“Fomos inábeis”, reconhece Costa sobre mudança do Infarmed para o Porto

Manuel de Almeida / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O primeiro-ministro admitiu, esta quarta-feira, que o Governo foi inábil na forma de comunicação da transferência do Infarmed, mas afirmou que “a decisão do Governo” é que a autoridade nacional do medicamento “vá para o Porto”.

O tema ocupou grande parte do debate na Assembleia entre o líder parlamentar do PSD e António Costa, com Hugo Soares a colocar repetidamente a questão se o Infarmed irá ou não para o Porto, depois de a diretora do instituto ter afirmado publicamente que o ministro da Saúde lhe dera conta que se tratava de “uma intenção”.

“Vou repetir o que o ministro da Saúde disse várias vezes: a decisão do Governo é que o Infarmed vá para o Porto, a decisão do Governo é que o Infarmed vá para o Porto. Está claro agora, estamos entendidos?”, afirmou António Costa.

O primeiro-ministro admitiu, contudo, que o Governo foi “inábil” e errou em ter comunicado essa decisão “antes de falar com o conselho de administração, antes de tranquilizar os funcionários e, porventura, antes de ter desenvolvido e concretizado melhor o plano de transferência” de Lisboa para o Porto.

“Há bastantes meses que o ministro da Saúde tinha falado comigo sobre este objetivo no quadro da candidatura à Agência Europeia do Medicamento, pareceu-me uma ideia correta, positiva, de desconcentração de serviços e coerente quanto à capacidade do Porto para acolher a agência europeia do medicamento (EMA)”, afirmou o primeiro-ministro, desafiando o PSD a dizer se não concorda com esta transferência.

Na resposta, Hugo Soares lamentou “a ligeireza da decisão” e considerou que as pessoas do Porto e do Norte “não precisam deste tipo de esmolas”.

“Estas matérias deviam ser pensadas, deviam ser estudadas (…) Ninguém percebeu se a sua decisão vai ter uma consequência ou não”, afirmou, lembrando que o PS recusou a proposta do PSD de realizar uma comissão eventual sobre a descentralização.

O primeiro-ministro negou que esta transferência possa ser entendida como “uma esmola”, dizendo corresponder a “uma visão mais ampla” e que já passou pela devolução dos transportes públicos do Porto à Autoridade Metropolitana e pela instalação da coleção Miró na cidade.

Quanto à acusação do PSD de que o Governo tinha sido habilidoso, António Costa respondeu de forma irónica: “Se há coisa que manifestamente tem de reconhecer é que, se o Governo é habilidoso, o ministro foi muito inábil, fomos mesmo inábeis na forma como apresentámos uma decisão que é boa”.

O líder parlamentar do PSD introduziu ainda no debate quinzenal o ‘chumbo’ da proposta do partido em sede de Orçamento que propunha que as casas ardidas nos incêndios deste verão ficassem isentas de IMI.

“Vou-lhe propor um exercício: o senhor primeiro-ministro mora em Pedrógão Grande, a sua casa ardeu porque o Estado falhou e o mesmo Estado vai-lhe continuar a cobrar impostos por uma casa que já não tem. Acha que é justo ou injusto?”, questionou Hugo Soares.

Na resposta, o primeiro-ministro salientou que, no caso de Pedrógão ou de qualquer outro concelho, “há uma regra nova relativamente às isenções e reduções de IMI”, que é serem aprovadas pelas Assembleias Municipais, por proposta das Câmaras.

“Aquilo que queriam fazer aqui não era facilitar, era a diminuir as competências dos municípios portugueses”, acusou.

Esta explicação não foi aceite por Hugo Soares, que considera não terem sido respeitadas estas competências municipais quando o Governo decidiu aprovar um adicional da IMI, a que chamou “o IMI das vistas”.

O líder parlamentar do PSD tinha começado a sua intervenção saudando a eleição do ministro das Finanças, Mário Centeno, para o Eurogrupo, desejando-lhe, em nome do partido, “as maiores felicidades nessas funções”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Encontrado cemitério perto do campo de concentração de Auschwitz

Um residente local descobriu cerca de 12 crânios humanos e vários ossos na margem do rio que atravessa a cidade vizinha de Oswiecim, perto de Auschwitz. As autoridades estão a investigar se os restos mortais …

Taiwan vai ter uma enfermaria hospitalar feita de lixo reciclado

O Hospital da Universidade Católica Fu Jen, em Taipei, capital de Taiwan, vai ter a primeira enfermaria hospitalar do mundo construída com materiais reciclados. Quando a pandemia da covid-19 apareceu, o arquiteto e engenheiro taiwanês Arthur Huang …

Turquia 0-3 Itália | Euro arranca com vitória italiana

A Itália, campeã europeia em 1968, venceu hoje a Turquia por 3-0, no encontro inaugural do Euro2020 de futebol, disputado no Estádio Olímpico de Roma, a contar para a primeira jornada do Grupo A. A 16.ª …

"Exército" de cabras ajuda a prevenir incêndios florestais na Califórnia

A Califórnia soltou um "exército" de cabras para mastigar arbustos e ervas demasiado grandes em todo o estado na esperança de reduzir o risco de incêndios florestais neste verão. Este tipo de vegetação inflamável contribui para …

Kim Jong-un perdeu peso (e isso pode ter consequências geopolíticas)

O líder norte-coreano parece ter perdido algum peso, o que já levou alguns analistas políticos a avançar com algumas teorias e possíveis consequências geopolíticas. Depois de não ser visto em público durante quase um mês, o …

Portugal Campeão Europeu em 2016

Campeões em 2016, ausentes do Euro 2020: onde estão esses 12 portugueses?

Mais de metade dos jogadores convocados por Fernando Santos para o histórico Europeu 2016 não vai estar nesta edição do torneio. Rui Patrício, Pepe, Raphaël Guerreiro, José Fonte, Cristiano Ronaldo, João Moutinho, Anthony Lopes, Danilo Pereira, …

Marrocos avisa a Europa que Ceuta “é uma cidade marroquina ocupada”

A Câmara dos Representantes de Marrocos condenou a moção aprovada pelo Parlamento Europeu (PE) a rejeitar a estratégia do Governo de Rabat na recente crise migratória em Ceuta e reforçou o estatuto do enclave espanhol …

Hong Kong vai censurar filmes em busca de “ameaças à segurança nacional”

As autoridades de Hong Kong vão começar a censurar todos os filmes nacionais e estrangeiros em busca de casos que possam ser interpretados como “violações da segurança nacional”, no mais recente exemplo do reforço do …

Reino Unido confirma que variante Delta é 60% mais transmissível

O Reino Unido registou 17 mortes e 8.125 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com os dados oficiais mais recentes, que hoje também confirmaram que a variante Delta é 60% mais transmissível. Um …

Médicos de Saúde Pública pedem "cautela" e alertam que a "pandemia ainda não acabou"

A Associação de Médicos de Saúde Pública apelou hoje à população para ter “algumas cautelas” em celebrações familiares e noutros contextos, lembrando que a vacina contra a covid-19 não é “100% eficaz” e que a …