Carles Puigdemont renuncia à presidência da Catalunha

Alberto Estevez / EPA

O presidente da Generalitat de Catalunya, Carles Puigdemont

Depois de o tribunal espanhol barrar a sua candidatura, o líder separatista indicou outro nome para o cargo de presidente da Catalunha, que será votado no Parlamento. Passo promete destravar meses de impasse político na região.

O dirigente independentista catalão Carles Puigdemont anunciou esta quinta-feira, a partir da Alemanha, que renuncia a voltar a ser o presidente da Catalunha e designou um recém-chegado à política, Quim Torra, como candidato à sua sucessão.

“O nosso grupo propõe o camarada deputado (catalão) Quim Torra para a presidência da Generalitat”, declarou Puigdemont, num depoimento gravado em vídeo, avançando o nome deste editor de 55 anos para o seu lugar à frente do governo regional.

“Pessoalmente, eu entendo os esforços e o sacrifício de assumir o governo em circunstâncias tão extremas como a que vive a Catalunha”, disse o líder separatista. “Espero que assuma a responsabilidade nos próximos dias e forme um governo imediatamente.”

Apesar de desistir de sua ambição de voltar a ser presidente da região espanhola, Puigdemont afirmou que “continuará a lutar pela defesa dos direitos” dos catalães.

O governo espanhol tinha agido na quarta-feira para barrar a possibilidade de uma reeleição do ex-presidente independentista da Catalunha, forçando os separatistas a apresentar um novo candidato, se pretenderem formar governo.

O conselho de ministros tinha recorrido ao tribunal constitucional para que este anulasse uma lei votada na semana passada no parlamento catalão, que deveria permitir que Puigdemont, fosse investido na chefia do governo, mesmo que ausente fisicamente.

“A intolerância e a falta de respeito do Estado para com a vontade dos cidadãos da Catalunha apareceram claramente aos olhos do mundo”, comentou Puigdemont no seu discurso, incitando o próximo executivo regional a construir um país independente.

Os independentistas ganharam as eleições regionais em dezembro, mas, se não elegerem um novo presidente até 22 de maio, os catalães vão ser chamados automaticamente às urnas.

Mas se o parlamento catalão eleger um presidente que forme um governo, a Catalunha liberta-se da tutela de Madrid, imposta depois da tentativa de secessão em 27 de outubro último.

ZAP // Lusa / Deutsche Welle

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Espero que forme e governo para que se liberte da tutela do estado opressor e famoso artigo 155. Depois o novo presidente deve seguir a pisadas do ex presidente para levar a Catalunha até à independencia.

RESPONDER

Pneumonia viral já chegou à Coreia do Sul. China regista terceira morte

A Coreia do Sul confirmou esta segunda-feira o primeiro caso de um novo tipo de pneumonia viral, que apareceu na China em dezembro e já provocou a morte a três pessoas no país. De acordo com …

Há uma espécie de árvore praticamente imortal (e o seu segredo foi descoberto)

Uma equipa de investigadores descobriu o segredo da Ginkgo biloba, a espécie de árvore que é praticamente imortal. Esta espécie existe desde o tempo dos dinossauros. A Ginkgo biloba, também conhecida popularmente por nogueira-do-japão, é uma …

O planeta extrassolar mais próximo da Terra pode ter companhia

Uma equipa internacional de astrofísicos encontrou evidências da existência de um segundo planeta a orbitar Próxima Centauri, a estrela mais próxima do Sol. Na prática, o mundo extrassolar mais próximo de nós pode ter companhia. …

Uma estrela ajudou a perceber quando é que a Via Láctea devorou outra galáxia

Recentemente, astrónomos descobriram que uma colisão com uma galáxia satélite encheu a Via Láctea de estrelas. Agora, graças a uma única estrela, já é possível perceber quando é que isso aconteceu. A galáxia satélite Gaia-Enceladus foi, …

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …

Mortes nos Comandos. Governo só indemniza famílias se for condenado

O Governo deu ordem para parar as negociações com as famílias dos recrutas que morreram durante o 127.º Curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, em 2016. Segundo o Jornal de Notícias, o Governo …