Cordão humano apela à saída dos moradores. Um já saiu (mas pode voltar)

Agostinho Correia, de 89 anos, e o filho com o mesmo nome, de 50 anos, saíram do prédio na tarde deste domingo para visitarem a esposa e mãe no hospital, onde tem estado internada há alguns dias.

Saíram, porém, com a garantia do presidente da Câmara, José Maria Costa, de que poderiam voltar a entrar. Foi uma saída excecional dada a fragilidade da saúde da moradora, com doença mental e um problema agudo nos rins.

Aos jornalistas, o filho Agostinho disse que lamenta “não ter tido oportunidade para se despedir da mãe” e que não sabe “se está ainda a tempo de o fazer.”

Um cordão humano público pretende mudar o rumo da luta dos nove últimos moradores do prédio Coutinho. Com evento publicado na rede social Facebook, pretende apelar à saída “com dignidade” resistentes do prédio Coutinho. Elisabete Pinto, a promotora, disse ao Observador que o faz por “motivação pessoal”.

“[Fiz isto] pelas pessoas, pelo que se está a passar na cidade. Por causa de meia dúzia de pessoas que, na minha opinião, têm de sair dali e seguir as suas vidas com dignidade e acabar com isto tudo que está a acontecer, algo que já dura há 19 anos. Essa foi a minha motivação pessoal. Quero mostrar a minha opinião e ajudar”.

O cordão humano está marcado para as 19h00 da próxima segunda-feira. Elisabete espera apoio da população de Viana do Castelo, mas garante fica “de consciência tranquila” se aparecerem “meia dúzia de pessoas”.

A atriz colabora com o Teatro Noroeste – Centro Dramático de Viana, que funciona no espaço físico do Teatro Municipal de Viana do Castelo, a 600 metros do edifício Coutinho. “O facto de a companhia ter apoio municipal não tem absolutamente nada a ver” com a iniciativa, já que decidiu promovê-la em nome pessoal.

Em Viana do Castelo, é claro o desagrado de uma parte da população da cidade em relação ao braço de ferro dos moradores que resistem a sair do prédio Coutinho, numa altura em que já houve uma ordem judicial para abandonarem o edifício. No entanto, o impasse mantém-se. Este sábado de manhã, dia 29, receberem seis garrafões de água, mas até agora mais nada entrou no prédio.

Os advogados dos moradores, Francisco Vellozo Ferreira e Magalhães Sant’Ana, visitaram os clientes ao final da tarde de sábado. Francisco Vellozo Ferreira desmentiu a existência de uma ordem judicial de expropriação e questionou até a legalidade de uma eventual ordem por parte da sociedade VianaPolis.

Francisco Vellozo Ferreira alertou ainda que existem processos judiciais em curso, importantes para a ponderação de todos os aspetos da situação, nomeadamente “processos a apreciar a legalidade da expropriação” e um outro a pedir a a mesma fique sem efeito. Os moradores estão à espera de saber as respostas a esses processos para poderem decidir o que fazer a seguir.

O prazo para os moradores abandonarem as suas casas terminou na segunda-feira, mas vários ainda se recusam a entregar as chaves do seu apartamento. Os habitantes estão a viver há quatro dias sem água e há três dias sem gás, depois de ter sido dada a ordem para o corte. Na quarta-feira, um médico visitou os moradores, a pedido do advogado, e alertou para existência de um “problema de saúde pública” no prédio.

Na sexta-feira, iniciaram-se os trabalhos para a demolição do edifício habitacional de 13 andares. Ainda assim, ninguém saiu.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pintura de Van Gogh de Paris nunca antes vista exibida pela primeira vez

Uma pintura de Vincent Van Gogh de uma rua de Paris foi exposta pela primeira vez depois de passar mais de 100 anos "escondida" pelos seus proprietários. Uma cena de rua em Montmartre, em Paris, pertenceu …

Imagens mostram construção de instalação nuclear secreta em Israel

Está a ser construída uma instalação nuclear secreta em Israel, diz a Associated Press depois de analisar imagens de satélite. Os trabalhos estão a decorrer a poucos metros do antigo reator do Centro de Pesquisa …

Supremo confirma prisão efetiva de cinco anos e oito meses de João Rendeiro

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou a nulidade do acórdão que proferiu em janeiro e confirmou, assim, a condenação do antigo presidente do BPP. Num acórdão datado da passada quarta-feira, e a que a agência …

Portugal regista mais 33 mortes e 1071 novos casos de covid-19

Portugal registou, este sábado, mais 33 mortes e 1071 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 1071 novos …

Ana Gomes revela que Europol está pronta para investigar o Chega

A Europol está disponível para "ajudar as autoridades portuguesas" a investigar eventuais ligações do Chega de André Ventura a "actividades criminais internacionais". É Ana Gomes quem o revela depois de ter enviado uma participação ao …

João Almeida termina Volta aos Emirados no pódio, o seu primeiro numa prova do World Tour

O ciclista português, da equipa Deceuninck-QuickStep, assegurou, este sábado, o primeiro pódio numa prova do World Tour, ao ser terceiro na Volta aos Emirados Árabes Unidos, após a sétima e última etapa. João Almeida concluiu a prova …

Alemanha vai autorizar vacina da AstraZeneca a maiores de 65 anos

A Comissão Permanente para a Vacinação na Alemanha vai alterar a recomendação que limitava o uso da vacina da farmacêutica AstraZeneca para maiores de 65 anos. O anúncio foi feito, este sábado, por Thomas Mertens, chefe da …

Éter, Teia e Tutti-Frutti. PS e PSD decidem "os bons e os maus" entre uma centena de autarcas suspeitos

PS e PSD estão na recta final da escolha dos candidatos às próximas eleições autárquicas e os dois partidos coincidem na forma como estão a avaliar os potenciais candidatos que estão envolvidos em processos judiciais. …

"Lei Khashoggi". Estados Unidos restringem vistos a 76 cidadãos sauditas

Os Estados Unidos anunciaram a restrição à atribuição de vistos a 76 cidadãos da Arábia Saudita acusados de "ameaçar dissidentes no estrangeiro", nomeadamente o jornalista saudita assassinado, em outubro de 2018, na Turquia. Segundo o secretário …

OMS quer isenção de direitos de propriedade intelectual para vacinas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reclamou, esta sexta-feira, o uso de "todas as ferramentas" para aumentar a produção de vacinas contra a covid-19, incluindo a transferência de tecnologia e a isenção de direitos de …