Kim Jong-un prepara teste nuclear e ordena evacuação de Pyongyang

De acordo com relatos na imprensa russa, a Coreia do Norte estará a preparar-se para a guerra, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, ordenou a evacuação imediata de 25% da população da capital do país, Pyongyang.

Segundo o jornal russo Pravda, a ordem do líder norte-coreano Kim Jong-un prevê que 600 mil pessoas, cerca de 25% da população de Pyongyang, sejam urgentemente evacuadas da cidade. A publicação destaca que a evacuação é conduzida no contexto da escalada de tensão nas relações com os Estados Unidos.

De acordo com a publicação russa, os abrigos anti-bombas de Pyongyang não têm capacidade de acolher toda a população da capital norte-coreana, pelo que as 600 mil pessoas — a maior parte dos quais indivíduos com antecedentes criminais — terão que deixar Pyongyang para permitir que os restante tenham acesso aos bunkers.

Citando a imprensa sul-coreana, o Pravda adianta que os norte-coreanos “começaram a despedir-se uns dos outros, dos seus locais de trabalho, das florestas e dos campos, do céu e dos rios, como se a nação se preparasse para uma guerra em larga-escala“.

Ao mesmo tempo, nota o jornal russo, foi “estritamente proibido mencionar os nomes de quaisquer líderes militares ou políticos do país em quaisquer palavras de despedida”.

Entretanto, as autoridades norte-coreanas sugeriram aos jornalistas estrangeiros que se encontram em Pyongyang para a cobertura do “Dia do Sol”, que celebra o 105º aniversário do nascimento do ex-líder Kim II-Sung, a 15 de abril, que esperem “por um grande dia” esta quinta-feira.

O jornalista Jeremy Koh, correspondente do canal NewsAsia em Pyongyang, publicou no seu Twitter: “Disseram-nos para estarmos prontos para sair, mas não fazemos ideia da razão. Também os telemóveis foram proibidos”.

Já esta quinta-feira, os jornalistas foram convidados a assistir à inauguração de uma rua na capital norte-coreana, que contou com a presença de Kim Jong-un – tendo ficado no ar a ideia de que o “grande dia” anunciado poderia afinal resumir-se a este evento.

Ou então um teste nuclear

No que alguns analistas consideram ser um claro desafio aos diversos avisos lançados nos últimos dias por Donald Trump, a Coreia do Norte poderá estar entretanto a preparar-se para realizar um teste nuclear.

Segundo imagens de satélite divulgadas pela fundação “38 North”, os norte-coreanos estão a organizar preparativos para o seu sexto teste com armas nucleares desde 2006.

(dr) 38north.org

-

Uma das imagens de satélite divulgada esta quarta-feira pela Fundação 38 North

As imagens mostram movimentações no local habitualmente usado pela Coreia do norte para testes nucleares na costa leste do país, sendo possível ver equipamentos cobertos e pessoas no local. O ano passado, no “Dia do Sol”, a Coreia do Norte testou com sucesso um míssil de médio alcance.

Escalada de tensão na península

A península da Coreia está a assistir a uma escalada de tensão, com as posições a extremar-se entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul. Nos últimos meses, os norte-coreanos lançaram mísseis balísticos em direcção ao Mar do Japão e realizaram diversos testes militares com mísseis capazes de transportar ogivas nucleares.

Nos últimos meses, a Coreia do Norte tem ameaçado repetidas vezes que poderá lançar um ataque nuclear preventivo contra os EUA, Japão e Coreia do Sul, ou dizimar a capital norte-americana com um ataque nuclear contra Washington.

Ao mesmo tempo, em diversas ocasiões a Coreia do Norte ameaçou “destruir sem piedade os seus inimigos”. A 1 de janeiro, o líder norte-coreano anunciou que “já tem misseis balísticos intercontinentais em fase experimental de testes”, tendo-se “tornado uma potência nuclear capaz de lançar um ataque a qualquer momento”.

Em março, já após a tomada de posse de Donald Trump, os EUA prometeram uma “resposta arrasadora” em caso de um ataque nuclear norte-coreano.

Este domingo, os Estados Unidos enviaram o porta-aviões Carl Vinson e uma frota de escolta para a região da península da Coreia. Na segunda-feira, Donald Trump disse estar disposto a resolver o problema da Coreia do Norte sem a China.

Já esta terça-feira, Donald Trump pediu aos seus conselheiros planos de ataque para “remover a ameaça nuclear” da Coreia do Norte.

Estas movimentações surgem depois de a semana passada o Conselho de Segurança Nacional dos EUA ter apresentado a Trump um relatório sobre possíveis variantes de resposta à ameaça vinda da Coreia do Norte, incluindo instalar armas nucleares na Coreia do sul ou a eliminação do líder norte-coreano, Kim Jong-un.

ZAP // Pravda

8 COMENTÁRIOS

  1. Os meninos mimados a brincar com o fogo só lhes falta a chupeta. Qual a legitimidades destes palhaços para colocarem em risco tanta gente.

  2. Só Deus pra ter misericórdia de tanta gente louca , já q gostam de matar e explodir de guerra, por q um não chama o outro e se explodem entre eles , ninguém quer morrer , pelo contrário o q mais as pessoas querem é viver

  3. Cada vez mais vejo que a especie humana a evoluir de maneira a destruir tudo em vez de construir um mundo onde todos podiamos viver bem. Só fanatismo, corrupção, ódio, capitalismo, vaidade….

  4. E por isso que os seres superiores a nossa raca humana foi deixada na terra sem a perfeicao mas com o odio e sem paz e por tua informacao ja foi descoberto o nosso genoma humano o dna estuda o que falta a raca humana e perfeicao sem erros ja alguma vez te perguntaste porque ja muita pessoa viu naves redondas sao esses tais seres superiores…???

RESPONDER

Guia de descontos para uma Black Friday em grande

O conceito começou por ser uma referência ao colapso da Bolsa de Valores de Nova Iorque, em 1929. Mas a Black Friday como hoje a conhecemos só surgiu nos anos 60, quando o setor do …

Morreu o actor João Ricardo

O actor e encenador João Ricardo, 53 anos, morreu esta quinta-feira, em Lisboa, disse à Lusa a agência do actor. O actor João Ricardo, conhecido pelo seu trabalho na televisão, no teatro e no cinema, nasceu …

Chegou à Finlândia o pão feito com farinha de grilo

Uma das maiores empresas de produtos alimentares da Finlândia vai começar a vender pão de insetos, no qual grilos comuns são moídos e acrescentados à farinha normal, representando cerca de 3% do peso de cada …

39 anos por um crime que não cometeu. Finalmente livre

Craig Coley, agora com 70 anos, cumpria pena de prisão perpétua pela autoria de dois homicídios em 1978. No entanto, 39 anos depois, a sua inocência foi provada e o norte-americano foi libertado. O governador da …

Neutralidade da Internet em jogo nos EUA. Portugal é mau exemplo

A administração Trump quer reverter o princípio do livre acesso a qualquer tipo de conteúdo na Internet. Jornais internacionais apontam Portugal como exemplo de falta de neutralidade. Os Estados Unidos da América vão votar o fim …

Trabalhadores do privado voltam a receber subsídios de Natal e de férias por inteiro

O pagamento dos subsídios de Natal e de férias no setor privado vai deixar de ser feito parcialmente em duodécimos e voltará a ser feito de uma só vez, em 2018, depois da aprovação de …

O milionário que matou o Gawker quer os restos do cadáver

Os advogados do vingativo milionário Peter Thiel apresentaram, esta semana, uma ação para contestar uma previdência cautelar que o impede de comprar os ativos do já "adormecido" Gawker. Em causa, estão os arquivos de 14 …

Governo quer terrenos privados limpos até 15 de março

Os proprietários privados têm "até 15 de março" para limpar as áreas envolventes às casas isoladas, aldeias e estradas e, se não o fizeram, os municípios terão "até ao final de maio" para proceder a …

Uma explosão, segredos de Estado e rumores, mas ainda não há sinal do submarino

As buscas pelo submarino argentino ARA San Juan, que está desaparecido há oito dias, entraram numa fase crítica, quando as esperanças de encontrar a tripulação viva estão praticamente esgotadas. Sem pistas sobre o submarino, há …

Bancos aumentaram ganhos com as comissões pagas pelos clientes

A banca nacional facturou 1,62 mil milhões de euros em comissões líquidas, pagas pelos clientes, desde Janeiro até Setembro de 2017. Um valor que reflecte uma subida de 5,7% relativamente a 2016. Estes dados são avançados …