Jornalista saudita terá sido desmembrado ainda vivo. Durou sete minutos

Tolga Bozoglu / EPA

Jamal Khashoggi, o jornalista saudita desaparecido desde de 2 de outubro, terá sido torturado durante sete minutos e desmembrado ainda vivo no interior do consulado da Arábia Saudita, em Istambul, revela a imprensa turca.

O jornal turco pró-governamental Yeni Safak fez, nesta quinta-feira, novas revelações sobre o conteúdo das alegadas gravações captadas no interior do consulado em Istambul, onde o jornalista saudita terá sido morto. Já na semana passada, as autoridades turcas diziam ter em sua posse gravações de áudio e vídeo que provavam o assassinato.

De acordo com a reportagem agora divulgada, Jamal terá sido torturado e decapitado por agentes sauditas. O texto conta ainda detalhes mais mórbidos, revelando que o jornalista terá sido torturado durante sete minutos, tendo o seu corpo sido desmembrado enquanto o repórter ainda estava vivo.

Segundo a mesma publicação, na gravação é possível ouvir o Cônsul Geral saudita, Mohammed al-Otaibi, a dizer aos alegados torturadores de Khashoggi: “Façam isso lá fora, vão arranjar-me problemas”, ao que os alegados torturadores terão respondido: “Cala-te se quiseres viver quando regressares à Arábia Saudita”.

Esta reportagem vem agora reforçar a pressão sobre a Arábia Saudita para que explique o que aconteceu ao jornalista, crítico do regime de Riade e que vivia exilado nos Estados Unidos desde 2017.

O desaparecimento do jornalista saudita, que foi ao consulado para tratar de documentação para o seu casamento, continua sem uma justificação por parte das autoridades e as questões continuam a adensar-se.

Suspeito morre em acidente de carro

De acordo com a EFE, um dos 15 homens que estavam no consulado onde Jamal foi visto pela última vez – e, por isso, um dos suspeitos – morreu num misterioso acidente de carro. Esta notícia foi também avançada pelo Yeni Safak, sem citar quaisquer fontes.

O homem foi identificado pelo jornal como Meshaal Saad M. Albostani, um oficial da Força Aérea da Arábia Saudita nascido em 1987. De acordo com a publicação, existem “rumores de que Albostani pode ter sido silenciado“, tendo sido morto por esse motivo. O Yeni Safak acrescenta ainda que “não há nenhuma informação sobre os detalhes do acidente que causou a morte de Albostani”.

Segundo vários média imprensa turcos, o saudita chegou à Turquia na madrugada de 2 de outubro, por volta da 1h45 no horário local, onde se hospedou num hotel. Albostani terá deixado o país no mesmo dia, ainda durante a noite, num avião particular.

O El Mundo, que cita também médias turcos, identifica outro dos quinzes suspeitos, Salah Mohamed Tubaiqi, que alegadamente terá levado a cabo a desmembração do jornalista saudita. O jornal revela que Tubaiqi é um funcionário saudita especializado em análise forense e medicina legal, tendo já desempenhado vários cargos nessa área para departamentos do regime saudita.

Tal como Albostani, Tubaiqi chegou à Turquia durante a madrugada do dia 2 de outubro num avião particular e hospedou-se num hotel. De acordo com fontes policiais citadas pelo New York Times, Tubaiqi levava uma serra quando deixou o país no mesmo dia.

O diário espanhol nota ainda que, numa entrevista dada há quatro anos ao jornal Asharaq al Awsat, Tubaiqi gabou-se de fazer uma autópsia em apenas sete minutos. O saudita falava ao jornal sobre a morte de alguns peregrinos durante a sua jornada a Meca.

De acordo com o Middle East Eye, citado pelo El Mundo, o artigo em causa mencionava uma clínica móvel projetada pelo próprio Tubaiqi para usar em “casos de segurança que exigissem a intervenção de um patologista para realizar uma autópsia ou ainda para examinar um corpo na cena do crime”.

Trump admite morte de Jamal

O Presidente dos Estados Unidos admitiu nestaa quinta-feira que “certamente parece” que Jamal Khashoggi está morto, deixando ameaças de consequências “muito serveras” caso se prove que foi o regime de Riade o responsável pela morte.

Trump, que tem insistido que devem ser conhecidos mais factos antes de tomar uma posição, não revelou em que é que se baseou para fazer a última declaração sobre o destino do jornalista, no caso, a sua eventual morte.

Quando questionado sobre se Khashoggi estava morto, Trump respondeu: “Certamente que assim parece… Muito triste”. Sobre as consequências para os líderes sauditas se se apurasse que eram responsáveis pela morte, respondeu: “Teriam de ser severas. É um caso mau, mau. Mas, vamos ver o que vai acontecer”.

Entretanto, e de acordo com os relatos da BBC, a polícia turca já alargou o perímetro das buscas. Fontes anónimas revelaram que que o corpo pode ter sido largado numa floresta próxima do consulado saudita em Istambul ou em terrenos agrícolas.

Apesar de concordarem com uma investigação conjunta, Arábia e Turquia continuam sem se entender quanto ao desaparecimento do jornalista. A Turquia continua a insistir que a Arábia tem responsabilidades no caso. Por seu turno e em sentido oposto, a Arábia tem negado qualquer ação violenta contra o jornalista não apresentando, até então, nenhuma versão plausível sobre o que terá acontecido.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Parece-me que o ZAP tem aqui uma quantidade considerável de correctores ortográficos com um certo tom crítico, que gentinha.. se são tão espertos e tentam passar uma imagem intelectual, deviam fundar uma plataforma do mesmo estilo que esta, sem erros claro, porque são seres perfeitos, merecem viver na ignorância e ser banidos daqui!

  2. Se foi desmembrado foi para o fazerem desaparecer mais facilmente. Já deve ter saído da embaixada nalguma caixa para não deixar suspeitas.

  3. Países de selvagens governados por selvagens, vale-lhes o petróleo para poderem demonstrar toda a brutalidade do seu Poder.

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …