Marcelo diz que “o mais importante ainda está por fazer” em Pedrógão

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta quarta-feira que ainda há “muitíssimo por fazer” na região afetada pelo grande incêndio de Pedrógão Grande, que ocorreu em junho de 2017.

“Falta muitíssimo por fazer. O mais importante ainda está por fazer“, afirmou o chefe de Estado, considerando que o mais importante para esta região “é trazer gente, trazer atividade económica e manter atividade social aqui”.

Marcelo Rebelo de Sousa falava aos jornalistas depois de um banho nas águas frias da praia fluvial do Mosteiro, no concelho de Pedrógão Grande, uma localidade também ela afetada pelo grande incêndio de 2017.

O Presidente da República salientou que é importante fixar jovens, mas também “menos novos” em idade de reforma, nestes territórios, e referiu que essa fixação pode ser fundamental, sobretudo “nos interiores mais despovoados”.

“É muito importante que haja gente nova e menos nova e que venham para cá e que tenham condições de viver cá e de trabalhar cá”, disse, tendo realçado que tal significa medidas de incentivo à fixação de novas atividades económicas e à “não saída de atividades sociais”, “algumas delas estão anunciadas e estão previstas” para os próximos tempos.

Na visita à praia fluvial do Mosteiro, voltou a encontrar uma família de fora da região – neste caso de Vagos – e reafirmou que “está a surtir efeito a ideia” das pessoas fazerem as suas férias nas zonas afetadas pelos incêndios.

Na ida para Mosteiro, a partir da Pampilhosa da Serra, Marcelo Rebelo de Sousa disse aos jornalistas que optou por fazer um trajeto mais longo, em que se conseguiu aperceber do “grau de destruição” em Pedrógão Grande.

“O grau de recuperação é lento. Assistimos a obras, nomeadamente nas bermas, mas assistimos, por exemplo, a postes de iluminação que ainda não estão reparados”, contou, encontrando como explicação para a lentidão na reconstrução o despovoamento.

O facto de não haver pessoas “explica largamente também o porquê de demorar tanto tempo a haver esta regeneração”, constatou.

Esta não é a primeira vez que Marcelo aborda a situação de Pedrógão durante as suas férias pelas zonas mais afetadas pelos incêndios do ano passado. Ainda nesta terça-feira, o chefe de Estado disse esperar que a alegada fraude na construção de casas afetadas pelos fogos de Pedrógão fique esclarecida até ao fim do ano.

Por estes dias, o Presidente vai passar por concelhos afetados pelo grande incêndio de Pedrógão Grande, em junho de 2017, procurando promover o turismo da região.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Família Real inglesa vai ter um novo membro (e será já no início de 2021)

A Rainha Isabel II vai ter mais um bisneto. A princesa Eugénia anunciou hoje, através das redes sociais, que está à espera do seu primeiro filho. Também a Casa real já se pronunciou sobre a …

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …