Lisboa “não pode ser contra” a mudança do Infarmed para o Porto

Câmara Municipal de Lisboa / Facebook

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa

O presidente da Câmara de Lisboa disse, esta segunda-feira, que o município “não pode ser contra medidas de desconcentração” de serviços e mostrou confiança no Ministério da Saúde em relação ao Infarmed.

“Lisboa não pode ser contra medidas de desconcentração ou descentralização de serviços, pois temos defendido essas políticas a bem da coesão do país e da melhoria da eficácia dos serviços”, afirmou Fernando Medina, num comunicado enviado à agência Lusa.

As declarações do autarca surgem depois de a presidente do Infarmed, Maria do Céu Machado, em entrevista ao Público, ter-se manifestado admirada pelo facto de a Câmara de Lisboa nada ter dito sobre a mudança.

O presidente da Câmara de Lisboa confia que, “qualquer que seja a decisão, o Ministério da Saúde acautelará o bom funcionamento” do Infarmed.

No mesmo comunicado, Medina afirma ainda que a autarquia continua “a trabalhar para reforçar o papel de Lisboa como capital global, capaz de acolher investimentos e empregos altamente qualificados”.

“Exemplos recentes, como a Web Summit ou a instalação em Lisboa do centro mundial de competências digitais da Mercedes, são bons exemplos do sucesso de Lisboa nesse capítulo”, notou.

Na entrevista, a presidente do Infarmed afirmou que o ministro da Saúde a informou de que a transferência daquele organismo para o Porto era apenas uma intenção e não uma decisão, recordando que o próprio plano estratégico para 2018 da instituição, aprovado pela tutela, não faz qualquer referência a essa mudança.

A responsável sublinhou ainda que o regulador iria perder milhões se a mudança se concretizasse.

O anúncio da transferência da sede do Infarmed de Lisboa para o Porto foi feito na semana passada pelo ministro Adalberto Campos Fernandes, um dia depois de se saber que o Porto não conseguiu vencer a candidatura para receber a sede da Agência Europeia do Medicamento, que mudar de Londres para Amesterdão.

A Comissão de Trabalhadores do instituto vai pedir uma reunião com o ministro para demonstrar que a transferência desta agência ultrapassa as duas linhas vermelhas traçadas pela tutela e pedir a reversão da decisão.

Em comunicado, a CT afirmou que a reprovação dos trabalhadores relativa a uma eventual transferência e o “risco da continuidade da missão do Infarmed” estão comprovados.

“Assim, ficam evidenciadas as duas linhas vermelhas traçadas pelo senhor ministro da Saúde na reunião mantida com esta Comissão de Trabalhadores na manhã de dia 22 de novembro, de que não será tomada nenhuma decisão definitiva caso seja posta em causa 1) a missão do Infarmed e 2) a vontade manifestada pelos seus trabalhadores”, lê-se no comunicado.

O Infarmed – Agência Nacional do Medicamento tem 350 trabalhadores e mais cerca de 100 colaboradores externos que incluem especialistas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Votem outra vez no presidente que defende a autarquia. É preciso não ter vergonha e socialmente se borrifar em 400 famílias lisboetas. Estes idiotas fazem-me lembrar a série “Yes Prime Minister” que foi o que este Homo Idioticus fez. Não tenho nada contra o Porto e nem sou de Lisboa mas é inadmissível andar a arranjar “Jobs for the boys”. Criem mas é mais EP’s e sociedades pagas pelo estado que nós pagamos, é uma questão de hábito.

Antissemitismo. Jeremy Corbyn suspenso do Partido Trabalhista

O Partido Trabalhista suspendeu hoje o seu antigo líder Jeremy Corbyn na sequência de um relatório que condenou a principal força da oposição no Reino Unido por "atos ilegais de assédio e discriminação" antissemita. Reagindo ao …

Portugal volta a bater recorde de infeções: mais 4.224 casos nas últimas 24 horas

Portugal voltou a bater o recorde de infeções diárias esta quinta-feira. Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 4.224 casos positivos em todo o país. Dia após dia, Portugal continua a bater recordes de infeções diárias. Nas …

Depois do novo confinamento, França estende uso obrigatório de máscara nas escolas às crianças de 6 anos

O uso de máscara na escola em França será estendido na próxima semana às crianças a partir dos seis anos, anunciou esta quinta-feira o primeiro-ministro francês, Jean Castex, um dia após o anúncio de novo …

"A lei não pode exigir esse tipo de heroísmo". Presidente polaco recua na oposição ao aborto

O Presidente da Polónia defendeu esta quinta-feira que as próprias mulheres deveriam ter o direito de abortar em caso de fetos com problemas congénitos, rompendo com a liderança conservadora, que apoiou uma proibição que levou …

Advogados ligados à PLMJ contestam interesse público de revelações de Rui Pinto

A invocação de interesse público dos documentos e das informações expostas por Rui Pinto na Internet foi contestada, esta quarta-feira, por advogados ligados à sociedade PLMJ, na 18.ª sessão do julgamento do processo "Football Leaks". Na …

Microempresas do turismo do Norte com maior adesão a apoios

As microempresas de turismo do Norte foram as que mais dinheiro receberam da linha de apoio à tesouraria criada em resposta ao impacto da pandemia nesse setor, ficando com 29,3% (15,3 milhões de euros) do …

Migrantes marroquinos "desesperados e assustados" em greve de fome. Entre eles está uma mulher grávida

Seis dos migrantes marroquinos que chegaram ilegalmente em setembro estiveram em greve de fome, entre os quais uma grávida. Dizem não serem autorizados a falar com as famílias há mais de 40 dias. O protesto é …

TAP precisa de mais de 100 milhões por mês até final de 2020

O Plano de Tesouraria da TAP para 2020 revela que a empresa precisa, em média, mais de 100 milhões de euros por mês até ao final do ano para suprir as necessidades de liquidez. De acordo …

Fafe declara estado de emergência municipal devido à "rapidez" da propagação da covid-19

O concelho de Fafe está em estado de emergência municipal devido à “evolução grande” do número de infetados com o novo coronavírus e à “rapidez” da propagação, anunciou o presidente da Câmara. Em vídeo publicado nas …

Ameaça iminente. FBI alerta que hackers vão atacar sistema de saúde dos Estados Unidos

O Departamento Federal de Investigação (FBI) e duas agências federais anunciaram que cibercriminosos estão a desencadear um grande ataque de resgate contra o sistema de saúde dos Estados Unidos. Num alerta conjunto, o FBI e duas …