Munições de Tancos foram usadas nas pistolas roubadas à PSP

jfcbrunssum / Flickr

Militar português em treino com espingarda lança-granadas em Tancos

A investigação ao roubo de armas de guerra em Tancos encontrou ligações ao roubo de pistolas da PSP em 2017. Um dos oito detidos como autores materiais do furto é suspeito nos dois casos.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve oito pessoas no âmbito da investigação ao roubo de armas de Tancos, por suspeitas de serem os autores materiais do furto. Entre os detidos está um homem que já estava referenciado pelo alegado envolvimento no roubo de Janeiro de 2017 de 57 pistolas “Glock” da PSP, como avança o Correio da Manhã (CM).

O jornal nota que as munições roubadas em Tancos, que continuam desaparecidas, terão sido usadas nas pistolas “Glock”. Tratam-se de 1.450 munições de calibre 9 milímetros que não foram encontradas entre o material já recuperado.

A investigação aponta o ex-fuzileiro João Paulino, que já se encontrava detido, como o grande mentor do assalto.

O grupo de assaltantes terá contado com informações privilegiadas sobre “as rondas de vigilâncias, a localização das armas e o trajecto a fazer entre os paióis e a vedação nos Paóis Nacionais” de um furriel da base militar, como nota a Sábado.

Entretanto, haverá ainda um suspeito à solta, um ex-militar que conseguiu escapar à detenção por estar no estrangeiro, como refere o Diário de Notícias (DN). Este homem estaria a prestar serviço em Tancos aquando do roubo e terá entrado na GNR.

Os investigadores ouviram outro militar como testemunha no caso, por alegadamente ter incitado “os soldados da Guarda de Polícia” aos paióis a “prestarem falsas declarações“, mentindo sobre o facto de não terem realizado rondas de vigilância na noite do assalto, como constata o DN.

Além destes novos oito detidos e do ex-fuzileiro João Paulino, há mais oito militares implicados no caso, nomeadamente o ex-director-geral da Polícia Judiciária Militar, Luís Vieira, e o Major Vasco Brazão, chefe da equipa da Polícia Judiciária Militar que investigou o roubo.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não dá para dizer grande coisa. Reparem só que tipo de gente (pode-se lhes dar outros nomes) que está metida nas nossas Forças Armadas, GNR e PSP, ao ponto de haver uma articulação de roubos, nas pistolas no Comando Geral da PSP, e nas munições em falta em Tancos, que serviriam perfeitamente nessas pistolas.

RESPONDER

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …

Maduro prepara reestruturação do Governo venezuelano

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu aos ministros do seu Governo que ponham os seus cargos à disposição, a fim de impulsionar uma "reestruturação profunda" do Executivo. O anúncio foi feito este domingo através do …

"Cojones" de Ronaldo valem-lhe processo disciplinar da UEFA

A UEFA abriu um processo disciplinar a Cristiano Ronaldo pelo seu festejo na vitória por 3-0 frente ao Atlético Madrid. O gesto ousado do português após marcar o terceiro golo na partida foi uma resposta …

Olimpíadas de Tóquio terão robôs a ajudar pessoas em cadeira de rodas

As Olimpíadas de Tóquio, que decorrem em 2020, podem vir a ficar conhecidas como os "Jogos dos Robôs", devido aos robôs que serão usados ​​no novo Estádio Nacional para ajudar os apoiantes em cadeiras de …

Banco de Portugal quer obrigar bancos a reduzir custos de transferências imediatas

O Banco de Portugal quer que a banca implemente práticas que reduzam o preço das transferências imediatas, de forma a aumentar a sua adoção. Estas são transações monetárias de uma conta para outra, efetuadas num …

Holanda investiga morte de milhares de doentes mentais na II Guerra Mundial

A Holanda vai investigar as circunstâncias em que milhares de pessoas com incapacidades e doenças mentais morreram nos hospitais psiquiátricos do país na II Guerra Mundial, um número que é desconhecido, divulgou a imprensa local. "Não …

Roubo, sequestro e violação. PJ descortinou 210 crimes inventados nos últimos cinco anos

Nos últimos cinco anos, a Polícia Judiciária descortinou que 210 investigações lançadas após denúncias de alegados lesados eram, na verdade, invenções. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança a notícia, os delitos mais …