Presidente da Câmara de Pedrógão Grande constituído arguido no processo da reconstrução de casas

António José / Lusa

O presidente da Câmara Municipal de Pedrogão Grande, Valdemar Alves

Valdemar Alves, presidente da Câmara de Pedrógão Grande, foi constituído arguido no processo de reconstrução das casas que foram destruídas durante o incêndio de 2017. No total, são já 11 arguidos do inquérito da Procuradoria-Geral da República.

De acordo com a nota publicada pelo Departamento de Instrução e Ação Penal (DIAP) de Coimbra em setembro, em investigação “estão factos suscetíveis de integrarem os crimes de corrupção, participação económica em negócio, burla qualificada e falsificação de documento”. Em causa estão denúncias feitas por duas reportagens que relatavam situações eventualmente ilegais na atribuição de fundos para a reconstrução de habitações afetadas pelo incêndio de 2017, que deflagrou em Pedrógão Grande.

As duas reportagens, avançadas pela TVI e pela Visão, referiam que casas que não eram de primeira habitação foram contempladas com obras em detrimento de outras mais urgentes e também que casas que não arderam foram reconstruidas com fundos solidários.

A reportagem feita pela jornalista da TVI, Ana Leal, dá conta que o presidente da Câmara e o então vereador do Urbanismo da autarquia, Bruno Gomes, sabem, desde o ano passado, da existência de irregularidades no processo de atribuição de donativos para a recuperação das casas de primeira habitação que arderam no incêndio.

Segundo o canal televisivo, testemunhas garantem que tiveram mesmo indicações para adulterar os processos de candidatura, forjando moradas de residência, com a conivência dos poderes públicos locais.

A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Ana Abrunhosa, disse não ter dúvidas sobre os procedimentos formais, mas, ainda assim, enviou para ao Ministério Público 21 processos para análise.

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, Valdemar Alves, também negou estas acusações, mas enviou igualmente para análise um conjunto de processos. O Conselho de Gestão do Fundo Revita revelou, em outubro que, das 259 casas de primeira habitação selecionadas para reconstrução devido aos incêndios de junho de 2017, sete processos iam ser alvo de “reavaliação por parte dos municípios”.

Em fevereiro, Valdemar Alves foi constituído arguido no caso relacionado com os incêndios de 17 de junho de 2017, devido às responsabilidades que este tinha nas áreas da proteção civil e limpeza das faixas de gestão de combustível.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. o chico espertismo do portuga às vezes corre mal, dá para o torto. E depois pedem para se fazerem doações para isto e para aquilo, livra……pela minha parte para esse peditório já dei. Ainda se lembram da célebre “operação pirâmide” (fialho gouveia, carlos cruz e raul solnado foram os obreiros) ? O Valentim Loureiro gabava-se de ter comprado o relógio que o general Eanes doou e a partir dai fiquei vacinado até morrer. Num país de burocratas como somos, uma vergonha a nivel mundial a quantidade de papéis que é preciso preencher para uma mera formalidade, é muito fácil estes “engenheiros da burla” enriquecerem à custa do pagode. Claro que se se provar a fraude vão ter pena suspensa, perda de mandato, mas nada de repôr a pasta, essa é irrecuperável mas entretanto os empreiteiros amigos lá fizeram as obras de reconstrução, ganharam o dinheiro respectivo com um orçamento sempre inflacionado, os amigos ficaram com uma casa nova e daqui a uns anos a coisa até prescreve e quando houver novos incêndios devido á incúria dos SIRESP e Protecção Civil voltamos ao mesmo, com outras fórmulas para depenicar o erário público. Parafraseando o célebre fado do falecido João Ferreira Rosa “Portugal foi-nos roubado”.

    A letra reza assim:
    https://www.letras.com.br/joao-ferreira-rosa/portugal-foi-nos-roubado

  2. Este e todos os políticos se fossem gente séria quando sabem que estão a ser investigados demitiam-se do cargo que ocupam e ficavam em silencio até ao julgamento caso fossem julgados, mas como não são honestos e não passam de uns mafiosos continuam nos cargos que ocupam como se nada fosse com eles, como é que os políticos querem que confiemos neles e os respeitemos.

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …