Últimos moradores do prédio Coutinho ficam sem gás

Abel F.Dantas / ZAP

Os últimos 11 moradores do prédio Coutinho, no centro de Viana do Castelo, ficam esta terça-feira sem fornecimento de gás, afirmou Agostinho Correia, residente que admite ser “difícil” continuar a “fazer vida” no edifício já sem abastecimento de água.

“Não tenho água para fazer o pequeno-almoço e tomar banho. Assim é impossível. O meu filho trouxe-me um garrafão de água para lavar a cara, mas tomar banho é impossível. Hoje vão cortar o gás e depois a luz. Não posso fazer vida em casa, mas não entrego a chave”, afirmou esta manhã Agostinho Correia.

O empresário, de 88 anos, vive há 30 no edifício Jardim, localmente conhecido como prédio Coutinho, o nome do construtor que, na década de 70, ergueu os seus 13 andares.

Na segunda-feira, os últimos 11 moradores no edifício recusaram entregar a chave das habitações à VianaPolis, no prazo fixado pela sociedade que gere o programa Polis, para tomar posse administrativa das últimas frações do edifício.

Esta ação de despejo estava prevista cumprir-se às 09h00 de segunda-feira, na sequência de uma decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga, de abril, que declara improcedente a providência cautelar movida pelos moradores em março de 2018.

Durante a tarde de segunda-feira, a VianaPolis começou a avisar os últimos moradores da suspensão do abastecimento de água e começou a mudar as fechaduras das casas que já não se encontravam habitadas. Desde manhã cedo que a PSP de Viana do Castelo acompanhou todo o processo, “para garantir a ordem pública”.

A polícia permanece no pátio fronteiro ao edifício, mas com um dispositivo mais reduzido. Nas duas portas de acesso ao prédio, já com novas fechaduras para impedir que quem sai volte a entrar, estão dois seguranças de uma empresa privada, contratada pela VianaPolis.

O fornecimento de gás vai ser cortado esta terça-feira, tal como as telecomunicações. No jardim público, mesmo em frente ao prédio, junto ao rio Lima, as pessoas vão acompanhando e comentando a operação.

Esta manhã, Agostinho Correia saiu do edifício “à hora de sempre”. Eram 09h00 já abria a porta aos funcionários no negócio de têxteis instalado mesmo ao lado do prédio. Amparado pela bengala, o morador disse já ter começado a “tirar as miudezas” do interior do apartamento, no quinto andar, “mas as mobílias ficaram”.

“É horrível, querem-me tirar a casa que eu paguei. Ainda por cima com a minha mulher tão doente no hospital”, lamentou. Apesar de admitir a “falta de condições” para viver no apartamento garantiu que vai “resistir”.

“Vou continuar a resistir mas não posso fazer vida lá. Vou lá dormir e mais nada. Entregar as chaves não entrego. É um absurdo, querem pôr-me fora da minha casa, querem dar-me uma indemnização ridícula e não pode ser”, frisou. O empresário disse ter “uma segunda habitação, mas muito longe do negócio”.

“Há 18 anos que andamos nesta luta pelas nossas casas. E agora foi de qualquer maneira, com estas cenas aqui, polícia. Têm seguranças nas duas portas“, referiu.

Na segunda-feira, em declarações aos jornalistas, o presidente da Câmara de Viana do Castelo acusou os últimos 11 moradores do prédio Coutinho de “ocupação ilegal” de “propriedade do Estado”, garantindo que a VianaPolis “recorrerá a todos meios legais para tomar posse das habitações.

“As pessoas, neste momento, estão a desobedecer a uma decisão do tribunal, que é a de terem que abandonar as frações porque são propriedade da VianaPolis. O que estamos a fazer é a tomar posse efetiva das frações, porque a ocupação por parte das pessoas, neste momento, configura uma ocupação ilegal”, disse José Maria Costa.

A VianaPolis é detida em 60% pelo Estado e em 40% pela Câmara de Viana do Castelo.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …