Marcelo começou a receber partidos. “Recuperação socioeconómica” é preocupação comum

António Cotrim / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recebe uma delegação do Iniciativa Liberal (IL) liderada por João Cotrim de Figueiredo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, começou a receber os partidos políticos com assento parlamentar esta segunda-feira.

À saída do encontro com Marcelo Rebelo de Sousa, João Cotrim de Figueiredo disse que levou até Belém aquelas que “se perspetivam ser as oportunidades que Portugal tem em termos de retoma económica para os próximos tempos” e mostrou-se preocupado com “o risco claro de desperdiçar essa oportunidade”.

O líder do Iniciativa Liberal considera que Portugal “tem uma enorme oportunidade de fazer uma retoma económica”, mas corre o risco claro de a desperdiçar “porque as prioridades definidas para a aplicação dos fundos e para o redirecionamento das energias económicas e criativas dos portugueses está errada”, justificou, citado pelo Público.

Na estratégia do Governo “continua-se a pôr o Estado no meio e à frente de todos os processos de decisão e desenvolvimento” e “isso é a receita que, nos últimos 20 anos, conduziu Portugal a esta situação”.

“Se queremos chegar a sítios diferentes, não podemos fazer as mesmas coisas”, considerou.

Já o Chega anunciou, no final do encontro com o Presidente, que iria contactar o PSD, o CDS e o IL para construir “uma plataforma de convergência” à direita para se apresentar como alternativa a António Costa.

André Ventura acrescentou ainda que não estará disponível para nenhuma apreciação ou para nenhuma validação do OE que não apoie diretamente os setores mais fragilizados da economia.

“Vamos voltar a propor, a todos, todos sem exceção, Iniciativa Liberal, CDS-PP e PSD, que possamos pelo menos ter uma plataforma de convergência, uma plataforma de conversa, para apresentar ao senhor Presidente da República, caso isso seja necessário, uma alternativa de Governo, que eu acho que é momento e altura de começarmos a construir”, afirmou.

O PAN disse ter em comum com o Presidente da República preocupações com a elaboração de um Orçamento do Estado para 2022 de “recuperação socioeconómica” e com a preservação da floresta da Amazónia.

“A respeito do Orçamento do Estado, é com agrado que verificamos que existe uma preocupação comum de termos um Orçamento que possa lançar as bases para uma recuperação socioeconómica para o país com uma visão de médio e longo prazo”, declarou Inês Sousa Real.

Por outro lado, a porta-voz do PAN relatou ter aproveitado esta audiência para manifestar ao chefe de Estado “preocupação com a floresta amazónica e a sua preservação”. “E foi mais uma vez com agrado que houve, de facto, aqui uma partilha de preocupação com aquele que é o pulmão global”, acrescentou.

Já o PEV transmitiu ao Presidente que irá aferir a credibilidade do Governo em função da execução do Orçamento para 2021. “Em relação ao futuro, nós transmitimos ao senhor Presidente da República aquilo que também já transmitimos hoje ao Governo”, disse José Luís Ferreira.

A posição do PEV em relação ao OE2022 vai depender “do nível de execução do Orçamento do Estado de 2021″ em geral e “muito em particular” das medidas que foram propostas por este partido. “Consideramos que é importante perceber este grau de execução para também aferirmos a credibilidade que o Governo nos merece nos compromissos que assume.”

Por outro lado, o PEV irá aguardar pelo conteúdo da proposta do Governo e “avaliar até que ponto é que esse Orçamento dará resposta aos problemas do país e dos portugueses”.

“Quanto menos for executado este ano, maiores serão os problemas para o ano que vem e, portanto, a resposta também é mais exigente se houver pouca execução deste Orçamento do Estado”, advertiu José Luís Ferreira.

Esta terça-feira, Marcelo Rebelo de Sousa recebe as delegações do CDS, PCP e BE, e na quarta-feira encerra com o PSD e o PS.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …