Ministério Público já recebeu 21 processos sobre construções em Pedrógão

António Cotrim / Lusa

A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR-C) disse que já foram remetidos ao Ministério Público 21 processos no âmbito de alegadas irregularidades na reconstrução de habitações após os incêndios de Pedrógão Grande.

“Foram entregues ao Ministério Público (MP) todos os processos que na reportagem da Visão e da TVI lançavam suspeitas (…), bem como todos os processos do (fundo) Revita” para que, “de uma vez por todas, deixe de haver esta suspeição“, declarou à Lusa Ana Abrunhosa, à margem da escola de verão da Comissão Europeia (Summer CEmp), que decorre até sexta-feira em Marvão.

Em causa está um inquérito aberto em Julho pelo MP para investigar alegadas irregularidades na reconstrução de casas afetadas pelos incêndios de Pedrógão Grande, em Junho de 2017, denunciadas por aqueles dois órgãos de comunicação.

“Estamos a falar de 21 processos”, reiterou, clarificando que a CCDR-C “não tem dúvidas” sobre os processos no que diz respeito aos procedimentos formais, embora tenha considerado necessário remetê-los face às suspeitas levantadas, competindo agora ao MP investigar “se alguma coisa correu mal e onde correu mal”.

A responsável da CCDR-C estranhou, por outro lado, o facto de as denúncias terem surgido apenas quase um ano depois dos incêndios. “Acho tudo isto surrealista”, frisou, acrescentando que durante as visitas à zona afetada de membros do Governo, líderes da oposição e do Presidente da República nunca foram feitas denúncias, apesar de não ter havido “falta de oportunidade” de as fazer atempadamente.

Acho muito estranho que pessoas com responsabilidades políticas, eleitos locais, venham dizer que já sabiam”, afirmou, garantindo que a CCDR-C também nunca recebeu queixas.

Ana Abrunhosa lamentou que estas situações possam vir a prejudicar quem realmente precisa de ajuda: “isto é mais grave porque coloca em causa a generosidade dos portugueses, que é absolutamente essencial, porque ainda há muita gente a precisar. Quem sai prejudicado não são as câmaras, não é a CCDR, não é o Governo, são os portugueses que precisam de ajuda“.

O incêndio, que deflagrou em Junho de 2017 em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, e que alastrou a concelhos vizinhos, provocou 66 mortos e mais de 250 feridos, sete dos quais graves, e destruiu meio milhar de casas, 261 das quais habitações permanentes, e 50 empresas.

Criado pelo Governo para apoiar as populações e a revitalização das áreas afectadas pelos incêndios, o fundo Revita recebeu o contributo de 61 entidades, com donativos em dinheiro, em bens e em prestação de serviços. Os donativos em dinheiro rondam os 4,4 milhões de euros, a que se juntam 2,5 milhões de euros disponibilizados pelo Ministério da Solidariedade e da Segurança Social, apurou o relatório do Fundo Revita.

De acordo com os últimos dados do Fundo Revita, estão já concluídos os trabalhos de reconstrução de 160 das 261 casas de primeira habitação afetadas pelos incêndios de Junho de 2017, pelo que se encontram ainda em obras 101 habitações.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-governador brasileiro condenado a mais de 10 anos de prisão

O ex-governador do estado brasileiro de Minas Gerais foi condenado, esta quinta-feira, a uma pena de 10 anos e seis meses de prisão pela Justiça Eleitoral do país. Fernando Pimentel foi considerado culpado dos crimes de …

Áudio das viagens na Uber vai poder ser gravado

A partir de dezembro, a Uber vai passar a oferecer aos utilizadores no Brasil e no México a possibilidade de gravar o áudio da viagem com o objetivo de melhorar a segurança do motorista e …

Mourinho quer ser campeão no próximo ano (e não precisa de reforços)

O treinador português foi oficialmente apresentado como técnico do Tottenham, esta quinta-feira, e diz que já tem em vista a conquista do campeonato na próxima época. José Mourinho admitiu hoje que o título de campeão inglês …

Casal homossexual de pinguins "roubou" um ovo para poder ter a sua família

Um casal homossexual de pinguins de um jardim zoológico na Holanda estava tão ansioso por ter as suas crias que não resistiu à tentação e acabou por roubar um ovo de outro par. De acordo com …

Gabriel renova contrato com o Benfica até 2024

O médio brasileiro renovou contrato por mais uma época com o Benfica, até 2024, anunciou, esta quinta-feira, o clube no seu site oficial. "Estou muito feliz com esta renovação por mais um ano, é uma forma …

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …