, para que possa trabalhar num laboratório “sob rigorosa supervisão”, de acordo com a Associated Press.

Martin Shkreli foi dado como culpado de três crimes dos oito crimes que estava acusado – fraude financeira, conspiração para cometer fraude financeira e conspiração para realizar transferências fraudulentas – e enfrentava uma pena que podia chegar aos 20 anos.

O tribunal de Brooklyn, Nova Iorque, deu a conhecer a pena em março do ano passado. O empresário, também conhecido como o “O Homem Mais Odiado do Mundo”, foi condenado a sete anos de prisão.

Shkreli, de 34 anos, ficou conhecido em 2015, quando adquiriu a patente de um medicamento para combater doenças como a SIDA, o cancro ou a malária e multiplicou o seu preço em mais de 5.500%.

Foi detido, meses depois, por suspeitas de fraude com valores mobiliários no fundo de investimentos MSMB Capital Management, uma das empresas que fundou e que entretanto abriu falência por milhões de dólares de prejuízo.

O empresário vem de uma família de imigrantes albaneses e croatas, que ganharam a vida a trabalhar nas limpezas. Shkreli criou o fundo de investimento em 2006, enriqueceu em Wall Street e, anos mais tarde, chegou a ser incluído na lista da Forbes como um dos investidores de maior sucesso com menos de 30 anos.

Na Retrophin, empresa de biotecnologia que fundou em 2011, Shkreli aumentou também os preços de um outro medicamento, chamado Thiola, que permite tratar pedras nos rins resistentes a outras formas de tratamento, aumentando o preço de 1,50 para 30 dólares por comprimido.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Esta criatura repugnante e sem escrúpulos além de não o deixar sair da prisão nos tais 3 meses pedidos, deviam isso sim, aumentar-lhe a pena para mais de 50 anos!

  2. Tivesses escolhido viver em PT -por cá soltavam-te que era um instante – tu e mais de MIL CRIMINOSOS – mas os americanos não acreditam no pai natal e no país das maravilhas dos xuxas …

RESPONDER

Espanha sem mortes pelo segundo dia consecutivo. Há 41 mil profissionais de saúde infetados

Espanha registou esta terça-feira o segundo dia consecutivo sem mortes associadas à covid-19, mantendo-se o total 27.127 de óbitos desde o início da pandemia, anunciaram as autoridades de saúde. O ministério da Saúde de Espanha informou …

Petição pela "anulação imediata" do Avante já conta com mais de 16 mil assinaturas

Uma petição online para a "anulação imediata" da Festa do Avante!, a festa anual organizada pelo PCP, conta já com mais de 16 mil assinaturas. Às 10:30 desta quarta-feira, a petição, disponível no portal Petição Pública, …

Venda de Wendel ao Everton sofre revés. Nápoles e Nice entram em jogo

A licença de trabalho pode deitar por terra uma eventual transferência de Wendel para o Everton. O Nápoles é o favorito na corrida à sua contratação, mas o Nice também está atento. As negociações entre o …

Celebrações do 10 de junho só terão oito pessoas. “É como achei que devia ser o 25 de abril e o 1º de maio”

A “cerimónia simbólica” comemorativa do Dia de Portugal que se realizará no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, terá apenas oito presenças, incluindo o chefe de Estado e o presidente desta edição do 10 de Junho, …

O futebol português está de volta. Uma corrida de dois cavalos e a montra para Amorim

A bola volta hoje a rolar em Portugal após a interrupção devido à pandemia de covid-19. Regresso o futebol que tão bem conhecemos, mas de uma forma como nunca vimos antes. Estádios desertos e jogos quase …

Cientistas identificam fóssil do inseto mais antigo do mundo

Um fóssil de um milípede descoberto em 1899 é o inseto mais antigo do mundo, concluiu um novo estudo. O espécime em causa tem 425 milhões de anos. Uma equipa de investigadores da Universidade do Texas …

Jorge Jesus renova com o Flamengo por mais uma época

O treinador português anunciou, esta quarta-feira, que vai ficar mais uma época nos brasileiros do Flamengo, até junho de 2021. "Digam à nação que fico!". É esta a frase que acompanha a fotografia publicada, esta quarta-feira, …

Governo deixa cair lay-off simplificado. Novo apoio vai variar em função da quebra de faturação

O apoio às empresas em lay-off que retomarem a atividade será diferenciado em função da quebra de faturação, com vista a direcionar as ajudas públicas “a quem mais precisa”, afirmou esta terça-feira a ministra do …

Grupo de precários da Casa da Música dispensado de serviço via e-mail "meia hora depois" de uma vigília de protesto

Cerca de 13 trabalhadores "precários" da Casa da Música, no Porto, foram dispensados dos concertos que tinham alocados para o mês de junho. Em declarações à Lusa, Hugo Veludo, um dos 13 assistentes de sala …

Sete detidos em operação na Quinta da Fonte ficam em prisão preventiva

Os sete homens que foram detidos numa operação policial no bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na segunda-feira, ficaram em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, revelou à agência Lusa a Polícia …