Escolas fechadas em dias de ponte e restrições de circulação. As medidas para o novo estado de emergência

António Cotrim / Lusa

O primeiro-ministro António Costa anunciou este sábado as novas medidas que vão ser adotadas a partir de terça-feira, 24 de novembro, dia em que se renova o estado de emergência em Portugal.

António Costa começou o briefing no Palácio da Ajuda a agradecer os portugueses que estão este fim de semana confinados em casa. O primeiro-ministro disse que “diariamente, continuamos a ter um número de novos casos que continua a ser preocupante”.

“Não obstante continuarmos a crescer, há uma desaceleração do risco de crescimento”, mas os resultados ainda “são insuficientes e temos muito de nos esforçar para alcançarmos os resultados pretendidos”.

O primeiro-ministro disse que as máscaras vão ter de ser usadas obrigatoriamente nos locais de trabalho – exceto quando são trabalhos “isolados”, explicou o primeiro-ministro.

Além disso, em todo o país, haverá restrições de circulação entre concelhos entre 23h de 27 novembro e as 5h de 2 de dezembro e as 23 horas de 4 dezembro e as 5 horas de 9 de dezembro.

Nas segundas-feiras que antecedem os feriados de dia 1 e 8 de dezembro (30 de novembro e 7 de dezembro), haverá suspensão de atividades letivas e tolerância de ponto para reduzir a circulação durante quatro dias consecutivos nos fins-de-semana com feriado na terça-feira seguinte. O Governo apela que o setor privado também dispense os seus funcionários nesses dias.

O objetivo destas medidas é evitar a circulação de pessoas durante as pontes que resultam dos feriados (1 e 8 de dezembro).

País dividido em 4 zonas de risco

O primeiro-ministro afirmou que o país será dividido em quatro zonas de risco. A lista de concelhos e respetiva classificação de risco está disponível no site do Governo sobre a pandemia de covid-19. “Esta é uma lista dinâmica que será revista de 15 em 15 dias”, afirmou António Costa.

Há 47 concelhos com risco extremamente elevado (960 novos casos por 100 mil habitantes), 80 concelhos com risco muito elevado (mais 480 novos casos por 100 mil) e 86 concelhos com risco elevado (240 novos casos por 100 mil habitantes). Há apenas 65 concelhos de risco moderado.

Costa anunciou 17 concelhos que deixaram de ser de risco elevado: Aljustrel; Alvaiázere; Beja; Borba; Caldas da Rainha; Carrazeda de Ansiães; Ferreira do Alentejo; Fornos de Algodres; Golegã; Santa Comba Dão; São Brás de Alportel; Sousel; Tábua; Tavira; Vila Real de Santo António; Vila Velha de Ródão; e Vila Flor.

O primeiro-ministro explicou que, nesta quinzena, ainda “não é oportuno diferenciar medidas” entre os concelhos que têm mais de 480 casos por cada 100 mil habitantes e os que têm mais de 960.

Assim, os concelhos de risco elevado terão circulação proibida entre as 23h e 5h, encerramento de estabelecimentos comerciais entre as 13h e 5h; e serão aumentadas as ações de fiscalização de teletrabalho, “porque há grande incumprimento desta obrigatoriedade”, explicou o primeiro-ministro.

Nas vésperas dos feriados, estabelecimentos comerciais têm de encerrar a partir das 15h e as medidas dos fim de semana vão também vigorar nos feriados de 1 e 8 de dezembro.

Novas medidas de apoio às empresas

Costa anunciou ainda que o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, vai anunciar um novo pacote de apoios para as empresas. “Temos bem consciência que estas medidas têm um impacto significativo”, continua António Costa.

O primeiro-ministro mencionou ainda o programa “Apoiar.pt”, no valor total de 1.550 milhões de euros; o acesso imediato ao Apoio à Retoma Progressiva; o adiamento dos pagamentos à Segurança Social e IVA trimestral; e medidas de apoio à restauração.

Em resposta às perguntas dos jornalistas, Costa disse que o estado de emergência, como já tinha avisado, será “menos intenso nas medidas mas mais tenso na sua duração”.

“É realista que tenhamos todos a noção que até haver uma vacina, o problema não está ultrapassado. Ou teremos uma longa segunda vaga ou sucessivas vagas até termos um nível de imunização generalizada”, afirmou.

Em relação ao congresso do PCP, marcado para a próxima semana, Costa disse que as limitações impostas pela lei do estado de emergência, de 1976, não permitem proibir congressos. “O estado de emergência não permite que, em caso algum, sejam proibidas reuniões dos órgãos estatutários dos partidos políticos”.

Em relação às medidas a adotar nas semanas de Natal e do Ano Novo, o primeiro-ministro rejeitou comentar. “A avaliação faz-se de 15 em 15 dias. Os fatores são mutáveis, temos de estar todos preparados para reforçar medidas e poder aliviá-las”.

O primeiro-ministro deixou uma palavra de reconhecimento aos profissionais de saúde na linha da frente e apelou a um “esforço reforçado e persistência” para controlar a pandemia. “Foi essa determinação que nos permitiu travar a pandemia em março. Será isso que nos poupará a medidas mais restritivas, como outros países têm estado a aplicar”, rematou.

MC, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não esqueçamos que ainda a dita primeira vaga estava a começar já falavam numa segunda vaga e agora também já falam numa terceira.
    Muita gente ainda não percebeu que estamos perante um modo de vida que veio para ficar escondido atrás do Covid os objectivos são bem outros e nada têm que ver com o Covid.
    Aliás como todos já percebemos a máscara e o estado de emergência em nada estão a baixar o surto. Mas o grande objectivo não é baixar o surto mas querem nos fazer crer que é.
    Este grande lobby internacional chamado Covid-19 disfarçado de pandemia é um negócio muito bem montado sem dúvida!

RESPONDER

Desapareceu tão misteriosamente como apareceu o monólito do deserto do Utah (e apareceu outro na Roménia)

O monólito de metal descoberto, na semana passada, no meio do deserto do Utah, nos EUA, desapareceu sem deixar rasto. O mistério adensa-se em torno do objecto que alguns já apelidaram de "extraterrestre", até porque …

The Crown: O que é verdade e ficção na nova temporada?

Não é novidade que as famílias reais da Europa, em especial a família real britânica, sempre despertaram muita curiosidade e interesse por parte do público. Desta forma, a plataforma de streaming Netflix decidiu investir, em …

Hubble avista possível "jogo de sombras" do disco em torno de um buraco negro

Algumas das vistas mais deslumbrantes do nosso céu ocorrem ao pôr-do-Sol, quando a luz do Sol penetra nas nuvens, criando uma mistura de raios brilhantes e escuros formados pelas sombras das nuvens e pelos feixes …

No Japão, houve mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 no ano todo

No mês de outubro, o número de suicídios no Japão foi superior ao número de mortes por covid-19 desde o início da pandemia. De acordo com os dados do governo, foram registados 2153 suicídios no …

YouTube cria o primeiro videoclipe "infinito" de sempre. Reúne todas as versões de "Bad Guy" de Billie Eilish

"Bad Guy" de Billie Eilish tornou-se o primeiro vídeo de música infinito de sempre. Celebrando o facto de ter atingido a marca de mil milhões de visualizações, a artista juntou-se ao YouTube e criou uma …

Marítimo 1 - 2 Benfica | Águia faz terapia no “divã” de Pizzi

Após duas derrotas consecutivas para o campeonato (contra o Boavista e o Braga), o Benfica regressou às vitórias, na visita ao Marítimo, por 2-1. Um resultado que não disfarça as dificuldades e a intranquilidade que …

A Coreia do Sul vai ter táxis aéreos. Serão usados em serviços de emergência e turismo

A empresa chinesa de mobilidade aérea EHang concluiu três voos de teste na Coreia do Sul para demonstrar o seu novo transporte de passageiros. Trata-se de um táxi aéreo com capacidade de resposta de emergência …

Tartarugas marinhas transportadas para a Flórida depois de sofrerem reação hipotérmica

Quarenta tartarugas marinhas em vias de extinção foram transportadas para a Florida, nos Estados Unidos, depois de sofrerem uma reação de hipotermia na costa de Massachusetts. Quando as tartarugas marinhas são expostas à água fria por …

Apoiante de Trump doou 2,5 milhões para combater os resultados eleitorais. Agora, quer o dinheiro de volta

Um investidor de capital de risco da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, que doou 2,5 milhões de dólares para ajudar o ainda Presidente norte-americano, Donald Trump, a contestar os resultados eleitorais que deram a …

Petição de Cristina Ferreira contra cyberbullying já reúne mais de 37 mil assinaturas

Cristina Ferreira lançou este sábado (28) uma petição contra o ódio e a agressão na internet que já conta com mais de 37 mil assinaturas. O objetivo é levar este tema à Assembleia da República. Cristina …