Sócrates gastava 4 vezes mais do que ganhava

Chourka Glogowski / Flickr

Ex-primeiro-Ministro e ex-líder do PS, José Sócrates

O Ministério Público constata, na sua tese de acusação contra José Sócrates, que o ex-primeiro-ministro tinha um nível de vida com gastos excessivos que não se coaduna com a tese da defesa do ex-PM, que afirma que o dinheiro suspeito, no âmbito da Operação Marquês, respeita a empréstimos do amigo Carlos Santos Silva.

Estes dados são revelados pelo jornal i, que teve acesso ao último acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, em resposta a um recurso de Carlos Santos Silva.

Este documento, cita o diário, atesta “o nível de gastos” de José Sócrates, concluindo que “não se compatibiliza com a assumida falta de dinheiro em nome próprio”.

De acordo com o i, a investigação do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) recolheu provas que indiciam que José Sócrates gastava, em média, mensalmente, quatro vezes mais do que ganhava como primeiro-ministro.

O ordenado do ex-governante no cargo rondaria os seis mil euros brutos por mês, mas o Ministério Público apurou que Sócrates gastava mais de 24 mil euros mensalmente, conforme cita o i.

Deste modo, o acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, citado pelo i, atesta que tais gastos não ocorreriam se Sócrates “não estivesse garantido com uma fonte de sobrevivência actual e/ou futura que lhe permitisse, pelo menos, a manutenção de um semelhante nível de vida”.

Além disso, os juízes da Relação duvidam do facto de um ex-primeiro-ministro “tratar da parte económica da sua vida pessoal por intermédio de outrem que, claramente, tem mais que fazer”. Uma alusão a Carlos Santos Silva que, segundo a tese da acusação, funcionou como testa-de-ferro de José Sócrates.

No âmbito deste acórdão, frisa-se ainda que Carlos Santos Silva admitiu ter destruído provas, aquando da inquirição liderada pelo juiz Carlos Alexandre.

Depois de terem sido publicadas as primeiras notícias sobre o facto de José Sócrates estar a ser investigado, em Julho de 2014, o empresário “chamou alguns colaboradores chegados e tratou de dispersar a posse dos documentos relativos” às transferências e entregas de dinheiro a José Sócrates, constata o Ministério Público, de acordo com o i.

Nessa altura, Carlos Santos Silva terá destruído alguns dos documentos “e deslocou para parte incerta” outros, afiança o Ministério Público, conforme evidencia a mesma publicação.

ZAP

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Não o apoio, bem pelo contrario. So lamento que por interesses vários de alguns (muitos) a ele se tenham atirarado como gato a bofe.
    Era e será neste momento o único que gasta mais do que ganha? Há centenas deles aí, e a maioria bem os conhece. Porque não fazer o mesmo com estes?

  2. Já vi comentários de vários quadrantes e a conclusão a que chego é sempre a mesma: para o ex-primeiro ministro ser condenado, segundo dizem por viver acima das possibilidades (aliás como já todos os portugueses foram indiciados colocados nesse saco ) é necessário provar donde vieram esses proveitos e de que forma. Isto é o que o M.P. terá de provar, não é que ele gasta mais do que devia conforme constataram. O crime é se os rendimentos para fazer face ao seu nível de vida, foram obtidos de forma ilícita. Isso é que é crime, o resto, ele até pode ter muitos amigos que lhe deem dinheiro e ele fará muito bem em não quebrar esse sigilo indicando as fontes. É preciso trabalhar honestamente, reunir provas (não suposições) e pronunciar a acusação fundamentada para que possa ir a julgamento e ser acusado ou absolvido. Isto é que é importante e tarda em aparecer ( e quando assim é as mais fundamentais regras dos direitos humanos (e nomeadamente o direito á liberdade) estão a ser delapidados a coberto da democracia.

    • All picture… Com todo o respeito, em nenhum dos quadrantes disponíveis, o tal 44 está dentro por viver acima das suas posses! Situe-se a montante… A juzante já se sabe o ‘estilo de vida’ os “veículos” e a constatação de que o rio corre ao contrário sem gravidade, o grande pote que foi e depois veio da Suíça ia-se esvaziando na forma de fotocópias, aquilo que tanto gosto, dossiês, papel… Ó desconhecimento da lei não o inibirá de emitir opinião, se responsável ou de mera boca no trombone… Veja: Processos de “especial complexidade” podem ir de meses a 2 anos preventivamente e até 3 anos incluindo julgamento e sentença – 1ª instância! Isto é que é importante e nada tem a ver com “as mais fundamentais regras dos direitos humanos” ou “direito à liberdade a coberto de uma democracia…” que ofende mas apregoa…
      Todos sabemos que o voto é livre e “em consciência”!

  3. Eu estou a chorar com muita pena do 44 de Évora. Nem consigo adormecer esta noite. É um milagre (IURD) conseguir gastar 4 (quatro) vezes mais do que aquilo que ganhava. Ele caía do céu, SENHOR. Tanta coisa que eu tinha para dizer.

    • …Não esquecer que a defesa queria que ele fosse formalmente acusado em meados de janeiro qdo ainda não havia tempo para a informação veiculada do sistema bancário Suíço… Ah e desde logo solto… Entretanto o processo já passou por 11 Juízes nas diferentes solicitações já ocorridas…

    • …Não estará na raiz do processo de ‘especial complexideade’ (até 12 meses) nem tão pouco se trata de milagre nenhum…
      Não deveria descontextualizar… Ou então nem o trombone lhe cabe na boca.

  4. só é pena que não tenham levado o resto dos bandidos pois assim já eram menos a roubar ……..eram precisas muitas mais prisões …talvez haja uma maneira mais prática …..vamos ver até onde chega a paciência do povo

  5. Rir é por outros motivos!
    A ESCOM (Bataglia – ex-presidente) uma das sociedades do Grupo Espírito Santo.
    Para além das tranches do grupo Lena, segundo o jornal Sol, “uma “offshore” de Bataglia efectuou uma transferência de 6,5 milhões de euros para outra “offshore” de um primo de José Sócrates que vive em Angola.

    Parte dessa quantia – 5,5 milhões de euros – seria depois transferida para uma conta na Suíça titulada por Carlos Santos Silva, onde, segundo o Ministério Público, o ex-primeiro-ministro acumulou a sua fortuna. A Escom é uma das sociedades do Grupo Espírito Santo que assessorou o negócio da venda dos submarinos” – Coitado do Portas… Ciclicamente lá voltam a chafurdá-lo – No pasa nadie

  6. Só lamento q esteja la só um. Pois todos eles gastam mais do recebem, ainda n VI o estado a criar leis para legalizar ou declarar ilegal as ajudas de custo. Tudo o q auferem já devia incluir ou ser pago com seu salário. Pq temos na ass. Os políticos mais bem pagos do mundo e os q menos riqueza produzem. Pelo contrario os q mais riqueza gastam destroem. Cada vez q falo nisto da me vontade de dar mais valor ao q os cães fazem na rua, pelo menos esses n sabem o q fazem. Estes sabem, fazem acórdãos e articulam p criar leis de conveniência. 😉 lamento n haver nenhum departamento q faça limpezas aos galinheiros. Era o dinheiro mais bem empregue q iria aplicar mandando-os a ass.

RESPONDER

Swissport em Lisboa para tentar comprar a Groundforce

O acionista maioritário da Groundforce, que está a tentar vender a sua participação na empresa de handling, encontra-se agora a negociar com os suíços da Swissport. Depois de o fundo espanhol Atitlan se ter afastado e …

BdP prevê taxa de desemprego de 7,2% e crescimento económico de 4,8%

O Banco de Portugal (BdP) prevê que a taxa de desemprego atinja 7,2% em 2021, recuando para 7,1% em 2022 e 6,8% em 2023, e que o emprego cresça 1,3% este ano. No Boletim Económico de …

Finlândia 0-1 Rússia | Miranchuk recoloca russos na corrida

A anfitriã Rússia conseguiu hoje uma determinante vitória na luta pelo apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao bater a Finlândia por 1-0, em São Petersburgo. No primeiro jogo da segunda jornada …

Nove militares da GNR acusados de tortura

O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR dos crimes de tortura e outros tratamentos cruéis, degradantes ou desumanos e sequestro agravado. O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR, …

Costa garante que Lisboa terá o mesmo tratamento que os outros concelhos

Esta quarta-feira, num dia em que Portugal registou 1.350 novos casos ( 928 dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo), o primeiro-ministro afirmou que a capital terá o mesmo tratamento que os …

Salgado disposto a pagar à massa falida do GES para ficar isento de cumprir pena

Ricardo Salgado está disposto a pagar à massa falida do GES para ser dispensado de cumprir pena no processo que o irá julgar por três crimes de abuso de confiança, segundo a contestação da defesa …

PJ detém 12 pessoas por suspeitas de corrupção na Câmara de Loures

Entre os detidos pela Polícia Judiciária (PJ) estão dois empreiteiros, um arquiteto, um empresário ligado a uma obra particular e oito fiscais. Através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção e no âmbito de inquérito dirigido …

Casos disparam: 1350 novas infeções e seis óbitos

Nas últimas 24 horas, houve 1.350 novos casos positivos de covid-19 e morreram seis pessoas, segundo os dados do boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou 1.350 novos casos e seis óbitos por covid-19 …

Parlamento vai ouvir Medina e ministro dos Negócios Estrangeiros

Fernando Medina e Augusto Santos Silva vão ser ouvidos no Parlamento sobre o caso da partilha de dados pessoais de ativistas russos. O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, e o ministro dos Negócios …

Mudanças na lei laboral podem prejudicar a retoma, avisa Centeno

É crucial para a retoma que haja "estabilidade e previsibilidade na legislação laboral", de forma a estimular o investimento empresarial e o crescimento económico, afirmou esta quarta-feira o governador do Banco de Portugal (BdP), Mário …