“Maior sondagem” dá 12 pontos à coligação, restantes dão 5 ou 6

Manuel de Almeida / Lusa

-

A Marktest divulgou esta quarta-feira uma nova sondagem, com a maior amostra até agora recolhida nas legislativas, na qual a coligação Portugal à Frente obtém 41% dos votos, enquanto o PS se fica pelos 29%.

De acordo com a empresa de estudos de mercado Marktest, a coligação PSD/CDS poderá estar perto da maioria absoluta.

A Marktest recolheu as intenções de voto de 1607 pessoas, nos dias 22, 23 e 29 de Setembro, na que será até agora, segundo o Jornal de Negócios, a “maior sondagem das legislativas“,

A recolha da informação foi efectuada através de entrevista telefónica com recurso ao Sistema CATI.

Nesta sondagem, a coligação PSD/CDS recolhe 41% das intenções de voto, enquanto o PS obtém 28,6%  – uma diferença de 12 pontos, que coloca Pedro Passos Coelho e Paulo Portas perto de nova maioria absoluta.

Na mesma sondagem, a CDU recolhe 9,3% das intenções de voto, e o Bloco de Esquerda obtém 8,7%.

A percentagem de indecisos é elevada, na ordem dos 30%, e 6% dos inquiridos adiantaram que não tencionam votar.

PS recupera um ponto nas restantes sondagens

O Partido Socialista recuperou 1% de diferença nas intenções de voto manifestadas nas outras sondagens divulgadas esta quinta-feira, diminuindo para 6% a diferença na sondagem Intercampus e para 5% na sondagem Universidade Católica.

Segundo o jornal Sol, ambas as sondagens recolheram a opinião de cerca de 1000 pessoas.

Na sondagem da Intercampus para a TVI, Público e TSF, cujos resultados foram apurados numa votação em urna, a coligação PSD/CDS recolhe 38,4% e o PS obtém para 32,1% das intenções de voto, diminuindo a diferença de 7,2% para 6,3%.

Segundo a sondagem diária da Universidade Católica para a RTP, a coligação mantém a sua votação na ordem dos 39%, mas o PS apresenta uma subida nas intenções de voto para os 34%, diminuindo a diferença para os 5 pontos percentuais.

ZAP

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. Nem vale a pena ir votar, o PUF já ganhou. Ontem na Tvi24 o apresentador Henrique Garcia e os dois jornaleiros foi um nojo, eu que não sou nem do PS

    • É mesmo essa a intenção da publicação destas sondagens.
      fazer com que quem pode fazer a diferença fique em casa já derrotado

  2. É que eu acredito-me mesmo nestas sondagens da treta…
    Eu dou oportunidade a um dos partidos novos e pequenos que apareceram há pouco tempo e com o qual me identifico com os seus ideais!
    Nunca votarei naqueles que afundaram o país desde há 40anos. Ainda há muita gente que precisa de se “formatar” e abrir novos horizontes…

  3. As sondagens serão derrotadas como têm sido em todos os países. Sondagens por telefone fixo? Quem tem telefone fixo hoje em dia? Só os velhinhos! E é muito fácil manipular sondagens, se telefonarem para o Restelo e Telheiras vão ter respostas muito diferentes de Chelas e Benfica.

    • E se passar por telheiras então a eurondagem dá maioria absoluta ao PS só à porta que é como quem diz à “boca” do pavilhão do sporting

  4. Como é que é possível 1.607 pessoas representarem o eleitorado de um pais com 9.485.604 eleitores (números de 2013)
    Façam lá essa sondagem a 1.607 alentejanos para ver se o resultado é igual!!!
    E os Tugas continuam a seguir estas tretas todas!

  5. São boas notícias sem duvida, vamos dar uma oportunidade a este país… Pode alguma coisa não estar a ser feita da melhor maneira, mas não tenho dúvidas que seria bem pior com outros partidos que apenas se preocupam com medidas eleitoralistas para ganhar votos e depois logo se vê… Vê-se a Troika, evidentemente!

  6. Caros responsáveis do ZAP (entidade anónima): quando fazem resumos de estudos estatísticos, neste caso, relativos a sondagens de opinião junto de eleitores, têm de ter mais cuidado com a contextualização e explicação adequada dos números que são referidos, caso contrário dá erro grosseiro. É que se somarem as percentagens dos diferentes indicadores do estudo da Marktest, tal como o artigo está apresentado, o resultado dá 123,6% !! Eu diria que se trata de um paradoxo estatístico ou talvez uma impossibilidade matemática, pois o total nunca pode ultrapassar 100%. Espero que concordem comigo…

    • Caro Jitter,
      Tem razão, o texto pedia uma nota explicativa.
      A percentagem de indecisos não pode ser somada às percentagens de intenções de votos, uma vez que normalmente estas últimas já incorporam a primeira, com as intenções dos indecisos distribuídas proporcionalmente em função das percentagens dos que manifestaram intenção de voto.

  7. As sondagens são todas manipuladas e sempre assim foi. Alguém acredita que são feitas com todo o rigor e seguem à risca todos os critérios necessarios para que sejam fiáveis e isentas? Basta acompanhar as sodagens da eurosondagens (do PS) para ver como as coisas vão acontecendo. Há pouco na TV, um comentador disse que só hoje a eurosondagens apresentou uma sondagem com um diferença de 5% de diferença entre a coligação e o PS. Até aqui colocaram sempre as coisas rés vés. Não é só este ano. Quando o buchachas concorreu com o tresmalhado pateta, este ficava sempre atrás do outro. Lembro-me de em 2011, longe ainda das eleições o PS estava sempre em alta. Nos últimos dias caíu a pique. Claro que se eles se enganarem muito em relação ao que depois acontece mesmo, a agência fica desacreditada, Quando se está muito longe da data respectiva podem arranjar montes de desculpas. Como há pouco um dos comentadores disse que o PS tem descido e a coligação tem crescido poa causa da campanha. Mas para mim são tudo tretas.

Governo admite retirar cidadãos nacionais de Wuhan

As autoridades portuguesas estão a cooperar com outros países europeus para reforçar o apoio aos cidadãos nacionais que se encontram em Wuhan, onde ocorreram os primeiros casos do novo coronavírus, admitindo a possibilidade de retirá-los …

Os cogumelos podem ser muito mais antigos do que pensávamos

Os cogumelos podem ser mais antigos do que pensávamos, concluíram cientistas que dataram vestígios de micélio (constituinte dos cogumelos) com 800 milhões de anos, divulgou esta quarta-feira a Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica. Estudos anteriores …

Comer iogurte natural pode ajudar a reduzir o risco de cancro da mama

Uma das causas mais apontadas para o cancro da mama é a inflamação causada por bactérias nocivas. Esta tese ainda não foi provada, mas é apoiada pelas evidências até agora disponíveis de que a inflamação …

Primeiro caso suspeito de infeção por coronavírus detetado em Portugal

Foi detetado o primeiro caso suspeito de infeção infeção pelo novo coronavírus , em Portugal, anunciou este sábado a Direção-Geral de Saúde. “Este doente, regressado hoje [este sábado] da China, onde esteve na cidade de Wuhan …

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …