Paula Brito e Costa apresenta-se para trabalhar na Raríssimas com dois seguranças

Rarissimas / Facebook

A presidente da Raríssimas, Paula Brito e Costa

Paula Brito e Costa, que se demitiu da presidência da Raríssimas, apresentou-se para trabalhar na instituição, esta quarta-feira de manhã, acompanhada do marido e de dois seguranças, para desconforto dos funcionários.

A TVI avança que Paula Brito e Costa chegou à Casa dos Marcos, a unidade de cuidados da Raríssimas e o seu projecto mais relevante, por volta das 9h30 da manhã, acompanhada do marido e de dois seguranças.

A ex-presidente demitiu-se do cargo na passada quinta-feira, depois de ter sido acusada de usar fundos da Instituição de Solidariedade Social para a compra de vestidos e outros bens pessoais, mas manteve o cargo de directora-geral. É nessa condição que se apresenta na Casa dos Marcos para trabalhar.

Mas a presença da ex-presidente na unidade está a causar incómodo entre os funcionários que se juntaram “à porta da instituição, em protesto”, avança a TVI. Entretanto, já voltaram para o interior da Casa dos Marcos, mas solicitaram aos restantes três elementos que constituem a direcção para tomarem uma posição.

Em declarações à SIC, uma funcionária da Casa dos Marcos refere que vai decorrer uma reunião, durante a parte da tarde, salientando que o desejo dos trabalhadores é que Paula Brito e Costa seja afastada.

Raríssimas pagou cursos da ex-presidente e do filho

O jornal i apurou que Paula Brito e Costa e o filho, César Brito da Costa, frequentaram cursos de formação na escola de negócios AESE que foram pagos pela Raríssimas.

O diário fala num custo global de mais de 50 mil euros, notando que esse dinheiro saiu dos cofres da Raríssimas e também da Federação das Doenças Raras (FEDRA), que era igualmente presidida por Paula Brito e Costa.

A AESE é a primeira Business School em Portugal, sendo uma das mais conceituadas escolas de gestão e negócios do país.

Nem Paula Brito e Costa, nem o filho possuem licenciaturas, refere ainda o i.

Santa Casa financiou Raríssimas com 500 mil euros

Depois de Vieira da Silva, ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, ter dito no Parlamento, que nem só a Segurança Social tinha financiado a Raríssimas, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) confirma ao Público que cedeu 500 mil euros à instituição.

Este valor terá sido destinado à construção da Casa dos Marcos por via de um protocolo assinado em 2008. O pagamento terá sido feito “em três tranches, a última das quais a saldar quando a Casa dos Marcos estivesse construída, mas que foi antecipada em 2013 porque a Raríssimas precisava de dinheiro para terminar a construção”, relata o jornal.

Um financiamento que a fonte da SCML contactada pelo jornal refere não ter nada de anormal. “É importante referir que a SCML celebra anualmente diversos protocolos de colaboração nas várias vertentes onde actua”, refere a fonte, notando que nem se trata do apoio financeiro mais elevado concedido pela Santa Casa.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. Até quando é que este governo vai deixar que esta personagem continue a fazer o que bem entende da instituição? O que está a fazer (ela e o marido e filho) são uma afronta, insulto p/ todos os funcionários bem como p/ os Portugueses. Se fosse outro partido no governo já tinha caído o carmo e a trindade, faziam barulho a toda a hora, estes cuchas NÃOOO estão como se NADA se passasse. Estamos numa sociedade de SOCIOPATAS e os politicos deixam, permitem. Porque SERÁ?? Será que estão também metidos nesta tramoia?? Estão no governo a fazer o QUÊ? Ponham imediatamente a PJ em acção. Este tipo de atitudes nem ao diabo lembra. Esta gentalha anda a fazer pouco de todos nós…
    Portugueses quando forem a VOTOS LEMBREM-SE de TUDO que estes politicos andam a fazer ao n/ país e aos Portugueses. NÃO PERMITAM que usem e abusem como se fossemos LIXO.

    • E o PSD caladinho que nem um ratito, porque ao que parece um deputado do PSD já se preparava para atacar o cargo de vice-presidente sem sequer ser sócio da instituição!
      Mas engraçado é que ele preencheu a papelada toda com um numero de sócio que pertence a uma outra pessoa!
      Agora claro que já se desmarcou a dizer que não vai aceitar o cargo, ah claro!!!!
      Por isso amigo, isto é qualquer partido da esquerda à direita!
      Os chuchuais democratas não ficam atrás!!!

  2. Foi uma noite de festa… 3 para 1 foi mesmo um “ménage a quatre”…
    E ela não para… grande ladra, P*, V*, P*, … não sei qual o nome que lhe fica melhor…
    Tem medo de levar nos… ditos cujos… ou que partam dos ditos cujos ao maridinho chifrudo!
    Só nesta república das bananas!

  3. Agora esta senhora já tem dinheiro para pagar aos seguranças, e não tinha para pagar os vestidos e as viagens? Ela tem muita lata … e nenhuma vergonha. Há que responsabiliza-la civil e criminalmente.

  4. E ainda tem dinheiro para seguranças privados, do pé-de-meia que andou a encher nestes anos todos…
    A fazer pouco de tudo e de todos.
    Só mesmo no cantinho Lusitano 🙁

  5. Portugal é mesmo um país de brincar! Temos portugueses a mais a brincar com quem contribui para as finanças deste país e fiscalização e honestidade em falta.

  6. É simples: Os professores [e os(as) demais trabalhadores(as)] não podem ir á reforma, para poupar dinheiro. Assim os mais novos só podem criar IPPS ou seja Institutos para Proporcionar Pessoalmente os seus Salarios. Num país onde falta emprego com trabalho verdadeiro, é preciso fazer omeletes sem ovos.

RESPONDER

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos por justa causa, disse …

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …

Pelo menos 42 feridos em Beirute em confrontos entre polícia e manifestantes

Pelo menos 42 pessoas ficaram feridas, esta terça-feira, em confrontos entre manifestantes e a polícia, pelo quarto dia consecutivo, nas proximidades do Parlamento em Beirute. De acordo com a Cruz Vermelha libanesa, dos pelo menos 42 …

ONU envia ajudas para estabilizar falta de alimentos no Líbano

A Organização das Nações Unidas já começou a ajudar o Líbano, através do envio de farinha de trigo. O objetivo é começar a colmatar a falta de alimentos destruído pelas explosões. Segundo o The Washington Post, …