VianaPolis quer ser indemnizada em 845 mil euros por moradores do prédio Coutinho

Abel F.Dantas / ZAP

A Vianapolis interpôs uma ação de responsabilidade civil contra os “ocupantes” do prédio Coutinho, em Viana do Castelo, para ser ressarcida de 845.197,80 euros pelo adiar da desconstrução do edifício, informou esta quinta-feira a sociedade.

Em comunicado, a sociedade que gere o programa Polis explica que a ação, entregue no dia 14 no tribunal judicial de Viana do Castelo, resulta da “não entrega voluntária das chaves das frações, o que deveria ter ocorrido na sequência da sua posse administrativa e, de modo ainda mais evidente, após a propriedade das frações ter sido judicialmente adjudicada à VianaPolis”.

Em dezembro de 2019, em declarações à agência Lusa, fonte daquela sociedade tinha avançado que aquela ação iria ser formalizada em janeiro. Na ocasião, a mesma fonte adiantou que a “ocupação ilegal” das frações onde residem os últimos moradores no edifício de 13 andares “obrigou a nova prorrogação do prazo de vida da VianaPolis, por mais um ano”.

“A ação judicial dará entrada até final de janeiro reclamando uma indemnização por todos os custos associados à desobediência das decisões judiciais“, sustentou na altura a fonte da sociedade detida em 60% pelo Estado e, em 40%, pela Câmara de Viana do Castelo.

A 5 de julho do ano passado, em declarações aos jornalistas, em Viana do Castelo, o ministro Matos Fernandes disse que os últimos moradores no prédio Coutinho vão ser processados pelos custos causados ao Estado, desde outubro de 2016, com o adiar da desconstrução do edifício. Matos Fernandes adiantou que a sociedade VianaPolis “custa cerca de 30 mil euros por mês”.

Além daquela ação, os últimos moradores começaram a ser ouvidos, em dezembro, no âmbito de uma queixa-crime interposta, em junho, pela sociedade, por “ocupação ilegal de bem público”.

Nesse mês, a VianaPolis iniciou o despejo “de seis frações”, na sequência de uma decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga (TAFB) que declarou improcedente a providência cautelar movida em março de 2018.

No entanto, aqueles moradores recusaram sair e, em julho, o mesmo tribunal aceitou uma nova providência cautelar e suspendeu os despejos e a desconstrução do edifício.

A contestação à habilitação de herdeiros da mulher de um dos moradores no prédio Coutinho, que morreu durante a tentativa de despejo, está a atrasar o desfecho dessa providência cautelar.

O edifício Jardim, localmente conhecido como prédio Coutinho, tem desconstrução prevista desde 2000, ao abrigo do programa Polis, mas a batalha judicial iniciada desde então pelos moradores tem vindo a travar o processo.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. VianaPolis e um infinito número de políticos aldrabões e ladrões. Roubam, expropiam bens alegadamente por questões estéticas, agora passado + de 40anos.? Pois assim por esta lógica é normal que os muçulmanos do norte de África reivindiquem El andaluz. Vergonha deveriam ter, seus farcantes, inclui do juízes.

RESPONDER

Arqueólogos encontram vestígios do vinho mais antigo do mundo na Grécia

Uma equipa de arqueólogos encontrou amostras de vinho no local arqueológico de Dikili Tash, no norte da Grécia. As evidências datam de há 4200 a.C e acredita-se que sejam os vestígios de vinho mais antigos …

Comunidade no céu. Um novo projeto irá ligar vários edifícios com pontes aéreas

As pontes aéreas que ligam edifícios não são uma novidade no mundo, mas agora poderão ganhar um novo destaque num projeto que será desenvolvido em Toronto. A empresa de arquitetura Safdie Architects irá desenvolver o projeto …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo. Festival da Emoção

O Campeão da Europa continua a defender o título. A palpitante última jornada da fase de grupos. Mais recordes para Ronaldo. Quem joga contra quem nos oitavos-de-final. Visto da Linha de Fundo. Portugal 2 – …

Sergio Ramos terá pedido 50 milhões de euros ao AC Milan

Antigo capitão do Real Madrid procura clube. Paolo Maldini afastou-se da contratação do espanhol. Sergio Ramos não vai continuar no Real Madrid e, por isso, está à procura de uma "casa" nova, depois de ter estado …

Oposições criticam anúncios "pomposos” e gestão mediática do Governo

PSD, Bloco e PEV criticaram hoje a "gestão mediática" feita pelo Governo em relação ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e o PCP considerou que este programa revela o "grau de submissão" de Portugal …

Paquistanesas querem melhores leis contra a violação. Primeiro-ministro diz para vestirem mais roupa

As mulheres paquistaneses pedem melhores leis contra a violação. Entretanto, o seu primeiro-ministro diz-lhes que têm de vestir mais roupa. O Paquistão tem uma taxa de condenação por violação de 0,3%, uma das mais baixas do …

Jogador admite: "Escrevi uma frase racista"

Danilo Avelar está fora dos relvados há muito tempo, começou a jogar mais online e foi expulso. Corinthians também deverá castigar o atleta. Danilo Avelar não joga desde outubro de 2020 mas, mesmo longe dos jogos, …

Morreu o ex-Presidente das Filipinas Benigno Aquino III

O ex-Presidente das Filipinas Benigno Aquino III morreu hoje, aos 61 anos, depois de ter sido hospitalizado em Manila, disseram familiares aos meios de comunicação social locais. O ex-presidente das Filipinas Benigno "Noynoy" Aquino, herdeiro de …

Turista morre durante caminhada pelo Grand Canyon (e o calor excessivo poderá ser o culpado)

Uma mulher residente no estado de Ohio morreu enquanto fazia uma caminhada pelo Grand Canyon. De acordo com as autoridades, a morte estará relacionada com as temperaturas extremas que se faziam sentir. Michelle Meder, de 53 …

"Não temos condições de avançar". Calamidade prorrogada, Portugal recua no desconfinamento

Portugal vai travar o processo de desconfinamento em todo o território nacional, anunciou o Governo em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros desta quinta-feira. O conselho de ministros aprovou a prorrogação da Situação …